Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Belverede: próximo de 3 milhões e quinhentos mil visitantes


Contador de vistas no Belverede: 3.500.000

28 de abril de 2016: às 21h24, o widget usado no blog Belverede registra 3.499.109 visitantes. Assim, Deus permitindo, acreditamos que não demorará a marcar três milhões e quinhentos mil visitações. 

Agradecemos aos Internautas que passaram e passam por este espaço virtual. Leitores do Brasil e de muitas nações estrangeiras. 

Oramos pedindo que Deus continue a abençoar todos vocês.

E.A.G.

Mulher reage ao assédio sexual em elevador na China. Verdade ou coreografia?




Du Chiao: atriz chinesa. Actress. 女演員 Mulher reage ao assedio sexual em elevador na China. Verdade ou coreografia?
Vídeo de uma mulher, assediada sexualmente dentro de um elevador, ganhou grande destaque na Internet nos últimos dias. Segundo as informações do Daily  Mail, o abuso teria acontecido no último domingo, dia 24.

As imagens parecem ser capturadas por câmera de vigilância, que registra apenas a presença de um homem e uma mulher no ambiente. A suposta vítima observa seu celular, quando o hipotético molestador aproxima-se por trás dela, ela se afasta e coloca o telefone em sua bolsa; em nova investida, o agressor a abraça, então, ela reage desferindo uma cotovelada com o braço direito e um tapa com o esquerdo. Em seguida, ataca-o com uma série de golpes de artes marciais. Primeiro, um chute na virilha; em segundo lugar, segura sua cabeça com as duas mãos e dá-lhe uma joelhada no queixo. Aparentemente, derruba-o e o deixa desacordado. Em momento algum o presumível maníaco sexual tenta lutar. Ela aperta o botão do elevador, a porta abre, ela sai e ele permanece estendido no piso do elevador.

O vídeo foi postado no site Weibo (microblog chinês similar ao Twitter), sem identificar o local da ocorrência e os nomes dos dois envolvidos, sem informar se a violência foi denunciada na polícia. Sem nenhuma referência, se tornou rapidamente um viral. Mas, logo surgiram dúvidas se a situação era apenas uma encenação ou real. A suspeita logo trouxe à tona a verdade, no portal Tencent; a mulher foi reconhecida por um repórter esportivo, que a identificou escrevendo uma matéria. Trata-se da apresentadora de TV e atriz Du Qiao, namorada do lutador profissional de muay thai Xu Yan. Ela confirmou ser a pessoa gravada golpeando o homem, porém, negou que a circunstância fosse um golpe publicitário.

Dia das mães de juízes de futebol

Bíblia Ilustrada- Antigo e Novo Testamentos

Livro Bíblia Ilustrada - Antigo e Novo Testamentos. Editado pela Graça Artes Gráficas e Editora Ltda.
Apresentação no interior do livro:

A Bíblia é um livro que possui histórias lindas, que revelam o grande amor de Deus por nós. Há muitos anos, seus autores, inspirados pelo Espírito Santo, deram-nos a oportunidade de vivenciarmos essa Palavra que liberta.

A nossa missão como organizadores da Bíblia Ilustrada para crianças é fazer o mesmo. Desejamos transmitir a Palavra aos pequeninos de maneira que eles possam entendê-la e, assim, consigam buscar o crescimento espiritual ao longo dos anos.

Esperamos que este livro possa unir famílias por meio do ato de contar histórias bíblicas para seus filhos. Que ele seja um canal de bênçãos na tarefa primordial da educação infantil de base cristã, ensinando à criançada o Caminho em que ela deve andar, para que, de maneira alguma, ela se perca (Provérbios 22.6). Que, mediante os conhecimentos aprendidos, neste livro, todo menino e toda menina reconheçam Jesus como Senhor e Salvador de sua vida.

Com Carinho,

Equipe Graça Kids

A Bíblia Ilustrada é um bom presente para a criançada. Sua leitura vai levar meninos e meninas a uma empolgante jornada pela Palavra de Deus.
Apresentação na contra-capa do livro:

A Bíblia é o livro mais completo e interessante de todos os tempos, mas, para os pequeninos, ela pode ser de difícil entendimento. Por isso, a Bíblia Ilustrada para crianças apresenta cada um dos 66 livros que compõem o texto sagrado de maneira clara e objetiva, para que o pequeno leitor conheça a Palavra de Deus e aprenda mais sobre ela.

Sinopse no site da editora:

A Bíblia Ilustrada vai levar meninos e meninas a uma empolgante jornada pela Palavra de Deus.

Este volume possui o antigo e novo testamento, a criança terá em suas mãos, todos os livros da Bíblia com textos breves, acessíveis e ricamente ilustrados. Assim, os pais poderão transmitir a Palavra aos filhos, de maneira que eles a entendam e consigam buscar o crescimento espiritual ao longo dos anos.

Com formato 17,1 x 23,9 cm e capa almofadada, a Bíblia Ilustrada é recomendada para crianças de 7 a 13 anos e, com a leitura compartilhada, de 4 a 6 anos. São 184 páginas, onde a criança poderá aprender a Escritura Sagrada e se aventurar nas mensagens do Senhor.

A criança terá todos os livros da Bíblia em textos breves e acessíveis, além de ricamente ilustrados. Assim, os pais poderão transmitir a Palavra aos pequenos, de maneira que eles a entendam e consigam buscar o crescimento espiritual ao longo dos anos.

Site: Graça Editorial

Comentário deste blogueiro

O livro Bíblia Ilustrada - Antigo e Novo Testamentos é composto de material resistente ao manuseio da criançada: miolo em cuchê brilho 115g/m²; capa em cuchê fosco laminado 115g². Contém 186 páginas; com adaptação de textos de Alexandre Caroni e ilustrações de Rafael Barsotelli. Dimensões: 17,1 x 23,9 cm. A obra inclui mudanças conforme o Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, em vigor desde janeiro de 2009. As citações bíblicas são em sua maior parte da versão Almeida Revista e Corrigida (ARC), porém, não são poucas as referências à Nova Versão Internacional (NVI).

O livro Bíblia Ilustrada - Antigo e Novo Testamentos é uma publicação da Graça Artes Gráficas e Editora Ltda. É um bom presente para a criançada.

E.A.G.

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Mães, mulheres de valor inestimável

Mae-e-relogio-despertador-cozinheira-arrumadeira-baba-professora-psicologa-cabeleireira-enfermeira-empresaria-caixa-eletronico-professora-de-artes-gps-acao-children_Eliseu-Antonio-Gomes-Belverede

Mãe é: relógio despertador, cozinheira, arrumadeira, babá, professora, professora-de-artes,  psicóloga, cabeleireira, enfermeira, caixa-eletrônico, empresária, GPS (encontra o que o filho perde).

Ela trabalha 365 dias durante o ano e sente orgulho do seu trabalho. E, infelizmente, existe gente que não sabe valorizar essas mulheres de valor humano incalculável.

E.A.G.

Em discurso Lula revela não conhecer a história de Tiradentes




Em discurso, rodeado de militantes do Partido dos Trabalhadores, Lula cita Jesus Cristo e, vergonhosamente, erra ao dizer que Tiradentes foi crucificado. Nas entrelinhas da fala, parece ter o desejo de ser visto como herói nacional, como é considerado Joaquim José da Silva Xavier.

Detalhe: Tiradentes foi contra cobranças de impostos abusivos, Lula cobrou e defende a cobrança de impostos altíssimos.

E.A.G.

Aborto: Antibíblico, antiético, ilógico e imoral - o embrião e o feto são vida



O embrião (bebê nos primeiros três meses de gravidez) e o feto (bebê de três meses de gestação em diante) já são uma vida, mas não uma vida no mesmo sentido em que uma planta tem vida, como argumentam os defensores do aborto, que não dão importância ao feto como sendo um ser humano. O embrião ou feto tornam-se uma vida consciente em poucas semanas, enquanto a planta ou a árvore durante toda a sua existência, não tem vida consciente.

É uma falácia dizer que o embrião/feto é "parte" do corpo da mãe, e que, portanto, a mãe pode escolher o que fazer com ele, pois tem todo direito de legislar sobre seu corpo. Ora, o embrião/feto  não é parte do corpo da mãe. É uma pessoa dentro de outra pessoa.

"Na concepção, quando o espermatozoide se une ao óvulo, a molécula de DNA deste desenrola-se e une-se à daquele, formando um célula inteiramente nova (zigoto). Essa nova célula viva é tão diferente que, depois de se afixar à parede uterina o corpo da mãe reage, enviando anticorpos para eliminar o intruso não reconhecido. Somente alguns aspectos especiais e inatos do novo organismo o guardam da destruição. Por isso é incorreta a expressão 'meu corpo', empegada pelos defensores do aborto quando falam do embrião ou do feto, em qualquer estágio.

O organismo desenvolvido dentro da mãe é, na realidade, um corpo individual, diferente. A partir da concepção, esse corpo distinto produzirá mais células, e todas elas manterão o padrão único dos cromossomos do zigoto original. Está claro, portanto, que o corpo tem sua origem na concepção" (Dr Liley em Abortion: questions and answers, de J.C. WilKe, Hayes Publishing Co. Inc., páginas 51 e 52.,).

O embrião/feto não é uma coisa, nem "apenas uma vida", como vegetal. Ele é uma pessoa. "A criança não é um 'que', mas um 'quem'. É alguém a quem se diz 'tu' e que dirá, no momento certo dentro de algum tempo 'eu'. É um terceiro absolutamente novo, que se soma ao pai e à mãe. E é tão distinto que dois gêmeos univitelinos, biologicamente indiscerníveis e que podemos supor idênticos' são absolutamente distintos entre si e a cada um dos demais; são sem a menor sombra de dúvida 'eu' e 'tu', ressalta o filósofo Julián Marías.

Uma mulher nunca dirá "Meu corpo está grávido", mas sempre "Estou grávida!" Ninguém fala do feto como se fosse um tumor. Ninguém diz "Tenho um feto!" - que parece com "Tenho um tumor!". Porém, a lógica dos abortistas vai exatamente em caminho oposto e ilógico.

"Se afirmarmos que o feto não é um 'quem' porque não tem uma vida pessoal, então teríamos que dizer o mesmo da criança nascida durante muitos meses, e do homem durante o sono profundo da anestesia, da arteriosclerose avançada, da extrema senilidade, sem dizer do estado de coma", lembra Julián Marías. Logo, é uma hipocrisia dizer "interrupção da gravidez". A pena de morte seria o que, então? A criança não é um objeto ou um tumor, que se pode extirpar como se fosse algo nojento. Os defensores do aborto é que inverteram os valores do aborto e agem irracionalmente. Para eles, o 'quem' se torna 'que', as pessoas se tornam, quando lhes é conveniente, 'coisas'; e o feto, uma 'coisa' dispensável.

A Palavra de Deus valoriza tanto o embrião concebido, que define a concepção de um ser humano no ventre da mãe como algo "terrível e maravilhoso" (Salmos 139.14) Ela declara ainda que Deus escolhe pessoas desde o ventre (Isaías 49.12; Jeremias 1.5 e Lucas 1.15; 1.31-35).

O feto é vida humana para Deus, mesmo que ainda não plena em suas primeiras fases. Por isso, aborto por qualquer outro motivo, que não sejam o natural, o acidental ou o para salvar a vida da mãe, é pecado. Aborto por causa de estupro é pecado. Por meios bons ou maus, voluntários ou involuntários, desejados ou indesejados, sendo pelo amor ou pela violência, se uma vida está sendo gerada, fato é que ela deve ser respeitada. O bebê gerado por causa de um estupro não pediu para nascer. Ele não pode pagar com a vida por um erro que não cometeu. Não se pode culpar o bebê no ventre pelo pecado do pai, um estuprador, fazendo com que o bebê pague por ele com sua vida.

Aborto: a posição da Biologia, Ciência e Escrituras Sagradas são as mesmas?
Aborto - os sete métodos de homicício planejado contra seres humanos indefesos
Antes de abrir a boca para defendr o aborto...
Estupro seguido de gravidez - abortar é a solução?
Jesus, o libertador do medo
Gianna Jessen sobrevive de aborto, reage e vence
O feto que segurou a mão do médico durante a cirurgia

[Este artigo continuará em nova postagem e ser publicada brevemente]

Fonte: Revista Geração JC, páginas 13 e 14; março abril de 2016, Rio de Janeiro (CPAD).

terça-feira, 26 de abril de 2016

A maravilhosa graça


EBD - Licões-Bíblicas - Adultos: Maravilhosa Graça, o evangelho de Jesus Cristo revelado na carta aos Romanos.  Autor José Gonçalves. CPAD. Lição 5: A maravilhosa graça.
Por Eliseu Antonio Gomes

A graça é maravilhosa. Todos somos pecadores por natureza, mas Jesus, que nunca pecou devido sua natureza divina, veio para nos salvar e pagou com sacrifício por nós a culpa de nossos pecados. Ele sofreu em nosso lugar, e dessa maneira reconciliou-nos ao Pai (Isaías 53.6; Mateus 20.28; Romanos 3.25).

A influência da Carta aos Romanos na vida do avivalista inglês John Wesley

O avivamento evangélico do século 18 teve na figura de John Wesley o seu mais eminente representante. Porém, nem todos estão cientes que a Carta aos Romanos foi responsável pela profunda renovação espiritual de Wesley. A renovação espiritual que moveu a Inglaterra, iniciou em 24 de maio de 1738, quando Wesley visitou uma comunidade cristã na rua Aldersgate. Naquela noite, estava sendo lido o Prefácio de Lutero referente a Epístola aos Romanos. Assim que Wesley se expressou em seu diário: "(...) enquanto ele estava descrevendo a mudança que Deus operava no coração pela fé em Cristo, senti meu coração aquecer-se estranhamente. Senti que confiava em Cristo, somente em Cristo, para a minha salvação. Foi me dada a certeza de que Ele tinha levado embora os meus pecados, sim, os meus. E me salvado da lei do pecado e da morte".

A definição de "graça" na Bíblia

Romanos 5.20 b: "... onde o pecado abundou, superabundou a graça".

"Graça", no hebraico do Antigo Testamento, é “chen”. Significa curvar-se ou abaixar-se; é a aceitação e amor imerecidos da parte de um superior em valor e posição a um inferior. Atitude bondosa de Deus ou de um indivíduo em tempos de necessidade. Favor de Deus não merecido; salvação para os que merecem condenação (Romanos 3.24).

Outra palavra para "graça" encontrada no AT, mais de 250 vezes, é “hesed”. Esta palavra possui dois elementos essenciais. Primeiro: a ideia de força, lealdade, fidelidade. Segundo: a ideia de bondade, misericórdia. Ao associar estes elementos, captamos que "graça" tem a ver com "dedicação" e "verdade". É traduzida ao português como misericórdia, cujo significado é amor leal, firme e fiel, apontando ao auxílio divino.

Na definição do Novo Testamento, o termo "graça" é "charis" (grego), Significa bondade excepcional de Deus para com os seres humanos na condição de pecadores, para tornar possível o perdão e a salvação (João 1.14; Efésios 2.4-5). A palavra é usada cerca de cem vezes nas epístolas paulinas e vinte e quatro vez apenas em Romanos (1.5, 7; 3.24; 4.4, 16; 5.2, 15, 17, 18, 20, 21; 6.1, 14, 15; 11.5, 6; 12.3, 6; 15.15; 16.20, 24).

"Graça" é constantemente contrastada com a Lei, em que Deus exige justiça do homem (Tito 3.4, 5). Sob a graça, Ele concede justiça ao homem (Romanos 3.21, 22; 8,4; Filipenses 3.4). A misericórdia imerecida está sempre disponível para aqueles pecadores que creem no Evangelho e obedecem ao Senhor (Atos 11.23; 20.32; 2 Coríntios 9.14).

Os cristãos primitivos usavam essa palavra quando se reuniam e se saudavam (Romanos 1.7; 1 Coríntios 1.3; Gálatas 1.3).

O combate de Paulo ao Antinomismo

Como pode um indivíduo ser justificado e não viver justamente? Como consegue receber amor e não amar? Como é capaz de ser abençoado e não abençoar? Como alguém que recebe a graça não vive graciosamente? Paulo refuta tal ensino e comportamento reprováveis, cuja filosofia é identificada como antinomismo ("anti": contra; "nomi": lei moral).

Antinomismo, ou Antinomianismo, é a doutrina de que, pela fé e a graça de Deus anunciadas no Evangelho, os cristãos são libertados não só da lei de Moisés, mas de todo o legalismo e padrões morais de qualquer cultura. Também, é o modo antagônico de manifestação contra a lei e a legalidade, pode tornar-se patente através da rejeição anarquística da autoridade legislativa do Estado.

O Antinomismo é um dos maiores obstáculos contra o ensino do apóstolo Paulo quanto à maravilhosa graça de Deus, pois os promotores dessa ideia veem a graça mais como um motivo para se praticar o mal, do que para fazer o bem. Tal modo de pensar, trata-se de confusão no meio cristão, pois promove a extinção de quaisquer espécies de preceitos morais em forma de lei a ser seguida; traz implicações imorais às vidas das pessoas; faz com que se qualquer cristão exigir o mínimo de um comportamento moral do outro, logo seja denominado moralista, no sentido mais depreciativo do termo.

No capítulo 5.12-21, o apóstolo descreve a libertação do crente a partir da ação salvífica originada na graça de Jesus Cristo. E no capítulo 6, versículos 1 ao 23, mostra que a graça é oferecia ao cristão, porém, este cristão precisa corresponder à realidade da nova vida em Cristo. A regeneração, cuja graça de Deus manifestou-se em sua vida, deve rejeitar o pecado e produzir fruto para a santificação e para a vida eterna (versículo 22).

A analogia entre Adão e Cristo 

No capítulo 6 da carta aos crentes de Roma, o apóstolo Paulo aborda a questão da nova vida em Cristo; ensina que o crente não é mais escravo do pecado e que como nova criatura precisa viver para Deus, em obediência e santidade. Explica que o velho homem já foi crucificado com Cristo e, apesar disso, como nova criatura, o crente não alcança a perfeição, continua a ser tentado, mas desde o momento que decide viver pela fé, para Cristo, não é mais escravo do pecado, está livre pois Cristo habita nele.

Seja qual for o aprendiz consciencioso das Escrituras Sagradas, entenderá que Paulo não incentiva a vida em pecado. O apóstolo ensina sobre a universalidade dominante do pecado neste mundo, bem como o juízo e a morte; diz que ambos estão vinculados à pessoa de Adão (em quem o pecado superabundou). Paulo instrui sobre a entrada da justiça, o predomínio da graça, da justificação, retidão e da verdadeira vida, que estão ligadas a Jesus Cristo (em quem superabundou a graça).

O ser humano nascido de novo tem gerado dentro dele uma nova consciência que, mesmo quem não conheceu a Lei de Moisés, manifesta a ética e o comportamento baseado no Amor de Deus de maneira consciente e sincera (Gálatas 5.22-24). Ou seja, o Espírito Santo é quem convence este ser humano do pecado, da justiça e do juízo (João 16.8-11).

Conclusão

A doutrina da maravilhosa graça de Deus nos mostra que o ser humano dominado pelo pecado só pode ser livre desse domínio pela graça divina. Pela fé, morremos para o pecado e como novas criaturas vivemos em um mundo que jaz no maligno, mas desde o momento que tomamos a decisão de viver para Cristo experimentamos a vitória da graça e seus frutos: a vida neste presente século de forma sóbria, justa e piamente (Tito 2.11, 12).

A graça de Deus é colossal. É santificadora. É transformadora. Libertadora. Ela é vida, pois destrói o reinado da morte; ela é eterna, pois faz o homem levantar-se da morte para a vida plena. Atua no crente possibilitando que tenha uma vida justa e piedosa diante de Deus e dos homens.

O favor imerecido de Deus, mediante o qual os homens são salvos por meio de Cristo, não concede licença para a prática do pecado. É capaz de livrar as pessoas do senhorio do mal. Quando cheio da graça de Deus, o crente evita a impiedade, as paixões mundanas e vive a vida sensata que o Evangelho recomenda.

E.A.G.

Compilações:
Belverede, Eliseu Antonio Gomes, O Evangelho da Graça, 5 de julho de 2015, http://goo.gl/4BeUus
Bíblia do Pescador, página 1207, 1ª edição 2014, Rio de Janeiro (CPAD).
Ensinador Cristão, ano 17, nº 66, página 38, abril a junho de 2016, Rio de Janeiro (CPAD).
Lições Bíblicas - Mestre: Salvação e Justificação - Os pilares da vida cristã, Eliezer Lira, 1º trimestre de 2006,  página 33 a 40, Rio de Janeiro (CPAD).
Lições Bíblicas - Professor - Maravilhosa Graça - O evangelho de Jesus Cristo revelado na carta aos Romanos; 2º trimestre de 2016, página 35, Rio de Janeiro (CPAD).

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Liberdade feminina

Liberdade feminina. Par de botas usados como vaso de flores sobre a relva.

Liberdade feminina

"Queriam que ela
fosse do lar,
mas ela era do ler,
com essa liberdade,
ela era de onde quisesse ser."

Allê Barbosa.

________


O poeta tem razão. É bem assim mesmo. Os machistas querem que as mulheres trabalhem dentro de suas casas; as feministas dizem que devem trabalhar fora; e só quando a mulher busca conhecimento  é que ganha o discernimento necessário para saber discernir o que será melhor para si mesma, a ocupação e o lugar que melhor se encaixa com sua personalidade.

Pessoas não são feitas em esteiras de produção, como carros em fábricas. Cada qual é um ser único, criado por Deus com características distintas uma das outras e jamais deve querer se encaixar nas exigências das filosofias desse mundo, que apregoam modo de vida padronizado. 

Seja você, seja feliz! 

E.A.G.

A previsão meteorológica, a mãe, o filho e o cão na charge de Randy Glasbergen

Charge de Randy Glasbergen. Mãe lendo jornal, assentada em sofá, ao filho acompanhado de cachorro: "Gostaria que você fixasse em casa esta noite. A previsão do tempo disse que há uma grande área de ventos fortes, uma pressão atmosférica vindo do leste."

João 3.16


 "Porque Deus amou o mundo tanto que deu seu único filho para que todo aquele que nele crer não morra, mas tenha a vida eterna" - João 3.16. Versículo em formato de coração estilizado.

Aborto: Antibíblico, antiético, ilógico e imoral.

Aborto: Antibíblico, antiético, ilógico e imoral. 

Entenda porque são absurdos todos os argumentos dos defensores da legalização do aborto no Brasil.

Um dos assuntos mais revisitados nos últimos anos em nosso país tem sido a descriminalização do aborto, que volta a pauta neste ano aproveitando a comoção nacional com os casos de microcefalia, que supostamente estariam ligados ao Zika vírus. Apesar de todas as pesquisas apontarem que a maioria da população brasileira é terminantemente contra a descriminalização do aborto, grupos liberais e feministas tem feito constantemente pressão seja no Congresso Nacional, Supremo Tribunal Federal, para tentar liberar o assassinato de seres humanos ainda no ventre.

A Pesquisa Nacional de Aborto, feita em 2010 por grupos pró-descriminalização, é bastante questionada ainda hoje pela forma como como teria sudo feita, mas, a ser verdade o que aparece ali, cerca de 13% das jovens evangélicas brasileiras já teriam praticado o aborto, o que torna o assunto ainda mais urgente no meio evangélico.

A legislação brasileira permite, já há muito tempo, os abortos por causa de estupro e para salvar a vida da mãe, e desde 2012, também o aborto de anencéfalos, após decisão do Supremo Tribunal Federal. Porém, o que diz a Palavra de Deus sobre o assunto? Qual deve ser a posição do cristão, à luz da Bíblia, em relação ao aborto?

O que diz a Bíblia

Independente do motivo pelo qual a criança foi concebida, é Deus quem forma as crianças no ventre de suas respectivas genitoras (Jó 10.11-12; 33.4; Salmos 139.13-16). A Bíblia também afirma que os filhos devem ser tratados como presentes de Deus, dádivas divinas (Gênesis 33.5; Salmos 127.3). Ela declara que não devemos rejeitar uma criança, mas recebê-la como trataríamos ao próprio Jesus (Mateus 18.5; Marcos 9.36-37). O próprio Deus diz que ainda que uma mãe rejeitasse seu filho no ventre, Ele não o faria e que nunca se esquece dos seus filhos (Isaías 49.15-16).

A Bíblia ressalta que a vida foi criada por Deus. Esse ensino é afirmado tanto no Antigo quanto no Novo Testamento (Gênesis 1.27-28 e Atos 17.26). Portanto, somente Deus pode tirar a vida. Aliás, declara que não devemos assassinar, matar deliberadamente (Êxodo 20.13).

Quando a Bíblia ordena "Não matarás", em Êxodo 20.13, não está se referindo ao assassinato involuntário, acidental, mas a algo proposital. O verbo hebraico "ratsach" aparece 47 vezes em todo o Velho Testamento, sendo a primeira vez nesse texto dos Dez Mandamentos, e seu significado mais exato é "Não assassinarás" ou "Não cometerás assassinato", subtendendo no original hebraico a necessidade da intenção de matar. O verbo "ratsach" refere-se claramente ao homicídio premeditado. Nunca é usado para referir-se à pena de morte, isto é, à execução de um assassino (Gênesis 9.6) e nem para homicídio culposo, e muito menos para defesa própria ou em situações de guerra. Logo, os abortos natural e acidental não são imorais à luz da Bíblia, pois eles não são provocados, são involuntários. O aborto natural ocorre por doença ou morte do feto. Já o acidental é resultante de fatores como susto, queda etc; enfim, acidentes.

No caso do aborto para salvar a vida da mãe, a maioria dos cristãos tem  entendido historicamente, à luz da Bíblia, que embora seja doloroso e uma decisão muito difícil, não é pecado. Nessa situação, a maioria dos cristãos entende que há moralmente duas decisões possíveis: ou abortar a criança e salvar a vida da mãe ou a mãe decidir morrer para salvar a vida do filho. Nesses dois casos a decisão não seria imoral. Nem os pais estariam autorizando um assassinato nem a mãe estaria cometendo suicídio, porque o objetivo é salvar uma vida - no caso, um ou outro. É preciso, porém, frisar que há médicos hoje em dia que exageram na sua definição de gestações de risco, visando a um aborto; logo, é bom os pais ouvirem a opinião de mas de um médico. Nesses casos, até porque hoje em dia, devido aos avanços da ciência, a gravidez de risco torna-se cada vez mais contornável.

Os abortos pecaminosos são todos os que são provocados por razões totalmente egosístas ou eugênicas (para evitar nascer um filho com deficiência física). Esses abortos são um crime, uma covardia.

A Bíblia diz que é Deus quem dá a vida e que Ele abomina a morte de inocentes (1 Samuel 2.6; Jó 1.21; Provérbios 6.16-17; Deuteronômio 27.25; Gênesis 4.10; 1 Coríntios 3.17). Ela frisa também que entre os sangues inocentes está o das crianças (Salmos 106.38). Sem dúvida alguma, o sangue da criança não nascida é inocente. Não existe razão científica, médica, social, moral ou religiosa para colocar a criança no ventre  em uma classe inferior ao das crianças já nascidas.

A Bíblia ressalta que, em relação aos direitos fundamentais, não se pode dizer que alguém tem menos direitos do que outro, e sabemos que um direito fundamental é o direito à vida, que nos foi dada por Deus (Jó 31.13-15). A Bíblia também enfatiza que devemos não apenas não consentir na morte de inocentes, mas também nos opormos a ela, em vez de fecharmos os nossos ouvidos e olhos para essa matança (Provérbios 24.11-12; 29.7).

A Bíblia diz que devemos nos colocar em defesa dos mais fracos e indefesos, dos injustiçados e oprimidos (Êxodo  22.21-24; Salmo 82.3-4; Jeremias 22.3). e a criança no ventre, inocente por definição, que esteja sendo ameaçada de aborto por outras pessoas, está obviamente nessas condições. E não se pode justificar o aborto dizendo que todas essas crianças mortas irão para o Céu, porque não temos o direito de tirar a vida de ninguém, e não se pode fazer males visando a um bem (Romanos 3.8). E mais do que leviano: é imoral.

E mesmo se consideramos apenas a lógica, o aborto é imoral, porque se a criança no ventre é uma vida - e é -, logo o aborto não é a mutilação do corpo da mulher, mas assassinato, pois o feto não é uma extensão do corpo da mulher, mas outro corpo dentro dela.

[Este artigo continua: O embrião e o feto são vida 

Fonte: Revista Geração JC, páginas 13 e 14; março abril de 2016, Rio de Janeiro (CPAD).

__________

Postagens paralelas:

Aborto - a posição da Biologia, Ciência e Escrituras Sagradas são as mesmas? 


Amar o marido, para Cristo

Amar o marido, para Cristo. A Mulher Controlada pelo Espírito. Beverly LaHaye. Editora Betânia.
Por Beverly Laheye

Onde estão os homens crentes? Desde que a igreja começou, é provável que tenha havido milhões de mulheres crentes casadas com homens incrédulos. Parece-me que após casa palestra que faço sou procurada por cinco ou seis mulheres que pedem oração para seus cônjuges. Este tipo de esposa precisa de um amor especial, dado por Deus. Há ocasiões em que algumas delas chegam a espantar- se de ainda poderem continuar em frente; certamente, é preciso muita graça e sabedoria divinas para se poder viver com alguns homens de que tenho ouvido falar. Mas Deus é fiel! Nada é impossível! Ele ama com amor eterno, e seu amor se entristece por causa de um cônjuge não crente. Afinal, ele morreu pela alma daquele homem.

Viver uma vida santa

Muitos maridos têm sido conquistados para Cristo por causa da atitude de constante fidelidade da esposa para com ele. A mulher não deve tentar modificar o marido. A mulher não deve tentar modificar o marido; ela precisa aprender a aceitá-lo exatamente como é. Alguns maridos se tornam muito exigentes e até impertinentes quando o Espírito Santo começa a convencê-los de pecado. Geralmente, este período é de muito sofrimento e provação para a família, principalmente para a esposa. Ele precisa ser cercado por oração e compreensão; ela precisa da plenitude do Espírito Santo para permanecer firme e calma. É desígnio de Deus que a mulher se submeta ao marido, mesmo que ele não seja crente.

"Semelhantemente vós, mulheres, sede submissas a vossos maridos; para que também, se alguns deles não obedecem à palavra, sejam ganhos sem palavra pelo procedimento de suas mulheres, 2 considerando a vossa vida casta, em temor" - 1 Pedro 3.1-2.

"O vosso adorno não seja o enfeite exterior, como as tranças dos cabelos, o uso de jóias de ouro, ou o luxo dos vestidos, 4 mas seja o do íntimo do coração, no incorruptível traje de um espírito manso e tranqüilo, que és, para que permaneçam as coisas" - 1 Pedro 3.3-4. 

Compreenda-o

O marido incrédulo tem uma grande necessidade de compreensão e companheirismo - não tente competir com ele. Ele certamente não precisa de uma esposa murmuradeira; ele precisa ter a seu lado uma mulher de atitude positiva e construtiva. Procure ver o que o torna feliz e o que lhe causa sofrimento. Qual é a melhor maneira de reanimá-lo? Não converse sobre os problemas dele fora de casa. E, acima de tudo, não fique constantemente falando de Deus para ele - antes fale com Deus a respeito dele.

Procure agradá-lo

A mulher cujo marido não é crente deve ser a melhor dona de casa das redondezas. Ela deve cozinhar com o objetivo de agradar o marido. Seu trabalho de casa dever banhado em amor e oração. Alguns homens criticam muito a esposa crente. É dever dela fazer tudo que puder para agradar ao marido, e, ao fazê-lo, ela lhe transmitirá uma mensagem positiva. No entanto, mais importante do que o que ela faz, é a atitude que ela tem. Ela deve ser agradável, uma pessoa de agradável convívio. 

Respeite-o

Você precisa ser extremamente cautelosa em obedecer e respeitar seu marido. Existem alguns casos raros em que a esposa não pode submeter-se ou obedecer ao marido, e isto é quando ele lhe pede para fazer algo que é absolutamente contrário às Escrituras. Existem alguns exemplos disso: adultério, mentira, roubo, etc. Muitas vezes, algumas mulheres argumentam que Deus mandou-as desobedecer o marido em determinada questão. Contudo, não apresentam um mandamento definido das Escrituras sobre o assunto. Esta submissão pode implicar em que você seja obrigada a se desligar da classe da escola dominical ou até mesmo parar de frequentar os cultos. Mas lembre-se de que sua obediência e submissão, quando são inspiradas por uma atitude correta, serão de maior influência para ganhá-lo para Cristo, que sua assistência a um estudo bíblico.

Examine-se a si mesma

Você prega para ele? Será que você consegue entregar seu marido nas mãos de Deus e deixar as consequências das ações dele com o Pai celestial? Você ensina seus filhos a respeitar o pai? Será que você trabalha tanto na igreja, que acaba ficando fora de casa grande parte do tempo? Você o critica e é fria com ele? Talvez você precise confessar e pedir perdão ao seu marido pelas suas atitudes e atos errados.

Já pensou na outra faceta da submissão? Muitas mulheres ficam irritadas quando se toca neste assunto. Só conseguem pensar em seus direitos pisados. Será que nunca lhe ocorreu que Deus não teria pedido para submeter-se ao seu marido, a menos que ele tivesse necessidade de seu respeito e admiração? Os homens mais frustrados que conhecemos não são os que fracassaram na carreira ou nos estudos, mas, sim, aqueles cujas esposas não os respeitam e não se submetem a eles. Em muitos casos, o homem merece respeito da esposa, mas ela é tão dominadora, que recusa a submeter-se a ele. Ambos são um fracasso no casamento.

Eu e meu marido observamos certa vez uma santa mulher que amava seu marido para o Senhor. Primeiro, ela começou  a ir à igreja sozinha. Entrava e saía do salão despercebida, e não se demorava muito após o culto. Por isso era difícil travar conhecimento com ela. Mais tarde viemos a saber que ela assistia ao primeiro culto da manhã e depois saía logo para poder chegar em casa no momento de ser-lhe o desjejum. Ela passava o domingo todo com ele, "fazendo o que ele quisesse". Esta mulher ra uma crente silenciosa. Amava o Senhor profundamente, mas quando foi solicitada a ensinar uma classe de escola dominical, declinou polidamente. Aquela recusa não significava uma falta de interesse, mas, sim, que seu principal dever no momento era ser uma boa esposa e cônjuge para seu marido incrédulo. Ela se recusou também a unir-se à igreja, sem o marido, já que sentia que deveriam estar unidos na questão do arrolamento na igreja. Quer ela tivesse razão ou não ao tomar tal atitude, o certo é que ela demonstrou um belíssimo espírito e um grande desejo de ser uma mulher santa.

Ficamos a observá-la, e, durante quase sete anos, ela continuou assim, uma pessoa submissa, fiel e servidora. Num certo domingo de Páscoa, seu marido anunciou-lhe que iria levantar-se mais cedo que de costume para ir à igreja com ela. Esta iniciativa partiu inteiramente dele, e se constituiu no começo de uma nova vida para quele homem. Pouco depois, ele recebeu o Senhor Jesus, e o casal se tornou um em Cristo. Hoje eles são fiéis membros da igreja, e participam de várias de suas comissões. Essa senhora pode olhar para trás e contemplar sem remorso os anos de espera e adoração silenciosa. Ela não se lamuriou, nem pregou para o marido, nem o abandonou para ir aos cultos, em vez disso levou uma vida bela e condizente com sua fé, diante dele.

Fonte: Capítulo 6 do livro A Mulher Controlada pelo Espírito, Beverly LaHeye, páginas 56-59, quinta edição 1981, Belo Horizonte (MG), Editora Betânia. 

Acesse a loja virtual da Editora Betânia e adquira um exemplar de A Mulher Controlada pelo Espírito: http://goo.gl/rQhl6x 

sábado, 23 de abril de 2016

Nothing Compares 2 U (tradução)


Nada se compara a você
(Nothing Compares 2 U)

 

Já se passaram sete horas e quinze dias
Desde que você levou o seu amor embora
Eu saio toda noite e durmo durante o dia
Desde que você levou o seu amor embora
Desde que você se foi eu posso fazer o que quero
Posso ver quem eu quiser
Posso jantar num restaurante chique
Mas nada, eu disse nada, pode levar essa tristeza
Pois nada se compara
Nada se compara a você

Me sinto tão sozinho sem você aqui
Como um pássaro sem canção
Nada pode impedir essas lágrimas solitárias de caírem
Me diga, baby, onde eu errei?
Eu poderia abraçar cada pessoa que vejo
Mas elas só me fazem lembrar de você
Fui ao médico, sabem o que ele me disse?
Sabe o que ele me disse?
Ele disse: "rapaz, é melhor você tentar se divertir não importa como"
Mas ele é um bobo
Pois nada se compara
Nada se compara a você

Todas as flores que você plantou, Mamãe
Lá no quintal
Todas morreram quando você foi embora
Eu sei que viver com você às vezes era difícil
Mas estou querendo tentar outra vez
Pois nada se compara
Nada se compara a você.

Prince Rogers Nelson
Minneapolis, 7 de junho de 1958 — Chanhassen, 21 de abril de 2016.
_________

A definição da palavra "artista"

Para mim, ser artista significa usar a comunicação com criatividade acima da média, é ter coragem para criar de acordo com o talento que faz parte de si mesmo. Ser artista é, com naturalidade, comunicar-se sempre com genuinidade, é ter coragem para ser autêntico, é ser o (a) apresentador (a) da novidade.

Cantor, compositor, instrumentista de diversos instrumentos, Prince conheceu o ápice do sucesso deste mundo e também retumbantes fracassos, porque não abria mão de sua originalidade para agradar gravadoras e público. Foi religioso, apresentou-se como testemunha-de-jeová e até ousou criticar práticas homossexuais publicamente.

Da minha parte, analisando sua trajetória artística tendo como fio condutor minhas convicções cristãs, adquiridas pelo conhecimento bíblico, não posso concordar com grande parte da mensagem deste artista da música pop contemporânea. Mas, como cristão, fui além da reprovação de algumas letras e as suas danças de cunho erótico; orei por ele, pedindo ao Senhor para que ele fosse salvo. E minha esperança é que tenha aberto seu coração para Cristo antes falecer.

E.A.G.

quinta-feira, 21 de abril de 2016

Marco Feliciano recebe ameaças de morte após votar sim ao impeachment de Dilma Rousseff


Deputado Federal Marco Feliciano empunha placa com os dizeres "impeachment já".
Tiago Chagas

O pastor Marco Feliciano (PSC-SP) revelou que tem recebido ameaças de morte e violência contra ele e sua família por parte de manifestantes defensores de Dilma Rousseff (PT), devido à sua postura de oposição ao governo e a favor do impeachment.

Usando o Twitter, Feliciano disse que as ameaças contra ele e sua família, incluindo violência sexual contra suas filhas, foram feitas através de mensagens de texto, em um número que é “parlamentar”, ou seja, de uso privado para o exercício do mandato.

“Começou a patrulhagem dos petralhas e seus puxadinhos, ‘companheiros sociais’ com aquele monte de siglas, MST, CUT, LGBTT, e tutti quanti. Desde ontem, após a votação e aprovação da denúncia do impeachment, e meu SIM, meu nº de celular, WhatsApp, foi passado para esses grupos. Os deputados esquerdistas têm acesso fácil aos nossos números parlamentares e ‘vazaram’ meu número pra estes delinquentes e bandidos. Estou recebendo ameaças de linchamento e de morte. Nas mensagens, entre fotos pornográficas e memes, ainda ameaçam estuprar minhas filhas. Assim agem os que dizem lutar pela democracia e chamam o impeachment de golpe. São fascistas e canalhas, comunas que não aceitam perder o poder. Não me intimidarão. Chegou o fim da era das trevas provocada por este partido falido. Vamos até o fim. Impeachment já”, escreveu o pastor em sua rede social.

As ameaças não são exclusivas a Feliciano. A senadora Ana Amélia (PP-RS) fez um discurso na última semana, denunciando que também recebeu ameaças de morte e perseguição em seu número privado.

“Mesmo que tenhamos posições muito divergentes, não há como se praticar a democracia na selvageria, na base do confronto físico, do derramamento de sangue. Os líderes dos movimentos pró e contra o impeachment precisam orientar suas bases para que haja uma manifestação pacífica e ordeira, pois é isso o que a sociedade brasileira espera”, afirmou a senadora.

Ainda não há detalhes sobre as investigações sobre os casos, e quem seriam os autores das ameaças.

Fonte: Gospel Prime

Por que Dilma Rousseff e o PT devem ser afastados do poder político brasileiro. Jair Bolsonaro explica em vídeo





O livro Aparelho Sexual e Cia, publicado pela Cia das Letras, cuja autora é Helene Bruller, que ensina precocemente meninos e meninas sobre o ato sexual; incentiva o estilo de vida homossexual, que, segundo Bolsonaro, tem como objetivo promover atividades de pedofilia com mais facilidade.
Por que Dilma Rousseff e o PT devem ser afastados do poder político brasileiro? Ano 2016: o governo do PT continua distribuindo KIT GAY em escolas públicas.

O polêmico Deputado Federal Jair Bolsonaro explica em vídeo.

Bolsonaro reverbera a denúncia do historiador Marco Antonio Villa. O governo de Dilma Rousseff estraga o currículo escolar para crianças, a partir de seis anos de idade, nas escolas públicas ao, distribuir livros que promovem a erotização dos pequeninos.

O parlamentar mostra o livro Aparelho Sexual e Cia, publicado pela Cia das Letras, cuja autora é Helene Bruller, que ensina precocemente meninos e meninas sobre o ato sexual; incentiva o estilo de vida homossexual, que, segundo Bolsonaro, tem como objetivo promover atividades de pedofilia com mais facilidade.

Esta denúncia é mais um motivo para que os eleitores do Brasil afastem de uma vez por todas o PT, PSOL, PCdoB do poder político brasileiro.

Ninguém deve votar em partidos comunistas, pois a finalidade deles é destruir a família aos moldes bíblicos.

E.A.G.

A arte de Snezhana Soosh: relacionamento de pai e filha

pai e filha brincando com água_Snezhana-Soosh_Eliseu-Antonio-Gomes_Belverede

pai e filha cochilo na cadeira-Snezhana-Soosh_Eliseu-Antonio-Gomes_Belverede

Snezhana Soosh é uma artista de origem ucraniana, mãe de um menino de nove anos de idade.

Há quem diga que amar alguém é doar a este alguém cuidado, atenção e tempo. Nas imagens de Sooh, encontramos gestos cheios de ternura de um pai, de grandes proporções físicas, zelando pelo bem-estar de uma criança miúda. O contraste de aparências e as atitudes paternas tornam a estreita relação dos dois em uma relação que encanta.

pai e filha cuidado com o cabelo da bailarina-Snezhana-Soosh_Eliseu-Antonio-Gomes_Belverede

pai e filha dormem-Snezhana-Soosh_Eliseu-Antonio-Gomes_Belverede

Com sua arte, em produção em aquarela, de maneira surpreendente, ela cria ilustrações que capturam o amor de um pai por sua pequena filha em momentos da rotina da vida familiar. Segundo uma reportagem em mymodermet.com, em 17 de abril de 2016, Sooh espera que as telas ensinem seu filho a ser um bom pai, e mostrar aos homens que já são pais o quanto é importante que a figura paterna esteja inserida no dia a dia das crianças. A artista também revelou, na mesma entrevista, que seu pai não soube dar-lhe o carinho que ela retrata em suas pinturas.

pai e filha passeio na mala-Snezhana-Soosh_Eliseu-Antonio-Gomes_Belverede
pai e filha passeio-Snezhana-Soosh_Eliseu-Antonio-Gomes_Belverede

Em sua conta pessoal no Intagram, Snezhana Soosh compartilha toda a vitalidade de sua obra. Entre outros temas, mostra o pai cozinhando ao lado da filha; penteando seus cabelos; rindo, brincando, caminhando com ela...

pai e filha sombra na parede-Snezhana-Soosh_Eliseu-Antonio-Gomes_Belverede 
pai e filha superman com vassoura na mão-Snezhana-Soosh_Eliseu-Antonio-Gomes_Belverede

pai e filha teatro infantil-Snezhana-Soosh_Eliseu-Antonio-Gomes_Belverede

pai e filha trabalho e lazer-Snezhana-Soosh_Eliseu-Antonio-Gomes_Belverede

quarta-feira, 20 de abril de 2016

Poluição: como se comportam os seres humanos e os animais

Placa bem-humorada proibindo poluição em mata: "Nos campos e matas os animais não poluem; os humanos, sim. Por favor, comportem-se como animais".


Dilma Rousseff tem apoio do PCdoB que queima bandeira do Brasil

De dez parlamentares na Câmara dos Deputados filiados ao Partido Comunista do Brasil (PCdoB), dez votaram contra o encaminhamento do pedido de impeachment de Dilma Rousseff ao Senado Federal. Esse pessoal é muito próximo da presidente. Por quê? Qual é o alinhamento político que os une tanto? Qual interesse comum há entre eles?



Veja no vídeo como o PCdoB expressa amor ao Brasil. Em protestos, levantando bandeiras vermelhas, queimam a bandeira brasileira. Assim, demonstram detestar o sistema democrático, querem alcançar o poder e implementar regime comunista em nossa Nação.

Se algum dia você votou no PT e no PCdoB, saiba que não votou errado, você votou enganado por essa gente. Agora você sabe quem são eles e o que eles pensam. Nas próximas eleições, afaste-os do Poder.

E.A.G.

O melhor presente dos pais aos filhos

O melhor presente dos pais aos filhos.

A contingência da vida empurra o pai e a mãe para longe dos filhos. Eles têm que trabalhar fora de casa, para buscar o pão de cada dia; a criançada deve sair de casa e ir à escola, buscar o conhecimento necessário que os deixe preparados para ser cidadãos de bem na sociedade.

O desafio dos progenitores é superar esta distância, fazer dos momentos em que estiverem próximos dos filhos momentos realmente bons, horas inesquecíveis, tempo de valor inestimável. 

Que a presença não seja apenas física, mas de alma, de coração, de olhos nos olhos, de abraços, de risos e gargalhadas, brincadeiras e aprendizados. 

Que na família haja muito mais calor humano a cada dia, porque a ausência é desumana!

E.A.G.

terça-feira, 19 de abril de 2016

Domingo histórico! 17 de abril de 2016 - Câmara dos Deputados aceita andamento do processo de impedimento de Dilma Rousseff - Jorge Tadeu Mudalen vota "sim" ao impeachment de Dilma Rousseff


Domingo histórico! 17 de abril de 2016 - Câmara dos Deputados aceita andamento do processo de impedimento de Dilma Rousseff - Jorge Tadeu Mudalen vota "sim" ao impeachment de Dilma Rousseff

Assista ao vídeo da votação:


Placar da autorização de impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara dos Deputados. Sim: 367; não 137; abstenção: 007; total: 511; ausentes: 002

O Brasil venceu! Avenida Paulista, São Paulo (SP). Fachada da FIESP apresenta Bandeira do Brasil em seu painel luminoso.

Nós sabemos que os Deputados são representantes do povo.

Eu tenho uma curiosidade: sabendo que foram 367 parlamentares que votaram contra a continuidade do governo da Dilma, gostaria de saber quantos votos nas urnas estes 367 receberam, somar todos esses votos. Será que o número de votos reunidos é maior do que o número de votos que Dilma recebeu?

Seja qual for o resultado, sabemos que muitos votos dados ao PT, na última campanha presidencial, vieram de eleitores de Michel Temer - não é possível deixar de considerar os votos do PMDB em favor de Dilma Rousseff!

E.A.G.

Os benefícios da justificação


Lições Bíblicas - Adultos (CPAD). Maravilhosa Graça: o evangelho de Jesus Cristo revelado na carta aos Romanos. Comentarista: José Gonçalves.
Por Eliseu Antonio Gomes

"Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porquanto todos pecaram" - Romanos 5.12.

Lembro-me de uma história que li há algum tempo, que serve para ilustrar o que está exposto em Romanos 5.12. Conta-se que um velho lenhador trabalhava em uma fazenda. Seu trabalho era de rachar toras de madeira para uso da fazenda. Certo dia, enquanto passeava pela fazenda, o proprietário escutou o velho lenhador se lastimar da sorte. Ele dizia: "Adão, Adão, você me paga". Vendo as lamúrias do velho lenhador, o fazendeiro se aproximou e perguntou a razão que o estava levando a se lamentar. Ele então disse ao patrão que Adão era o responsável por aquela situação, pois, se não tivesse pecado, ele não estaria ali. Imediatamente o fazendeiro mandou-o abandonar o seu machado e se dirigir para a casa da fazenda.

Chegando ali, o fazendeiro disse: "A partir desse momento você não precisará mais rachar lenha. Você terá novas atribuições. Seu trabalho agora é ficar na varanda da casa fazendo o serviço de vigilância com o direito de beber limonada na hora que quiser!" O velho lenhador foi às lágrimas. Quando ainda se refazia de suas emoções, o fazendeiro concluiu: Mas o senhor não pode abrir aquela caixa fechada que está em cima do peitoril da casa". O velho lenhador balançou a cabeça afirmativamente. Pensando com seus botões, ele achou suas novas atribuições um presente de Deus.

Os dias passaram e o velho lenhador se regozijava de sua nova situação. Não estava mais trabalhando de sol a sol, mas na sombra da casa da fazenda. Passaram-se duas semanas e ele continuava firme em seu propósito de obedecer ao seu patrão e não tocar na caixa secreta que estava no peitoral da casa. Na terceira semana, veio-lhe a curiosidade de saber o que estava dentro da caixa. Por que ele não poderia tocá-la? Resolveu então tocar levemente na caixa. Foi o suficiente para observar por uma abertura que havia algo dentro da caixa - um pequeno pedaço de papel. Todos os seus instintos vibraram! O que poderia estar escritor nele? Passou então a racionalizar: Por que ele não poderia abrir a caixa e ler o papel? O que havia de mal nisso? Na quarta semana, o velho lenhador não resistiu à tentação e abriu a caixa! Quando retirou o papel, o seu conteúdo dizia: "Velho lenhador, a culpa não foi só de Adão. Volte já para o campo para rachar lenha".

O homem em Adão

A culpa não foi só de Adão. Em parte, a confusão de interpretação de Romanos 5.12 é motivada em torno da expressão grega "eph'hoi pantes hemarton", que aparece no final do versículo. As versões bíblicas não são unânimes na tradução dessa passagem. As controvérsias começaram quando Agostinho (354-430 d.C.), bispo de Hipona, que não era versado em grego bíblico, seguiu a versão latina "in quo", traduzindo erradamente a preposição grega "eph'hoi" (porque) com o sentido de "em quem". Então, a sentença grega "porquanto todos pecaram", no texto de Agostinho ganhou o sentido apenas de "em quem todos pecaram". O equívoco do bispo de Hipona conduziu muitos a acreditarem que os homens estavam maculados pelo pecado de Adão, que o pecado original foi transmitido de geração em geração, e que por isso não mereciam ser salvos.

Agostinho entendia que "nós estávamos em Adão" quando Adão caiu, portanto, o pecado de Adão também é nosso. Esta argumentação de Agostinho é considerada comprometida quando se sabe que a exegese feita por ele partiu de uma tradução equivocada.

Devemos perguntar o que significa "todos os homens pecaram". Não quer dizer, evidentemente, a condenação de uns para o inferno e outros não; nem tampouco a supressão do livre-arbítrio humano. Há vários indicadores nas Escrituras de que as pessoas não são moralmente responsáveis antes de certo ponto, o que às vezes chamamos de "idade de responsabilidade" (Mateus 18.3; 19.14; 2 Samuel 12.23; Isaías 7.15; Jonas 4.11). É evidente que, antes de determinado momento, na vida de todos os seres humanos, não existe a responsabilidade moral, pois não há consciência do certo e do errado.

Uma exegese mais fiel de Romanos 5.12 confirma  o conceito da corrupção do pecado e a consequente natureza pecaminosa humana, todavia, não é extremada como Agostinho ensinou. O apóstolo Paulo introduz no assunto um decisivo  elemento de liberdade e de responsabilidade, afirmando que a influência de um sobre todos é condicionado pela adesão destes. Portanto, o destino humano é requerido, escolhido.

A ideia de culpar a todos os seres humanos pelo pecado de um ser humano deve ser rejeitada. No versículo 12 de Romanos, de fato, à causalidade de Adão o apóstolo acrescenta a decisão negativa de todos os homens, junta a unidade-universalidade: "por um só homem entrou o pecado no mundo'... ',porquanto todos pecaram". A humanidade se fez solidária com o seu cabeça ao desobedecer ao Criador. Todos pecaram e a cada um é cobrado o seu próprio erro.

O homem em Cristo

Justificação: o ato divino pelo qual o ser humano que crê em Deus passa do estado do pecado ao estado de graça, torna-se digno de receber a vida eterna. Somente pela fé em Cristo e graça do Senhor o homem pode ser justo para com Deus (Jó 4.17; 9.2; 25.4; Habacuque 2.4; Atos 13.39; Romanos 3.24; Tito 3.5-7).

Ora, pode uma doutrina como a da justificação pela fé ter um benefício prático na vida do crente? Há alguma consequência concreta quando o crente ganha consciência de que foi justificado por Deus por intermédio da graça divina mediante a fé em Jesus?

Os teólogos se encantam com a passagem de Romanos 5.11-21 e debatem exatamente sobre como a morte foi transmitida a todos os homens através do pecado de Adão e a vida eterna por intermédio do sacrifício perfeito de Cristo na cruz. Essa questão para Paulo é de ordem prática. A nossa herança racial de Adão é de pecado, morte, alienação. Agora, no entanto, pertencemos a Cristo, o fundador de uma nova raça. Nossa herança nEle é de justiça e vida, através da justificação.

Muitas pessoas sofridas, cheias de condenação na alma e na consciência, chegam às comunidades evangélicas e a fé nesta verdade bíblica (da justificação) rompe e destrói as amarras daqueles que se sentem acuados pelo Acusador. A nova realidade de vida de uma pessoa justificada por Deus permite-lhe conhecer uma das mais ricas e consoladoras doutrinas sobre a condição do ser humano agora justificado por Cristo: a paz com Deus; acesso à graça através da fé; a esperança da glória; alegria durante as tribulações, o derramamento do amor divino no interior do coração; e, o amor de Deus demonstrado a nós através da morte de Cristo (Romanos 5.1-21).

E.A.G.

Compilações:
Ensinador Cristão, ano 17, nº 66, página 38, abril a junho de 2016, Rio de Janeiro (CPAD).
Lições Bíblicas Professor. Maravilhosa Graça - O evangelho de Jesus Cristo revelado na carta aos Romanos, José Gonçalves, página 30, 2º trimestre de 2016, Rio de Janeiro (CPAD)
Maravilhosa Graça - O evangelho de Jesus Cristo revelado na Carta aos Romanos. José Gonçalves. Páginas 47 a 52; 1ª edição 2016. Rio de Janeiro (CPAD).
Pequena Enciclopédia Bíblica Orlando Boyer, página 314, 30ª impressão 2012, Rio de Janeiro (CPAD). 

sábado, 16 de abril de 2016

Operadoras de internet brasileiras querem lucrar mais acabando com o uso de internet ilimitada


Sou contra a tentativa das operadoras de internet brasileiras colocar limites no uso da banda larga, porque será uma forma de explorar o usuário brasileiro financeiramente, muito além do que já está explorado. 

Caso ocorra o fim do uso ilimitado, o internauta será obrigado a pagar mais para ter direito de assistir filmes, vídeos, etc.

Eu assinei a petição da AVAAZ, sugiro que você também se manifeste, assinando contra, afinal, esta mudança não tem a intenção de abaixar preços, apenas encarecê-los. Siga o link, preencha os dados requisitados e compartilhe a página de petição com seus contato: https://secure.avaaz.org/po/petition/Vivo_GVT_OI_NET_Claro_Anatel_Ministerio_Publico_Federal_Contra_o_Limite_na_Franquia_de_Dados_na_Banda_Larga_Fixa/?akKujeb

E.A.G.

Devemos adorar a Deus no sábado ou no domingo?


Calendário. Sábado ou Domingo? Doutrina adventista. Devemos adorar a Deus no Sábado ou no Domingo?

Em 12 de janeiro de 2012 eu publiquei o artigo Os cristãos não precisam guardar o sábado.

Hoje, por volta das 2 horas, recebi uma crítica sobre o artigo. Segue os conteúdos do crítico e a minha resposta.

Eis a crítica:

"Eu não entendo vocês, eu não sou adventista sabe. Eu estudo as escrituras sagradas. Deus abençoou um dia, este é o sábado, podem ver no capítulo 2 de Gênesis. Depois, quando você vai para Apocalipse 12.17, ele menciona os ensinamentos em Cristo e os mandamentos de Deus.
Eu acho que no protestantismo deveria ter algum mas completo não deveria estar faltando. Se a linha protestante quer seguir mandamentos católicos tudo bem. Agora falar que o sábado não precisa ser guardado, sabemos qualquer interessado em estudar sabe que o único dia que Deus abençoou foi o sábado. Amados não se deixem ser enganados. Saibam que o verdadeiro caminho para com Deus é o estreito. Os mandamentos são os dez. Jesus disse que não veio abolir a Lei nem os profetas. A lei moral já está implantada em seu coração. Os fariseus na época não tinham amor, sensibilidade aos seus. Jesus veio acabar com o homem carnal pois eles só se baseavam em juízos aos outros e eram hipócritas de si mesmos. Pois quem mexe ou acaba com a LEI de Deus é o Anticristo."

Eis a resposta:

Olá, Anônimo.

Embora você se descreva como uma pessoa não-adventista, defende a doutrina deste movimento com bastante guarra.

Antes de ir ao assunto, sem qualquer espécie de ironia, quero dizer que respeito você e todas as pessoas que amam a Deus e desejam servi-lo de todo o coração. Que o capítulo 14 de Romanos seja usado como balanço moderador nas relações de cada um de nós.

Você citou Gênesis. Repare, o texto é um texto narrativo, não é um texto normativo. Não existe uma norma, há uma informação da ação do Criador: “E havendo Deus acabado no dia sétimo a obra que fizera, descansou no sétimo dia de toda a sua obra, que tinha feito. E abençoou Deus o dia sétimo, e o santificou; porque nele descansou de toda a sua obra que Deus criara e fizera" (capítulo 2 e versículos 2 e 3).

Depois, você cita Apocalipse 12.17: “E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra ao remanescente da sua semente, os que guardam os mandamentos de Deus, e têm o testemunho de Jesus Cristo”. Nesta passagem, não há qualquer referência para o dia de sábado; mas os adventistas interpretam considerando que exista (?).

O que eu penso sobre adoração no sábado ou domingo?

Resumidamente, repetirei o que escrevi no artigo: “Se a salvação do cristão dependesse da decisão de guardar determinado dia, Deus certamente teria dito isso com total clareza. Em certo momento, os apóstolos se reuniram com a intenção específica de debater e deliberar sobre os cristãos e a Lei de Moisés. O trecho de Atos 15.5-11, 24-29 foi a ocasião que Deus teve para comunicar claramente sua vontade à Igreja...”. E não há menção sobre o sábado nesta passagem de Atos e em nenhuma outra passagem do Novo Testamento.

Enfim, é preciso que o ser humano reserve um dia da semana para dedicar-se ao Senhor. Esta dedicação deve ser manifestada em atos de amor ao Criador. E amar a Deus significa amar o próximo também. Então, se dedicamos o sábado ou o domingo, que neste dia escolhido façamos o bem com maior afinco que nos demais dias da semana: aos entes da família; aos vizinhos; aos que se comportam como nossos inimigos...  Que este dia escolhido sirva para realizar reconciliações. E além de tudo isso, que possamos ir ao culto para louvar a Deus.

E.A.G.

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.