Select the language

Research | Pesquisar artigos de Belverede

domingo, 31 de maio de 2015

A brincadeira "Charlie, Charlie, Challenge" - evocação de demônio?

video

O lançamento de um filme de baixo orçamento, produzido em Hollywood, causou uma febre na internet. Jovens e adolescentes são incentivados a refazer uma cena em que personagens consultam uma pessoa morta. Coloca-se dois lápis em formato de cruz sobre uma folha de papel com as palavras "sim" e "não" e pergunta-se "Charlie, você está aqui?"

Seja esta propagação de postagens em redes sociais um golpe de marketing ou mais uma repercussão de lenda urbana, é fato que a Bíblia Sagrada recomenda a não consultar os mortos (Lv 19.31; 20.6, 27; Dt 18.11; 2 Rs 21.6; 23.24; 1 Cr 10.13; 2 Cr 33.6; Is 19.3; 29.4). Todo aquele que desobedece a orientação do Senhor perde bênçãos que Ele nos reserva e entristece ao Espírito Santo (Efésios 4.30).

Eu acredito que há o envolvimento de produtores de cinema, eles querem lucrar e incentivam a sugestão para que se fale sobre a consulta e faça a consulta, com a finalidade de tornar a produção cinematográfica mais conhecida, mas o objetivo deles em nada impede que o diabo trabalhe dentro da intenção deles, cause transtornos na vida de todas as almas que aderem à pergunta.

Toda pessoa sem Jesus está exposta a ser vítima de laços demoníacos, de uma ou outra maneira. 

E.A.G.

Fonte: Código Aberto

A verdadeira vocação da igreja - por Genivaldo Tavares de Melo




Marcha para Jesus 2015 reúne 500 mil pessoas no Rio de Janeiro

video

A Marcha para Jesus 2015 no Rio de Janeiro tomou uma das principais avenidas da capital fluminense neste último sábado, dia 30. Com o tema ‘Pela família, pelo Brasil e contra Corrupção’, cerca de meio milhão de pessoas, bem como lideranças do cenário político e religioso, participaram com muita alegria da 15ª  edição do evento, que este ano teve um itinerário diferente, com início na Central do Brasil e concentração na Praça da Apoteose, na Marquês de Sapucaí. [continuação da leitura aqui].

Estrada do Sapucaí
Fonte: Verdade Gospel - YouTube / portal

O amor cristão, o mendigo e a esmola


Quando tenho condições de colaborar com alguém que pede ajuda nas ruas, prefiro fazer isso entregando produtos da cesta básica, evito entregar dinheiro.

Grande parte das pessoas mendigas estão viciadas em algum tipo de droga. Então, ao receberem o valor em espécie é bem provável que este valor recebido será usado para satisfazer o vício. Assim sendo, ao dar dinheiro a elas eu não estaria ajudando, mas atrapalhando essas pessoas a recuperarem a dignidade e a deixarem o deplorável estado da mendicância.

Incubadora literária

Por Noélio Duarte

Não foi a energia elétrica, o átomo, os foguetes ou outra invenção do gênero a maior criação do homem.  Na verdade, a mais importante que as mãos  humanas criaram é bem mais simples e essencial que qualquer tecnologia: escrever. Por meio da escrita, o conhecimento foi transmitido e a cultura e a sociedade transformaram-se. A escrita foi e continua sendo a alavanca para o progresso do ser humano sobre a face da Terra.

Desde os escritos mais primitivos até Gutemberg e daí até o nosso tempo, o livro promoveu mudanças nunca vistas em toda a história da humanidade. Vale lembrar também que foi um livro, chamado Bíblia, que teve papel decisivo no pensamento humano. Isso nos mostra o poder do livro no desenvolvimento da humanidade.

Atualmente, o livro está um pouco de lado pelo fato de termos outras plataformas para trabalhar a escrita e disseminar o conhecimento. A alta tecnologia invadiu o comportamento humano com seus tablets, e-books, smartphones e, até mesmo, a tela dos monitores ficou mais espaçosa. A facilidade tecnológica está em todos os lugares: transportes públicos, rodoviárias, aeroportos, praças, shoppings, avenidas, cafeterias... Por onde andamos, há sempre alguém plugado em seus mágicos aparelhos.

A dimensão desse fenômeno é mundial. É fato que pessoas sabem usar muito bem a tecnologia, mas desaprenderam a escrever. 

Sou pastor, escritor e professor universitário e tenho ficado muito incomodado com o impacto que as "maquininhas" estão tendo sobre a construção da escrita, reduzindo a capacidade de concentração dos jovens. Recentemente, li alguns estudos que identificaram que jovens de 12 a 18 anos têm dificuldades para escrever textos curtos e médios. O motivo é o excesso de uso da internet. As escolas não incentivam mais a escrever. E isto implica que leitura e escrita estão sendo profundamente afetadas.

Diante deste cenário, entendi que poderia mudar o curso da história, pelo menos para os jovens da Primeira Igreja Batista em Caramujo (Niterói, RJ), igreja que estou pastoreando. Criei assim a "incubadora literária", Por meio de estratégias da PNL (Programação Neurolinguística) e do Coaching Literário, jovens e adolescentes estão aprendendo a escrever textos de pequena, média e alta complexidade, envolvendo temas diversos. 

Com essa metodologia, eles são preparados para enfrentar concursos públicos nos quais a redação sempre tem peso maior. Muitos dos que estudaram na "incubadora" foram vitoriosos. Um deles conseguiu o primeiro lugar em um concurso nacional de redação, promovido pela Academia Evangélica de Letras do Brasil (sediada no Rio de Janeiro), conquistando premiação em dinheiro.

O mais interessante nesta metodologia é que eles estão aprendendo a escrever por meio de temas bíblicos. São motivados a pensar biblicamente em cenários e ações de pensamentos diversos e, assim, têm condições de construir brilhantes textos. Esses textos têm se transformado em lindas mensagens de esperança. A Bíblia tem nos ajudado na formação de novos escritores para um novo e desafiador tempo.

Noélio Duarte é teólogo, fonoaudiólogo, neurolinguista, escritor, crônista e poeta. É membro titular e diretor de comunicação da Academia Evangélica de Letras do Brasil e é pastor da Primeira Igreja Batista Caramujo, Niterói - RJ.

Fonte: A Bíblia no Brasil, página 34, número 247, maio-junho de 2015, ano 67 (Sociedade Bíblica do Brasil).

sexta-feira, 29 de maio de 2015

As limitações dos discípulos

Minisserie A Bíblia (History) . O ator Diogo Morgado interpretou Jesus.

No decorrer de seu ministério, Jesus Cristo foi seguido por pessoas sem expressão social, cheias de problemas e limitadas, mas jamais os descartou por estas características.

Muitos crentes têm uma ideia errada sobre os apóstolos do Senhor, pessoas que foram inspiradas pelo Espírito para escreverem textos sagrados que hoje conhecemos como o Novo Testamento, norteiam a nossa vida e são tidos como única regra de fé e conduta. Assim como nós, os discípulos eram pessoas falíveis.

Os discípulos e a necessidade do perdão. "E os que estavam à mesa começaram a dizer entre si: Quem é este, que até perdoa pecados? E disse à mulher: A tua fé te salvou; vai-te em paz" - Lucas 7.49,50.

Os cristãos precisam manter a disposição de perdoar uns aos outros quando necessário, porque Deus não perdoa e nem age misericordiosamente com quem não perdoa e nem é misericordioso com o próximo. conferir: Mateus 6.15; Tiago 2.13.

A narrativa da mulher pecadora, que ungiu os pés de Jesus, na casa de um israelita chamado Simão, na cidade de Naim, nos mostra as seguintes características do pecador arrependido:

a. O reconhecimento de culpa;
b. O exercício de fé e a necessidade de alívio para a consciência;
c. A certeza do perdão e a consciência que as lágrimas não lavam pecado, mas o amor e intercessão de Cristo;
d. A experiência da purificação, que acompanha o perdão;
e. A gratidão.
f. O serviço. A mulher usou seu precioso unguento para lavar os pés do Senhor;
g. Paz. Jesus disse para mulher: "vá em paz", e foi assim que desde então ela viveu.

A falta de fé dos discípulos mesmo depois de verem milagres. "E aconteceu, no dia seguinte, que, descendo eles do monte, lhes saiu ao encontro uma grande multidão; E eis que um homem da multidão clamou, dizendo: Mestre, peço-te que olhes para meu filho, porque é o único que eu tenho" - Lucas 9.37,38.

A narrativa de Lucas contando o episódio em que o pai de um menino pede o socorro de Jesus em favor de seu filho, que sofria a possessão de um espírito maligno que o atirava ao chão, e o mantinha em convulsão e espumando pela boca, nos revela que muitas vezes os demônios atacam, de maneira visível, as pessoas. Porém, não necessariamente, todos os casos de convulsões tenham a mesma origem, sintomas parecidos podem ocorrer devido às causas físicas.

Diz o texto que os discípulos não tiveram autoridade de expelir o espírito, e Cristo ao saber do fracasso deles declarou que a causa de fracassarem era a perversidade (frisando: perversidade) e a incredulidade daquela geração. Então, pediu que lhe trouxessem o garoto e fez valer o seu poder e expulsou o demônio, deixando a todos que viram o exorcismo maravilhados com a sua presença e com a majestade de Deus.

O conhecimento da Palavra de Deus, aliado à oração, é a melhor maneira de encher-se de fé (Romanos 10.17).

Jesus não aceita a disputa dos discípulos. "E suscitou-se entre eles uma discussão sobre qual deles seria o maior. Mas Jesus, vendo o pensamento de seus corações, tomou um menino, pô-lo junto a si"  - Lucas 9:46,47.

Jesus responde à pergunta de quem é maior entre os discípulos, o episódio também está registrado em Mateus 18.1-5 e Marcos 9.33-40. Usa a figura de uma criança para ensinar que o maior no reino de Deus muitas vezes é considerado o mais insignificante pelos homens.

Jesus nos conclama à humildade. As pessoas muitas vezes desprezam os não-influentes e bajulam os que têm influência, aproximam-se dos grandes a fim de alimentar o ego e nutrir o status diante dos outros. Não precisamos nos importar nem um pouco com os símbolos de posição social neste mundo, porque o verdadeiro caminho para a grandeza é  a humildade, e o sinal de humildade mais aparente é incluir em nosso círculo de amizades as pessoas que o mundo considera os menos importantes.

Jesus repudia o exclusivismo dos discípulos. "E, respondendo João, disse: Mestre, vimos um que em teu nome expulsava os demônios, e lho proibimos, porque não te segue conosco. E Jesus lhe disse: Não o proibais, porque quem não é contra nós é por nós" -  Lucas 9.49,50.

O exclusivismo nada tem a ver com o ensinamento de Cristo.

Para João, não era suficiente realizar milagres em nome de Jesus; era necessário "seguir conosco" e Jesus ensina que não há neutralidade na luta contra o mal. Os que não são contra nós, são por nós, é uma prova que devemos aplicar a outros. E no capítulo 11 e versículo 23 de Lucas encontramos outro teste de Jesus, que devemos aplicar a nós mesmos: "quem não é por mim é contra mim".

Jesus é contra a avareza dos discípulos. "E disse-lhe um da multidão: Mestre, dize a meu irmão que reparta comigo a herança. Mas ele lhe disse: Homem, quem me pôs a mim por juiz ou repartidor entre vós?" - Lucas 12.13,14.

Possuir coração avarento é um grande perigo, a avareza produz muitas consequências ruins. A parábola do rico louco ensina-nos que Jesus não quis se ocupar demasiadamente com os interesses materiais de seus ouvintes; que a vida de alguém pouco tem a ver com a abundância dos seus bens; que a riqueza pode ser perdida em uma noite mas a verdadeira riqueza é o que temos diante de Deus.

O valor de uma vida não consiste naquilo que alguém tem mas naquilo que esse alguém é (Salmo 15.1-5).

Jesus ensina os discípulos quanto a solicitude da vida. "E disse aos seus discípulos: Portanto vos digo: Não estejais apreensivos pela vossa vida, sobre o que comereis, nem pelo corpo, sobre o que vestireis. Mais é a vida do que o sustento, e o corpo mais do que as vestes" - Lucas 12.22,23.

O ensino de Jesus nesta passagem bíblica é mais um convite para descansarmos nos braços de um Pai amoroso do que propriamente um mandamento, se consiste em um princípio libertador ao peso da preocupação excessiva. Sempre que nos concentrarmos em nós mesmos e não em Deus violamos o princípio de Jesus. Como seres humanos, às vezes ultrapassamos os limites e nos afligimos, ao invés de confiarmos nos cuidados eficazes do Senhor, desnecessariamente, carregamos o fardo pesado imposto por este mundo.

É importante lançar sobre Deus as nossas ansiedades, confiantes que Ele tem cuidado de nós (1 Pedro 5.7).

Conclusão

Na prática do cristianismo não há lugar para fingirmos ter valores espirituais melhores que os irmãos com quem convivemos.

A vida cristã é composta de posturas espirituais, porém, também, humanas. Nós corremos o risco de falharmos por fraqueza. Em momentos de fragilidade, a nossa fé deve estar cravada no Evangelho para superarmos todos os erros e culpas e dissiparmos todas os ardis da vida e do inimigo de nossas almas.

Embaraços e atos equivocados não podem ser considerados erros sem perdão. Ao pecar, não podemos encobrir o pecado, mas confiantes na bondade do Senhor confessá-lo com a disposição de não mais cometê-lo, confiantes que Ele perdoa os nossos pecados e nos purifica de todas as injustiças. E assim será (Provérbios 28.13; 1 João 1.9). 

E.A.G.

Compilações em:
A Bíblia Explicada, páginas 357, 358, 361, edição 1997, Rio de Janeiro (CPAD);
Bíblia de Estudo de Genebra, página 1198, edição 1999,  Barueri (SBB);
Bíblia de Estudo Vida, páginas 1605, 1613, edição 1998, São Paulo (Editora Vida).
Lições Bíblicas - Professor, José Gonçalves, 2º trimestre 2015, páginas 63,65, Rio de Janeiro (CPAD). 
Lucas, Introdução e Comentário, Leon L. Morris, página 167, reimpressão 2011, São Paulo, (Vida Nova). 

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Jesus avisou: "no mundo tereis aflições"

Por Eliseu Antonio Gomes

"E apliquei o meu coração a conhecer a sabedoria e a conhecer os desvarios e as loucuras, e vim a saber que também isto era aflição de espírito. Porque na muita sabedoria há muito enfado; e o que aumenta em conhecimento, aumenta em dor" - Eclesiastes 1.17-18 (ARC).

A Palavra de Deus dá a receita para suavizar as aflições. Basta que tenhamos em nosso dia a dia atitudes positivas, pois o que experimentamos hoje são consequências de atos que praticamos no passado. O apóstolo Paulo alertou, em Gálatas 6, que estamos envolvidos na Lei da Semeadura, a qualidade de tudo que colhemos é resultado da qualidade da semente que plantamos.

O apóstolo Pedro ensinou como plantar corretamente e dessa plantação receber uma vida prazerosa. Confira: "Como dizem as Escrituras Sagradas: 'Quem quiser gozar a vida e ter dias felizes não fale coisas más e não conte mentiras. Afaste-se do mal e faça o bem; procure a paz e faça tudo para alcançá-la. Pois o Senhor olha com atenção as pessoas honestas e ouve os seus pedidos, porém é contra os que fazem o mal' ” - 1 Pedro 3.10-12.

Entenda-se na citação bíblica da carta de Pedro que além de pessoas más intencionadas, existe gente que pratica maldades e diz inverdades por falta de vigilância no falar e agir. Não examinam se os seus passos seguem a direção indicada por Deus e não conferem se a afirmação que receberam de mentirosos são fatos ou invencionices e as transmitem para outros. É preciso vigiar para não cair no pecado por causa da displicência: "Quem pode ver os seus próprios erros? Purifica-me, Senhor, das faltas que cometo sem perceber. Livra-me também dos pecados que cometo por vontade própria; não permitas que eles me dominem. Assim serei uma pessoa direita e ficarei livre do grave pecado da desobediência a ti." - Salmo 19.12.

Provérbios 18.14 declara: "A vontade de viver mantém a vida de um doente, mas, se ele desanima, não existe mais esperança". Todas as pessoas que estão afligidas por quaisquer tipos de problemas devem considerar que o Senhor socorre aqueles que estão dispostos a fazer a sua vontade, praticando o bem e priorizando a justiça.

Enfim, Jesus disse: "Eu digo isso para que, por estarem unidos comigo, vocês tenham paz. No mundo vocês vão sofrer; mas tenham coragem. Eu venci o mundo. - João 16.33.

"Quando as pessoas honestas chamam o Senhor, ele as ouve e as livra de todas as suas aflições. Ele fica perto dos que estão desanimados e salva os que perderam a esperança." - Salmo 34.17-18.

"Quando estou aflito e preocupado, tu me consolas e me alegras" - Salmos 94.19. 

__________

Exceto a primeira, todas as citações bíblicas foram extraídas da Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH).

E.A.G.

quarta-feira, 27 de maio de 2015

As três fases de crescimento físico e espiritual

Por Eliseu Antônio Gomes

"Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino" - 1 Corintios 13.11.

No começo da nossa existência vivemos a infância, período bom da nossa vida em que é possível e temos o direito de passar viver brincando; mas chega a juventude e precisamos dividir os direitos com os deveres, as atividades lúdicas com os estudos, depois vem a fase adulta e é necessário encarar o dever de cumprir os compromissos como cidadãos de bem.

“Pais, escrevo-vos, porque conhecestes aquele que é desde o princípio. Jovens, escrevo-vos, porque vencestes o maligno. Eu vos escrevo, filhos, porque conhecestes o Pai. Eu vos escrevi, pais, porque já conhecestes aquele que é desde o princípio. Eu vos escrevi, jovens, porque sois fortes, e a palavra de Deus está em vós, e já vencestes o maligno. Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre” - 1 João 2:13-17.

Tal qual na vida secular, é na vida espiritual.

A infantilidade

Aceitar Jesus como Salvador é um passo de fé que deve ser seguido por outros. Só cresceremos espiritualmente ao tomar a decisão de também aceitar a Jesus como Senhor. Isto é, obedecer aos mandamentos de amar a Deus em primeiro lugar e o próximo como a nós mesmos. E esta obediência é um ato de todas as horas, todos os dias, para todos os lugares e situações.

“Não te maravilhes de te ter dito: Necessário vos é nascer de novo” - João 3.7.

“Meus filhinhos, por quem de novo sinto as dores de parto, até que Cristo seja formado em vós” - Gálatas 4.19.

A juventude

Na adolescência, período da transição entre ser criança e pessoa adulta, quando a beleza do corpo e a força física atingem o ponto mais alto, precisamos considerar que existimos por causa do Criador e que Ele tem um ótimo propósito para nós. 

"Alegra-te, jovem, na tua mocidade, e recreie-se o teu coração nos dias da tua mocidade, e anda pelos caminhos do teu coração, e pela vista dos teus olhos; sabe, porém, que por todas estas coisas te trará Deus a juízo. Afasta, pois, a ira do teu coração, e remove da tua carne o mal, porque a adolescência e a juventude são vaidade" - Eclesiastes 11.9,10.

“Ninguém despreze a tua mocidade; mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, no amor, no espírito, na fé, na pureza” - 1 Timóteo 4:12.

A maturidade 

Jesus se faz presente entre os crentes quando eles se reúnem em nome dEle, nesta reunião Ele nos favorece através de talentos natos, dons espirituais e dons ministeriais.

“E ele mesmo' (Jesus Cristo) 'deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores, querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo; Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo, para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente” - Efésios 4.11-14 (parêntesis meus).

Conclusão

É importante viver, e deixar os outros viverem, as três fases da vida intensamente considerando que para tudo existe o tempo determinado (Eclesiastes 3.1)

O comportamento individual de cada um precisa ser restrito à faixa-etária na qual está vivendo. A criança deve ser tratada como criança, o adolescente como adolescente e o adulto como alguém amadurecido. Quando não existe tal consideração, o ser humano adulto pode se transformar em pessoa problemática.

"Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe não caia" - 1 Coríntios 10.12.Tenhamos muita atenção para viver corretamente a fase adulta,  fazendo o bem para nós mesmos e para o próximo. Assim como quem não se sujeita às leis é obrigado a cumprir a pena aplicada pelas autoridades, no campo espiritual todo aquele que planta o erro não colherá benesses (Romanos 13.1-4; Gálatas 6.7-8).

E.A.G.

terça-feira, 26 de maio de 2015

Louvado seja o nosso Deus de paz

“Porque Deus não é Deus de confusão...” – 1 Coríntios 14.33 a.

Todos sabem, mas escrevo para nos fazer relembrar o sentido do substantivo feminino "confusão" , porque é sempre bom meditar nas Escrituras Sagradas aprofundadamente.

A palavra “confusão” significa atordoar; atroar.

Atordoar é causar abalo ou perturbação de sentidos; e atroar significa f
azer estremecer por meio de estrondo; afetar a audição, magoar, maltratar.

 “... senão de paz, como em todas as igrejas dos santos” - 1 Coríntios 14.33 b.

Toda revelação que vem da parte de Deus não confunde as pessoas, esclarece; não cria problema, apresenta soluções aos problemas que o ser humano é o responsável. Então, caso encontrar pessoas entregando mensagem que não seja elucidadora e pacificadora em seu círculo social, mensagem que não produza paz em sua vida, descarte essa mensagem porque não provém do Senhor.

Toda espécie de revelação entre os irmãos em Cristo só deve ser aceita como ação do Espírito após passar por análise cuja base é única e exclusivamente a Escritura Sagrada. Apenas quando o conteúdo revelado é comprovadamente de acordo com a Escritura é que poderá ser recebida como proveniente de Deus. A Bíblia Sagrada causa bem ao ser humano, de maneira individual e coletiva. Ela ensina, não confunde; ela responde com argumentos eficazes, não suscita dúvidas; corrige reparando injustiças e jamais cometendo-as. A Palavra de Deus age assim com a finalidade de aperfeiçoar o ser humano, para que o ser humano aprenda a refutar as obras más e ser praticante de boas obras (1 Timóteo 3.16-17). Que o nosso Deus de paz seja louvado em nossas falas e atitudes esclarecedoras e pacificadoras.

E.A.G.

Progaganda de produtos Boticário sugere que você aplauda filosofia homossexual e faça favor de comprar seus produtos

Eliseu Antonio Gomes

Eu poderia colocar como título deste artigo a seguinte frase: Publicidade de produtos de O Boticário ajuda concorrente Avon a vender mais.

Propaganda do grupo O Boticário, realizada para o Dia dos Namorados, obviamente visando atingir público que está na paquera ou namorando, parece mais interessada em defender causas homossexuais e agradar ao grupo LGBT do que conquistar o gosto de potenciais novos fregueses e fidelizar fregueses já conquistados.

O comercial apresenta quatro pessoas de meia-idade. Dois homens e duas mulheres em locais diferentes. Um homem entrando em uma loja de O Boticário, outro se vendo no espelho, uma senhora cuidando dos cabelos também diante do espelho, e outra preparando prato comida na cozinha. Depois, um desses dois homens e uma dessas mulheres saem de seus domicílios e usam serviço de taxi e chegam na casa de seus pares. Então, vemos que o presente não é dado de um homem para uma mulher, mas de homem para homem e mulher para mulher, tendo ao fundo mensagem de áudio aludindo ao Dia dos Namorados com uma frase falando algo sobre sete tentações.  Assista e divulgue este vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=1_04RSlhQAA 

Ao assistir esta peça publicitária, sinto o odor de quedas nas vendas para o grupo O Boticário e uma bela e desejável fragrância de lucros altos às empresas de cosméticos concorrentes neste 12 de junho de 2015 e todos os dias subsequentes. 

O profissional que teve a ideia trabalhou muito bem em favor da Avon, Jequiti e similares.

Esta propaganda é um ótimo impulso ao aumento de vendas do estoque dos fabricantes de perfumes que concorrem diretamente com O Boticário! Por quê? Porque ela é muito bem realizada esteticamente mas possui uma mensagem contendo ar de superioridade, como o professor que o aluno não escolheu para ensiná-lo, além disso é uma mensagem sem apelo emocional conveniente a quem queira ter sucesso ao vender.

Eu sugiro a todos os cristãos, católicos e evangélicos, que mostrem esta peça publicitária para o maior número de irmãos e irmãs em Cristo. 

E.A.G.

sábado, 23 de maio de 2015

Pastor Silas Mafalaia responde ao ex-presidente Lula, que fez deboche contra evangélicos



video

Fonte:
Entre Nós - http://cordsp.blogspot.com.br/2010/01/luis-inacio-e-crise-de-hipertensao.html 
Silas Malafaia Oficial / YouTube - https://www.youtube.com/user/SilasMalafaiaOficial 

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Se Cristo vos libertar


A liberdade que Cristo dá é verdadeira, o texto bíblico no capítulo 8 e versículo 36 do Evangelho segundo João não é uma simples frase de efeito, não é reles discurso retórico, não há eufemismo nesta declaração. Todo aquele que crer em Jesus como Salvador e segui-lo como Senhor, tem condição absoluta de ser uma pessoa livre.

Então, tome a  decisão de desde já viver sua vida usando sua autonomia, faça valer sua posição de pessoa independente e isenta de restrições impostas pelas dificuldades desse mundo. Anuncie com ousadia a todos que Cristo abre cativeiros e liberta quem queira estar livre de hábitos ruins, vícios, doenças, opressões e possessões malignas. Faça todos saberem que Ele concede ao indivíduo o poder de não estar sujeito a controle e arbitrariedades limitantes, dá a todos o domínio para que estejam acima da coação física, moral e espiritual

"Se Cristo vos libertar..." Ele quer que os seres humanos gozem da liberdade, mas depende de nós aceitar a ação libertadora! Tenha bom ânimo, queira e acredite que pode ser livre das aflições desse mundo.

Para experimentar a regalada condição de pessoa não sujeita a servidão, é preciso crer na promessa bíblica, colocando a fé em prática através da obediência à Palavra de Deus. Faça isso e viva sua liberdade plenamente.

Algumas pessoas são libertas rapidamente, no tempo de um piscar de olhos, porém, outras passam por um processo que demanda algum tempo maior. Não importa se a libertação ocorre de um ou outro modo, o importante é conquistar a liberdade em definitivo.

E.A.G.

terça-feira, 19 de maio de 2015

Entre os doze apóstolos do Cordeiro está Matias ou Paulo?

Por Eliseu Antonio Gomes

Desde quando Eva deu ouvidos ao blá-blá-blá da serpente e Adão prevaricou em sua obrigação de fazer valer o que Deus ordenara, o pecado está entre nós. Assim sendo, no decorrer dos anos, observamos que até nas melhores intenções humanas parece existir o erro. 

Não era Urim e nem Tumim

Vejamos o início da igreja no relato de Atos 1.26. Pedro achou por bem escolher outro para o posto vago deixado pelo traidor Judas Iscariotes. Todos os dez apóstolos concordaram com Pedro e votaram em favor de Matias. Mas, Jesus não o chamou ao apostolado, Jesus chamou Paulo, conforme podemos ler em Atos 9.15.

Existe no meio cristão quem aceite a Matias como um autêntico apóstolo de Jesus, mesmo tendo sido escolhido através do método de sorteio. Há quem acredite que Pedro e seus companheiros de apostolado usaram as pedras Urim e Tumim, porém, não era possível o uso das duas pedras por parte dos apóstolos, pois elas eram usadas apenas pelos sacerdotes judeus, que as guardavam em sua indumentária de culto, portanto, Pedro e os demais não tinham acesso a elas.

É fato que Cristo encontrou-se com Saulo na estrada de Damasco e o enviou aos gentios. A terminologia da palavra enviado é apóstolo. É fato que Cristo não enviou Matias, e que Matias era apenas um entre os discípulos. A palavra discípulo significa aluno.

Filho abortivo?

Alguns que defendem a autenticidade do ministério de Matias como apóstolo, citam o texto de Paulo em 1 Coríntios 15.3-11, onde ele escreveu considerar-se filho abortivo. 

Reparemos no detalhe das palavras de Paulo e todo o contexto da carta aos crentes de Corinto. Naquela geração dos primeiros anos da era cristã, aos olhos humanos, talvez Saulo fosse o menos provável a ser um cristão. Paulo escreveu considerar-se COMO um filho abortivo fazendo um comparativo relativo à rejeição que sofria por parte dos cristãos. Rejeição esta muito parecida com as mães que abortam os fetos.

A menção de provável aborto era apenas a definição que descrevia o sentimento de tristeza no coração de Paulo, por sofrer a rejeição de seus irmãos de fé, nada tinha a ver com uma rejeição de Cristo.

Ora, não dizemos que aqueles que conhecem a Jesus por meio de nosso ministério é um filho na fé? Paulo teve um encontro direto com Cristo, não houve ninguém que o evangelizasse porque todos o desprezaram devido ao medo que ele impunha como perseguidor da Igreja, por isto comparou-se a um infeliz ser abortivo.

A institucionalidade religiosa

Aqueles que defendem Matias como um autêntico apóstolo de Cristo, citam também Atos dos Apóstolos, capítulos 11, 13, 14 e 15. Narrativas que apresentam o momento em que Paulo se sujeitou aos apóstolos, talvez incluso ali o próprio Matias. 

Mas estes textos narrativos não alteram o fato de Paulo ter a experiência pessoal do seu chamado ao apostolado diretamente da parte do Senhor no caminho de Damasco. Não muda o fato de Matias estar entre os doze sem que fosse chamado diretamente por Cristo. E não muda o fato de que o registro que Lucas escreveu sobre o episódio do sorteio, em que Matias foi considerado pelos homens como apóstolo, não existe a informação que Pedro e os outros 10 tivessem recebido resposta de Deus. 

No momento em que lançaram sorte, Lucas narra que 11 homens entraram em consenso e entre si escolheram Matias, não há se quer a menção do Espírito Santo naquela escolha. Confiram: Atos 1.15-26.

O divino colegiado dos doze

Percebemos que nas Escrituras existem algumas fixações por números. Sete, dez, doze... A Bíblia os trata com relevância (não entendo muito bem a razão, apenas constato isso). Através dos Evangelhos de Mateus, Marcos, Lucas e João e de Atos dos Apóstolos está esclarecido que no ministério terreno de Jesus foi escolhido o número 12 ao grupo de pessoas autorizadas a lançar os fundamentos da Igreja. E em Apocalipse 21.14 está comprovado isso, pois João relata ter visto "os doze apóstolos do Cordeiro".

Conclusão

Então, fica a pergunta: na revelação espiritual João viu entre os doze Matias ou Paulo?

E.A.G.

sábado, 16 de maio de 2015

Se tiver amor o resto a gente ajeita


Quer viver em acordo com Deus? Ele é amor, então passe a agir conforme as Escrituras Sagradas recomendam.

Qual é a recomendação? Amar. Tenha a disposição de alimentar sua fé estando sempre em concordância com a Palavra, isto é, amando.

Na passagem de Mateus, capítulo 22 e versículos 34 ao 40 Jesus explica o que fazer para ser um cristão em sintonia com o Criador. Primeiro, é preciso adorar a Deus em nosso cotidiano, estar diuturnamente nos esforçando para ser fiel, com toda a força que há em nosso coração e entendimento, adorá-lo através de nosso estilo de vida. E, em segundo lugar, também  é necessário usar o máximo possível de esforço para amar ao próximo como amamos a nós mesmos.

Precisamos amar o semelhante com toda dedicação possível, pois é desta maneira que expressamos nosso amor ao Senhor. Por quê? Porque quem manda amar o próximo é Deus. Então, ninguém é capaz de dedicar adoração a Deus se não praticar o amor aos semelhantes.

Amar de verdade é praticar ações de bem, tomar atitudes positivas, não basta elaborar bons discursos dizendo "eu te amo".

"Misericórdia, e paz, e amor vos sejam multiplicados" - Judas 1.2.

A Bíblia explica o amor

Amor - filtro purificador de todo comportamento social

E.A.G.

sexta-feira, 15 de maio de 2015

A Bíblia Sagrada afirma que homens são deuses?

Por William MacDonald
Mario Persona (Tradução)

Jesus diz que somos deuses?

Sobre sua dúvida em João 10:34-36 vou traduzir um comentário que achei bem completo:

"Respondeu-lhes Jesus: Não está escrito na vossa lei: Eu disse: sois deuses? Pois, se a lei chamou deuses àqes a quem a palavra de Deus foi dirigida ( e a Escritura não pode ser anulada ), àquele a quem o Pai santificou e enviou ao mundo, vós dizeis: Blasfemas, porque disse: Sou Filho de Deus?"

Aqui o Senhor Jesus citou o Salmo 82:6 para aqueles judeus. Ele chamou isso parte da Lei. Em outras palavras, foi tirado do AT que eles reconheciam como sendo a Palavra de Deus inspirada. O versículo completo diz assim: "Eu disse: vós sois deuses, e vós outros sois todos filhos do Altíssimo". O Salmo era dirigido aos juízes de Israel. Eles eram chamados "deuses" não por serem divinos, mas por representarem a Deus quando julgavam o povo. A palavra hebraica para "deuses" (elohim) significa literalmente "poderosos" e pode ser aplicada para personalidades importantes como os juízes. (Fica claro pelo restante do Salmo que eles não passavam de homens e não deidades, pois julgavam injustamente, faziam acepção de pessoas e pervertiam a justiça).

O Senhor usou este versículo dos Salmos para mostrar que Deus usava a palavra "deuses" para descrever homens aos quais foi dada a Palavra de Deus. Em outras palavras, esses homens eram porta-vozes de Deus. Deus falava à nação de Israel através deles. Eles eram uma manifestação de Deus em seu lugar de autoridade e juízo, e eram os poderes ordenados por Deus. "E a Escritura não pode ser anulada", disse o Senhor, expressando sua crença na inspiração nas escrituras do Antigo Testamento. Ele fala delas como escrituras infalíveis que devem se cumprir, e que não podem ser negadas. Na verdade, as próprias palavras das Escrituras são inspiradas, não apenas seus pensamentos ou idéias. Todo o argumento do Senhor está baseado numa única palavra, "deuses".

O argumento do Senhor vai do menor para o maior. Se juízes injustos eram chamados "deuses" no Antigo Testamento, quanto mais direito tinha Ele (Jesus) de dizer que era o Filho de Deus. A Palavra de Deus veio a eles; Ele era e é a Palavra de Deus. Eles eram chamados "deuses"; Ele era e é Deus. Jamais poderia ser dito deles que o Pai os houvesse santificado e enviado ao mundo. Eles nasceram no mundo como quaisquer outros filhos do caído Adão. Mas Jesus foi santificado (separado) pro Deus Pai desde a eternidade para ser o Salvador do mundo, e foi enviado ao mundo do céu onde sempre habitou com Seu Pai. Assim Jesus tinha todo o direito de reivindicar igualdade com Deus. Ele não estava blasfemando quando clamava ser o Filho de Deus, igual com o Pai. Os próprios judeus usavam o termo "deuses" para homens corruptos que eram meros porta-vozes ou juízes designados por Deus. Quanto mais podia Ele (Jesus) reivindicar o título, já que ele realmente era e é Deus.

Conteúdo extraído de Believer's Bible Commentary cujo autoria de comentários é de William MacDonald, editados por Arthur Farstad e publicados pela editora Thomas Nelson Publishers.

Fonte: O Que Respondi - http://www.respondi.com.br/2010/01/jesus-diz-que-somos-deuses.html

Desenterrando talentos para novos propósitos na vida


Por João Cruzué 

"Nenhum homem é uma ilha isolada; cada homem é uma partícula de um continente, uma parte da terra..." Quem disse isto, foi o poeta inglês John Donne (1572-1631), mas foi o apóstolo Paulo quem deixou escrito estas belas palavras: E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus", em Romanos 12.2.

Deus é o Criador. Ele deu propósito a tudo e a todos. Minha vida tem um propósito. Você foi criado para um propósito especial. Hoje somos 6,5 bilhões de seres humanos, cada um tem pelo menos um talento especial, que se descoberto e trabalhado, contribui para fazer deste mundo um lugar melhor para se viver.

Continuação da leitura em Olhar Cristão

Imagem: http://www.wpclipart.com/food/fruit/grapes/more_grapes/green_grapes_on_vine.png.html

quarta-feira, 6 de maio de 2015

As incríveis e esquecidas promessas feitas no altar durante a emocionante cerimônia de casamento

Na postagem Pastor Jabes de Alencar e Nani Abílio eu escrevi sobre o divórcio e segundo casamento do fundador da Assembleia de Deus Bom Retiro, e  ontem um visitante deste blog manifestou-se lá sem se identificar. Tudo bem, aceito anonimato neste caso em que a pessoa fala de si mesma e não contra terceiros. A pessoa anônima disse ter se casado, tido um filho fruto deste matrimônio e em seguida se separado e agora estar frequentando a AD Bom Retiro porque ali não sofre julgamentos de ninguém. Com este argumento, declarou que entendia o que Jabes  e ex-esposa sentiam ao ler as críticas sobre a separação conjugal.

Na publicação anterior eu não fiz aprofundamento do que penso desta situação, apenas reportei o fato usando fotos, nesta resposta, que destaco nesta data, eu publico meu pensamento. 
________

Caro Anônimo (5 de maio de 2015).

O impacto ocorrido e a repercussão desenrolada pelo fato da separação do Pr. Jabes e seu novo casamento acontece em razão da grande representatividade que a pessoa dele exerceu com proeminência dentro do cenário evangélico em várias décadas. Importância e projeção como representante da classe de pastores.

Tenho carinho pelo Pr. Jabes e irmã Zilmar. Não conheço detalhes sobre a motivação deles para o fim do relacionamento de tantos anos vividos juntos - e nem tenho interesse em invadir a privacidade de ambos. Eu me entristeci ao receber a informação.

Dentro da Bíblia Sagrada, o matrimônio é um assunto sério, delicado e importantíssimo. Apesar de existir na sociedade brasileira atual gente admirada vivendo na condição de divorciadas e casadas outra vez, e até gente que está em nossos círculos de pessoas próximas que amamos, e este assunto ser um tema muito dolorido, delicado para muitos, cuja abordagem tem peso para causar lágrimas para tantos, nenhum explanador das Escrituras Sagradas está autorizado por Deus a silenciar-se. O pregador precisa de tato, amor, e coragem, dizer tudo o que há na Bíblia contextualizadamente sobre isso, pois antes de amar o próximo deve amar ao Deus da Palavra. 

Sabemos que existe da parte de Deus a permissão para que haja o divórcio na situação de imoralidade sexual, e isto precisa ser observado com atenção quando falamos do assunto. Entretanto, a exceção, que é divorciar-se, não ocupa o lugar da regra, que é "o que Deus uniu não separe o homem".

Veja:

1. No Antigo Testamento, livro de Gênesis, encontramos Deus criando o relacionamento interpessoal. E não foi entre amigos, entre patrões e empregados, entre colegas de trabalho ou escola, foi entre marido e esposa. As outras modalidades de relacionar-se na sociedade humana surgiram depois.

2. O Filho Unígênito de Deus, o menino Jesus, cresceu dentro da proteção de um casamento. O Pai celestial confiou ao casal José e Maria que o criassem até que Ele chegasse à fase adulta. Só após Jesus conhecer pessoalmente a significância de uma família estruturada, segundo os parâmetros do Criador ,é que iniciou a vida longe do lar.

3. A inauguração da série de milagres de Jesus Cristo aconteceu em uma festa de casamento. Não poderia ser em outro evento, pois assim Ele corroborou a importância que há em um homem unir-se com uma mulher e com ela tornar-se em uma só carne. Tal unicidade é algo profundo, pois duas pessoas transformadas em uma geram outras pessoas, almas passam a existir, surgem vidas novas cuja finalidade é amadurecerem e de maneira voluntária e consciente adorarem ao Criador por toda a eternidade.

Saiba que não tenho a intenção de pôr meu dedo em feridas. Desculpe-me ressaltar que você falou em feridas da separação conjugal. É necessário enfatizar que além de ex-marido você é um pai. Comentou aqui que casou-se e separou-se da mãe de seu filho. Então, espera-se de você e da sua ex a disposição para com muita seriedade honrar a responsabilidade de educar a criança, tanto para as coisas dessa vida quanto para as coisas de Deus, ensinar a servir ao Senhor e influenciar a ser um cidadão de bem.

Espera-se a mesma intensidade de consideração em todas as pessoas evangélicas separadas. Deve-se considerar bastante o sofrimento da criança que geraram no que concerne à ruptura da relação conjugal. As pessoas divorciadas devem buscar da parte do Senhor a sabedoria para conduzir a criança ao exercício da boa cidadania e a ser um cidadão do céu, apresentando a ela Jesus Cristo como único e suficiente Senhor e Salvador.

Minha argumentação não é feita para apontar o meu dedo em riste contra quem estiver separado, divorciado, em segundo casamento, contra pais e mães ausentes. Mesmo constrangidos, não podemos silenciar diante do conteúdo bíblico, pois o Senhor nos pedirá contas de tudo que nos confiou semear.

Enfim, não acredito que possa existir alguém neste mundo que olhe para outra e diga: "este (a) é o (a) meu - minha futuro (a) ex-esposo (a)". Nada é premeditado, todos sonhamos em ter uma vida feliz ao lado de outra que corresponda o sentimento de amor. A crise de relacionamento conjugal acontece por outros fatores e algo que deveria ser controlado foge ao controle e cada um segue por caminhos distintos, esquecendo-se das incríveis promessas feitas um ao outro no altar durante a celebração dos laços matrimoniais. 

Abraço.

E.A.G.

terça-feira, 5 de maio de 2015

Três situações comuns a considerar em relacionamentos sociais do cristão neste mundo

1. A convivência entre pessoas carnais e pessoas espirituais 

"Irmãos, se algum homem chegar a ser surpreendido nalguma ofensa, vós, que sois espirituais, encaminhai o tal com espírito de mansidão; olhando por ti mesmo, para que não sejas tentado" - Gálatas 6.1. 

Os crentes em Deus são chamados por Jesus para ser o sal e a luz desse mundo, para conduzir almas distantes de Cristo aos pés dEle. Mas se não houver dentro de nós o cuidado para reagir corretamente às provocações de pessoas cuja mente raciocina de maneira carnal, nos afastaremos da doutrina dada Cristo, o nosso tempero azedará e nossa luz apagará. 

São várias as provocações realizadas por pessoas carnais, inclusive, não são comportas apenas de perseguições e humilhações. Elas também surgem como convites simpáticos sinalizando amizade. Existem diversas sugestões de procedimentos com o objetivo de que tenhamos algum lucro, experimentemos algum prazer temporal. Porém,esses estímulos representam ofensa contra Deus, porque a finalidade obscura delas nos induz ao pecado. 

A resposta para todas as incitações desta qualidade precisa ser dada com tolerância e cordialidade, porque as pessoas carnais ainda não sabem o que fazem. O cristão está convocado para ensinar as pessoas carnais a caminharem no Espírito. Façamos discípulos, aqui na Internet, em família, na escola, no trabalho, na igreja; enquanto motoristas, enquanto pedestres. Sejamos crentes espirituais 24 horas ao dia, todos os dias do ano, todos os anos de nossas vidas.

2. O sol poente

"Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira" - Efésios 4.26.

Não permita que assuntos não conversados, ou interrompidos, façam com que a imaginação equivocada e a raiva contra pessoas dilacerem o seu coração com o desejo de fazer justiça segundo o modelo humano de ajustar as relações. Quando em circunstância de crise com alguém, o mais rápido que puder, ore a Deus e vá conversar com a pessoa envolvida, esclareça o problema que houver, restabeleça a tranquilidade. Se a outra pessoa não quiser apaziguar a situação, durma tranquilo porque você fez a sua parte, portanto, está debaixo da proteção da poderosa mão de Deus, e o Justo Juiz, que vê tudo o que se passa em nossas vidas, agirá de acordo com o que a necessidade requerer. 

 Esteja sempre e disposto a viver em paz com Deus, com a sua consciência e com o próximo. Agir assim é uma recomendação bíblica que lhe fará muito bem, tanto para a sua saúde física quanto para a sua saúde espiritual. 

3 - Escarnecedores e justos 

É fácil encontrar leitores do Salmo n¹ 1 interpretando o termo "escarnecedor" como a pessoa que declara não crer que Deus existe. Sim, o ateu escarnece do Criador e não devemos agir como ele age e fala. Mas o vocábulo "escarnecerdor" é mais abrangente, também descreve o indivíduo pirracento, aquele que está habituado a aborrece o semelhante com objetivo de divertir-se, o sujeito que faz zombarias contra o próximo com a finalidade de deixá-lo em situação ridícula. Os tais estão em todos os lugares, inclusive dentro da igreja, travestidos de gente religiosa de primeira grandeza. Cuidado, não se assente com elas. Assentar-se aqui é no sentido figurado, significa não dar apoio aos seus erros e nem imitá-las.

E.A.G.

segunda-feira, 4 de maio de 2015

Raridade - conjunto Rhema Singers

Clique na imagem para ser direcionado ao vídeo na página original do Rhema Singers. Link: https://www.youtube.com/watch?v=DE1Se5nTw5Q

Maestro Clóvis dos Santos (arranjos Renato Max)
Assembleia de Deus Cubatão - COMADESP - CGADB 

Fonte: Rema Singers (http://bit.ly/1K69b7b) via blog Point Rhema (http://www.pointrhema.com.br/)

sábado, 2 de maio de 2015

Jesus escolhe os seus discípulos

Por Genivaldo Tavares de Melo

EBD – SUBSÍDIO - LIÇÃO PARA O DIA 03/05/2015

PONTOS A ESTUDAR:
I – O MESTRE.
II – O CHAMADO.
III – O TREINAMENTO.
IV – A MISSÃO.

Poucos querem seguir os verdadeiros ensinamentos. 

Caro professor, a lição é muito importante e aborda questões ligadas ao dever ministerial, não deixe que alunos contenciosos tomem as rédeas da sua classe.

I – O MESTRE.

1.1 Seu ensino.

Quanta falta faz hoje, o estilo de trabalho feito pelo Senhor; pregação com autoridade, que não é o mesmo que pregar com gritos histéricos, como fazem a maioria dos pregadores, principalmente os mais jovens, que tiram o paletó para impressionar e correm o púlpito de canto a canto, repousam os cotovelos sobre o parlatório fazendo pose de astros de primeira grandeza.

A autoridade de Jesus era a fala acompanhada de ação; pregava com poder e a pregação gerava resultados positivos.

Hebreus 6.1-1. O autor da carta deixa claro que os ensinos de Jesus não tiveram caráter de doutrinação e organização de igrejas, visava a salvação, a cura e a alimentação das almas sob todos os aspectos.

A igreja, no tocante ao ensino é secundária e tem um único objetivo: reunir as pessoas em torno de si mesmas e todas em torno de Cristo.

1.2 Seu exemplo.

Quem tenta embelezar seus ensinos com retóricas e demonstração de conhecimentos perde um enorme tempo e com certeza, nunca atentaram para os ensinos do Mestre.

Na causa do Reino vale a força do exemplo e não o exemplo da força e muito menos do convencimento visando vantagens.

Dá-lhe vós de comer, Mc.6:37.

II O CHAMADO

2.1 O método.

A indicação de João citado conforme Jo.1:35-39 é o que, em tese, todos devemos fazer a qualquer que queira ingressar nas fileiras do ministério.

Consideremos como muito sério apresentar alguém para o santo ministério, pois, com certeza, há muitos que são levados ao ministério sabendo-se de antemão que o tal não capacidade nem para ser crente quanto mais ser um pastor. Assim veremos a razão de Jesus ter separado Judas Iscariotes.

Não precisaríamos dizer que Jesus ao escolher os doze, tenha feito com base nas “revelações dos montes”. Havia algo de muito racional nessas escolhas como há nas escolhas de hoje e daí o cuidado que temos que usar.

Mesmo com todos os cuidados é possível errar, porém, temos a obrigação de minimizar esses erros eliminando as probabilidades, tais como:

• Conhecendo a família do candidato;
• Conhecendo o histórico profissional do candidato. Há pessoas que apenas olhando a sua carteira profissional de trabalho (CTPS) percebe-se que não leva jeito.v Foi ótimo Jesus ter escolhido Judas e certamente o fez para aliviar as críticas em nossas próprias escolhas.

2.2 O custo.

Quem está preocupado com o custo quando usam o ministério para estabilizar sua vidas.

Meu avô preocupava-se Sim, ele saia de casa com colher de pedreiro em uma mão e a bíblia na outra, deixando sua família sob às graças de Deus, evangelizava, conquistava vidas para Cristo.

Ensinemos o que realmente é ser discípulo de Jesus e como reconhecer os maus. Assim poucos inaptos desejarão ser um ministro.

III – O TREINAMENTO.

3.1 Mudança de destino.

Quem conhece profundamente o ministério e os riscos foge dele, mas quem ama a Cristo de todo o coração abraça-o com todo vigor e desejo por saber que recompensa o Senhor trará na sua vinda.

Is. 40:10. O galardão vem com ele e o salário diante da sua face. Ninguém precisa abrir conta bancária para fazer dela o relicário do seu ministério.

As obras de cada um serão julgadas no tempo próprio e aí se verá a diferença entre o justo e o ímpio. 1 Co 3:13.

3.2 Mudança de valores.

Os exemplos que temos visto tem sido a mudança de valores para pior. Cada um quer defender o seu território não importando os meios para isto.

Alguns sugerem que a família deva ser a primeira na visão do ministro. Nunca pude encontrar na prática essa possibilidade, salvo se o ministro for mais executivo que pastor e assim a família acaba entendendo o lado da missão.

Muitas famílias sofreram o ministério pastoral em razão da falta de entendimento de muitos ministros. O ministro deve tratar sua esposa e filhos com o mesmo carinho e respeito com que trata as famílias dos membros da igreja, respeitar o tamanho espiritual de cada um e jamais conduzi-los para agradar os olhos da igreja.

[Continuação do artigo em União de Blogueiros Evangélicos]

E.A.G.

sexta-feira, 1 de maio de 2015

Os caminhos da lua e do cesto de lixo


Esta imagem é compartilhada na Internet há algum tempo, a mais antiga postagem que eu encontrei é de 2011. O fotógrafo não é conhecido. A placa pode não ser real, uma inserção de artista cuja consciência está acesa aos cuidados que devemos ter com o nosso ecossistema. Afirma-se que o local é a Praia de Copacabana, Rio de Janeiro. 

Fonte: htps://www.facebook.com/LUCILENECAETANOOFICIAL/photos/a.566925426697206.1073741826.355354714520946/629814703741611/?type=1&theater

Quem não anda desanda

"Quem não anda desanda" - Juca de Oliveira, se referindo ao excelente benefício do exercício físico das caminhadas diárias. Frase lembrada por Jô Soares, em entrevista realizada  com o ator no talk show que foi ao ar na madrugada de 1º de maio de 2015.

Esta máxima, que alerta para o cuidado com a saúde, vale também para a sua e a minha vida espiritual

Gálatas 5:
16 Digo, porém: andai no Espírito e jamais satisfareis à concupiscência da carne.
17 Porque a carne milita contra o Espírito, e o Espírito, contra a carne, porque são opostos entre si; para que não façais o que, porventura, seja do vosso querer.
18 Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais sob a lei.
19 Ora, as obras da carne são conhecidas e são: prostituição, impureza, lascívia,
20 idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, ciúmes, iras, discórdias, dissensões, facções,
21 invejas, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, a respeito das quais eu vos declaro, como já, outrora, vos preveni, que não herdarão o reino de Deus os que tais coisas praticam.
22 Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade,
23 mansidão, domínio próprio. Contra estas coisas não há lei.
24 E os que são de Cristo Jesus crucificaram a carne, com as suas paixões e concupiscências.
25 Se vivemos no Espírito, andemos também no Espírito. 

E.A.G.

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

Assuntos abordados em Belverede / clique sobre a palavra para acessar os artigos sobre o tema

.Vida Cristã .Artigo e Comentário .cosmovisão .Comportamento .Televisão .Devocional .Vídeo .Política .CPAD .Líderes e liderados .Blogosfera Evangélica .Lições Bíblicas .Pais e Filhos .Atualidade .Família .Louvores .Charge Tirinha Cartum e Gravura .Dinheiro .Fé .Fruto do Espírito X Carne .Motivacional .Mulher .Casamento .Apologia Bíblica .Sexualidade .Crente Politizado .Música .Silas Malafaia Pr .CGADB .Frases & Imagens Impactantes .Etimologia Bíblica .Prosperidade .Profetas .Saúde .Meio Ambiente e Sustentabilidade .Hermenêutica .Livros e Leitores .redes sociais .Bom humor .Jovens .Conceitos e Preconceitos .Dupla Cidadania .Você sabia? .Ateísmo e Agnosticismo x Fé .neopentecostais .Cinema .Esporte .José Wellington Bezerra da Costa - Pr .Grupo de Colaboradores em Belverede .Personagens da Bíblia .Antigo Testamento .Dica de Blogueiro .Salmos .Introspecção .Natal .Soteriologia .Marco Feliciano Pr .Verdades e Mentiras .Pérolas .Sociedade Bíblica no Brasil .Ecologia .Aborto .Comunicado .Internet .óbito .Escatologia Bíblica .pentecostalismo .Samuel Câmara-Pr .Teologia .Gif .Novo Testamento .Ana Paula Valadão Bessa .[Fotos Belverede] .UBE .Questões (des)complicadas .RR Soares .Facebook .Belverede .Daladier Lima .Missões .animal doméstico .Carlos Roberto Silva Pr:: Blog Point Rhema .Provérbios de Salomão .Fanatismo .Pneumatologia - A Doutrina do Espírito .Quem sou eu? .Aline Barros .Crônicas e fábulas .Diante do Trono .Bíblia de Estudo .Cosmovisão Cristã .Dízimos e ofertas .João Cruzue .Billy Graham .Poema e Poesia .Namoro .Virtualidade Real e Realidade Virtual .Editora Vida .Páscoa .Sermão do Monte .Educação .Guerra e Paz .Gênesis .Nani Azevedo .Hamartilogia - A doutrina do pecado .Julio Severo .Sociedade Bíblica Trinitaria do Brasil .Jeremias .Nova Tradução na Linguagem de Hoje .Postagem Factual .Valmir Nascimento Milomen-Pb .Carta de Tiago .Geremias do Couto-Pr .Lília Paz .Fotos - Templos Evangélicos .Homilética .Virada de Ano .Altair Germano - Pr .Bem aventurança .Randy Glasbergen .Sammis Reachers .rádio .André Valadão .Angeologia .Arlete Oliveira .Arqueologia Bíblica .Carnaval .Crianças .Dia das Mães .Livros da Bíblia .Nova Versão Internacional .Patmos Music .Banda Voz da Verdade .Editora Central Gospel .Geografia Bíblica .Opinião .Priscila B Gomes .Rachel Sheherazade .YouTube .animal selvagem .Eclesiologia .Thalles Roberto .Wilma Rejane EBD / sumário .Cassiane .Editora Vida Nova .Política Brasileira .Editora Mundo Cristão .Ezequias Soares-Pr. .Jabes de Alencar - Pr. .LUCAS - O Evangelho escrito por Lucas .Magno Malta .Pesquisa .Prêmio Carta de Paulo aos Filipenses Smilinguido .Dia dos Pais .Exegese .Martinho Lutero .Mensageiro da Paz .Botânica .Dia das Crianças .Islamismo .animal aquático .Barack Obama .Cartas do Apocalípse .Charles Darwin .Fotos .Gutierres Siqueira .Insetos .Max Lucado .Shirley Carvalhaes X criacionismo versus darwinismo .A Bíblia Viva .Arminianismo .CONAMAD .Calvinismo .Editora Betânia .Eyshila .Fernanda Brum .Harpa Cristã .Jaime Kemp - missionário .Livro de Daniel .Lydia Moisés .Mulheres na Bíblia .Primavera .Tania Guahyba .Twitter .grafite .pássaros na Bíblia .Cristologia .Dia dos Namorados .Donald Zolan .Marisa Lobo .Árvores da Bíblia Charles Haddon Spurgeon .Dia da Bíblia .Edições Vida Nova .Futebol .Josué Gonçalves - Pr. .Livro de Jeremias .Montes da Bíblia .Neiva Silva .Paulo César Baruk .Reinaldo Azevedo .Soraya Moraes .Verão .Walter Brunelli - Pr. .teatro .Abba Press .Abraão de Almeida-Pr. .Bruna Karla .Carla Ribas .Dia Internacional das Mulheres .Dia de Finados .Esdras Costa Bentho-Pr .Instagram .Livro de Jó .Michael W. Smith .Oficina G3 .Oprah Winfrey .Outono .Regis Danese .Silas Daniel - Pr .Valdomiro Santiago - Apóstolo .Vanderleia M. Silva Yosef Nadarkhani .Albert Einstein .Antonio Gilberto - Pr .Cristina Mel .Dia da Mentira .Evangelho de Mateus .Flamir Ambrosio .Gediel Mendes .Gunnar Vingren .Jorge Tadeu Mudalen .João Ferreira de Almeida .Lauriete .Lázaro (ex-Olodum) .Morris Cerullo .Política Internacional .Slide . A. W. Tozer . Pregador Luo . Silmar Coelho - pastor .Adhemar Campos .August Rodin .Bom dia .CPAD Music .Claudionor de Andrade - pastor .Elaine de Jesus .Hillsong .Inverno .John Piper .Lea Wasiliew .Livro de Êxodo .Lucilene Batista de Brito Shirota .Nova Bíblia Viva .Quarteto Harmonia Celeste .Rose Nascimento .Timidez e Ousadia .orai por Israel .publicidade WhatsApp .Alan Kardec .Apocalípse 16 .Bete Gomes .Canon .Carta aos Romanos .Casamento em jugo desigual .Central Gospel Music .Daniel Berg .Danielle Cristina .David Quinlan .Editora Chamada da Meia-Noite .Editora Hagnos .Eduardo Cunha .Elinaldo Renovato - pastor .Enéas Tognini - Pr. .Genivaldo Tavares de Melo .Gesiel Gomes - Pr. .Google .Hernades Dias Lopes .João Alexandre .Livro de Isaías .Livro de Rute .Lourival de Almeida - Pr .MK Music .Marcelo Santos .Martin Luther King .Nito [Rubens Eduardo] .Pena de Morte .Ray Comfort .Robinson Monteiro .Russel P. Shedd .Third Day .Tim Laheye .Voltaire .Watchman Nee Damares .2 Carta de Pedro .2 Coríntios- Carta de Paulo .A Mensagem .Adolf Hitler .Alda Célia .Amizade .Andrea Fontes .Anita Malfatti .BLOG .Banda Catedral .CIMEB .CPAD News .Carta aos Gálatas .Cintia Kaneshigue .Dia Nacional da Consciência Negra .Dia do Professor .Dia do Trabalho .Downloads .Dwight L. Moody .Eber Cocareli - Pr .Editora Betel .Editora Candeias .Editora United Press .Edna Goetten .Escola Dominical .Evangelho de João .Fecomex .Feliciano Amaral .Google Plus (G+) .Gutemberg - Johannes .História Mundial .Isaac Newton .Içami Tiba .Jairo Elin Gollmann-Ev .John Wesley .Jorge Araujo .Katie Bivens .Katsbarnea .Kelem Gaspar - Missionária .Link Quebrado .Literatura .Livro de Amós .Livro de Juízes .Livro de Malaquias .Marcelo Crivella .Orquestra Jahn Sorheim .Ozeias de Paula .Paulo Romeiro-Pr .Quatro por Um .Raquel Melo .Retrospectiva 2017 .Robson Silva .Ronaldo Bezerra .Sociedade Bíblica Internacional .Sonia Hernades - bispa .Superstições e Lendas Urbanas .Talita Pagliarin .Tradução King James Atualizada (KJA) .Victorino Silva .folhetos evangelísticos Esequias Soares pastor Graça Music Juliana Bezerra Gomes Nésia de Araujo Gomes William Brassey Hole . .Introspecção . C. S. Lewis . Stephanie Colbert- vocalista Starship .1 Timóteo .A Nova Bíblia Viva .Adilson Lopes .Anderson Freire .Antropologia Bíblica .Antônio Cirilo .Ao Cubo .Arautos do Rei .Bezerra da Silva .Bill Gates .Boa noite .Boa tarde .Brenda-Santos .Bruna Olly .Bruna Surfistinha .C.I. Scofield .CPOL - Curso Preparatório para Obreiros de Pirituba .Caramuru Afonso .Carlos Alberto Bezerra Jr .Carta aos Efésios .Carta de Paulo aos Colossenses .Charles C. Ryrie .Ciclo das quatro estações .Claudio Duarte - pastor .Cleber Lucas .Comunidade Internacional da Zona Sul .Contos .Cristiano Santana .Curiosidades bíblicas .Danny Berrios .Dany Grace .Davi - rei .Deigma Marques .Discopraise .Donald Trump .E-books .EBI .Editora Atos .Editora Bom Pastor .Editora Cultura Cristã .Editora Dynamus .Editora SEPAL .Editora Sextante .Eduardo Campos .Elienai Cabral - pastor .Eliseu - profeta .Estevan Hernandes - Apóstolo .Estevão - o primeiro mártir .Evangelho de Marcos .ExpoCristã. .Fatos Curiosos - internacional .Fernandinho .Ficção Evangélica .Filho do Homem .Flamarion Rolando .Frederick K.C.Price .Geisa Iwamoto .Graça Editorial .Grupo Elo .Heber Sousa - pastor .Hebraico .Hieronymus Bock .Homenagem .Igreja Evangélica Indiana .Il Divo .Imprensa Bíblica Brasileira .Instituto Cristão de Pesquisa - ICP .Jair Messias Bolsonaro .Jamily .Jeanne Mascarenhas .Jimmy Swaggart .John Bevere .John Bunyan .John Lennon .Jonas .Josias Botelho .José Wellington Bezerra da Costa Junior - pastor .José Wellington Costa Neto - pastor .José do Egito .Kathy Fincher .Kleber Lucas .Leandro Marques .Lidia Caetano de Sousa - missionária .Livro de Deuteronômio .Livro de Eclesiastes .Livro de Habacuque .Livro de Joel .Livro de Josué .Livro de Miquéias .Livro de Números .Livro de Oséias .Livro do Apocalipse .Lições Bíblicas - Jovens .Ludmila Ferber .Lívia Malta .Magno Paganelli .Manuel Ferreira - Bispo .Marcio Melânia .Mariana Valadão .Marina Silva .Mario Teixeira .Marquinhos Gomes .Michelangelo .Mike Smith .Ministério Hebrom .Ministério de Adoração .Missões na Índia .Neemias .Notícia comentada .O Livro de Ageu .Oração .Os presidenciáveis para 2018 no Brasil .Paul Wilbur .Pedofilia .Profetas .Você sabia? .Quarteto Gileade .Rachel Novaes .Rebanhão .Recursos .Ressurreição .Rob Bell .Rodolfo Abrantes .Ron Kenoly .Salomão - rei .Saudade .Snezhana Soosh .Sociedade Bíblica Íbero-Americana .Sofonias .Sony Music .T.A. Hegre .Templo Soul .Vineyard .Voices .Walciley Vieira .William Shakespeare .Wim Malgo .áudio 1 Coríntios Alberto Rezende - pastor Charles Studd Elizeu Martins - pastor George R. Foster

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Sobre ilustrações no Belverede

O Direito Autoral de algumas imagens encontradas aqui não pertence ao Editor do blog. Esta situação se dá porque elas estão na Internet sem que haja a informação de quem seja o Dono.

Caso você seja o detentor do conteúdo, queira que seja feita a indicação autoral, ou não seja de sua vontade o compartilhamento, solicitamos que nos faça saber disto. Por favor, acesse a página do próprio texto e deixe recado no próprio texto em questão, ou use a página Contato.

Arquivo de postagens

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.