Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

terça-feira, 27 de junho de 2017

Sete atitudes necessárias para receber a bênção material que Deus quer dar a você - parte 2: resposta ao internauta


Em minha postagem anterior a esta, abordei o tema Sete atitudes necessárias para receber a bênção material que Deus quer dar a você. Recebi um comentário, que passo a compartilhar após este parágrafo e em seguida exponho a resposta que escrevi ao comentarista, deixando registrado o meu muito obrigado" por participar. O comentário é relevante, confiram:

"Conheço muito bem uma pessoa (meu pai), pastor assembleiano a mais de 35 anos, homem que sempre honrou o título de pastor em todos os sentidos (amor às almas, cuidado com o rebanho, oração, conhecimento Bíblico, etc). Sempre foi um incansável trabalhador na obra de Deus e o faz por amor. Exemplo de servo de Deus, de humildade, nunca se vangloriou em nada, respeitado em toda cidade. Certamente possui ou têm "as sete atitudes necessárias para receber as bênçãos materiais de Deus". Em nossa casa nunca faltou nada: alimentação, vestuário, paz, alegria e amor. Mas meu pai nunca recebeu essas tais bençãos materiais, mediante suas exemplares atitudes de cristão. Acredito que, assim como ele, existem milhares de servos de Deus espalhados por esse Brasil afora. Deus prospera quem ele quer, não existe "fórmulas" para alcançar as bençãos materiais. O conceito de benção está sendo amplamente deturpado por alguns líderes evangélicos atuais. (...) Só fiz esse comentário porque, assim que posso, leio suas postagens e tenho aprendido muito com a maioria delas." 

Olá, Weslei

Lendo com a máxima atenção o conteúdo que você digitou para mim, não apenas observei as linhas, prestei atenção também às entrelinhas. Pensamos de maneira parecida nesta questão da bênção da prosperidade.

Quero frisar um parágrafo do artigo, que é síntese da minha postagem, e, talvez, seja a parte que faz o elo entre o meu e seu modo de pensar sobre o assunto. Veja: 

 “Deus quer nos ajudar a melhorar a nossa situação financeira. E para que isso aconteça, é essencial viver plenamente de acordo com esta fé - quem não crê, embora seja servo de Deus fiel, encontrará dificuldades para alcançar esta bênção em sua plenitude, pois não o busca como é recomendado nas páginas bíblicas sobre este tema específico.”

A fé e a oração de Jabez
Davi, Asafe e Agur - reflexões sobre a prosperidade bíblica
Inspiração divina e autoridade da Bíblia
Jesus e o dinheiro
O propósito da verdadeira prosperidade
Pão nosso de casa dia dai nos hoje: o significado dessa oração
Pobres, ricos, crentes ansiosos. Pecadores?


Introdução

Preciso deixar claro que não comungo com a tal Teologia da Prosperidade, considero espúria a doutrina que incentiva pessoas a tratar Deus como seu empregado, ou uma espécie de gênio da lâmpada de Aladim. O que eu aprendi é que o Senhor quer nos fazer prósperos até antes mesmo que tenhamos o desejo de estar livres da miserabilidade. Aprendi que o conceito bíblico da prosperidade de Deus não tem a ver apenas com acúmulo de bens matérias; acumular riquezas nem sempre é sinal de prosperidade bíblica. A prosperidade bíblica significa estabilidade espiritual, emocional, física, financeira.

Na sequência desta resposta, passo a discorrer o raciocínio que nos distancia no modo de pensar sobre o assunto da fé relacionada com bênçãos materiais. Em nossa provável discordância, que a paz de Cristo nos mantém unidos.

A fé salva

Por intermediação da autoridade que há no nome de Jesus, a fé é o elo entre nós e a bênção alcançada. Algumas vezes, Jesus, o nosso Salvador, disse para a pessoa que Ele abençoou: “a tua fé te salvou”. Note a peculiaridade disso: foi necessário o Filho de Deus avisar, porque pessoas portadoras de fé não sabiam que a fé que possuíam era a responsável pela bênção recebida. Ver: Mateus 9.22; Marcos 5.34; e 10.52; Lucas 7.50; 8.48; 17.19; 18.42.

A fé, mesmo se pequena, deve ser usada de maneira direcionada para nos salvar de adversidades específicas

Jesus falou sobre a irrelevância do tamanho da fé. Jesus ensinou que mesmo que nossa fé seja uma fé pequena como o grão da mostarda, é totalmente capaz e suficiente para nos fazer alcançar a bênção que queremos (Mateus 17.20; Marcos 4.31).

a. Fazendo uso da fé, o crente tem o poder para expulsar demônios.
"Então os discípulos, aproximando-se de Jesus em particular, disseram: Por que não pudemos nós expulsá-lo? E Jesus lhes disse: Por causa de vossa incredulidade; porque em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá, e há de passar; e nada vos será impossível. Mateus 17.19,20.
b. Na lição do perdão, Jesus ensinou que se uma pessoa tem fé, pode pedir para a amoreira desarraigar-se do lugar que está plantada e atirar-se mar, e tudo que pedir será feito " E disse o Senhor: "Se tivésseis fé como um grão de mostarda, diríeis a esta amoreira: Desarraiga-te daqui, e planta-te no mar; e ela vos obedeceria.(Lucas 17.6).

Mais de uma espécie de fé

O apóstolo Paulo relata a existência de mais de uma espécie de fé. Descreve isso assim: Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, e também do grego. Porque nele se descobre a justiça de Deus de fé em fé, como está escrito: Mas o justo viverá pela fé (Romanos 1.16-17).

Fé que nos livra dos problemas qiue surgem no tempo presente

Existe a fé ligada às coisas espirituais, como também a fé referente às coisas da esfera material. Jesus não falava da realidade do céu nos relatos de Mateus 17.19, 20 e Lucas 17.1-6). É importante que usemos tanto a fé referente ao livramento da condenação eterna quanto a fé que nos torna vitoriosos no que tange as aflições dessa vida, cônscios que a aplicação da fé que enfrenta "montes" e "amoreira inconveniente", nos salvam hoje, agora.

Tiago (2.18) escreveu que a fé é viva mas pode morrer se não for usada

Este texto bíblico é bastante lembrado entre os cristãos, porém, sem fazer o contexto que eu apresento acima. Ora, muitos crentes conservam viva a fé que o levará ao céu, mas desprezam o uso da outra fé, aquela que poderá ajuda-lo no mundo físico! Por não usá-la, Jesus não concede a bênção financeira. (Lembra? "a tua fé te salvou"?) Estes sobrevivem bem, mas poderiam estar em condição muito melhor do que estão se usassem a fé contra os "montes" e as "amoreiras".

É importante ir além dos discursos, partir para as ações

Tiago também traz outra observação interessante. Esclarece que a fé coopera com as nossas atitudes, quando agimos, de acordo com o ensino de Cristo na lição do monte e da amoreira, ela produz o resultado que espetamos. O fato de agir usando-a, o tem como consequência o aperfeiçoamento da mesma (Tiago 2.22). 

Conclusão

Enfim, você digitou “Deus prospera quem ele quer, não existe "fórmulas" para alcançar as bênçãos materiais”. Eu respondo que existe, e esta resposta está nas linhas acima.

Concluo dizendo que é necessário usar a fé relativa às bênçãos materiais para receber estas bênçãos matérias. Não é suficiente ter o conhecimento bíblico sobre o assunto e não aplica-lo em sua própria vida. Conheço quem o use apenas na vida dos outros. É muita gente que está nesta situação de desprezo ao uso uso da fé referente ao lado material. E existe um número maior de gente que carrega-a morta, porque nunca a usaram, ela morreu. Mas, para estes também há esperança, se orarem como os discípulos: “Senhor, acrescenta-nos a fé” (Lucas 17.5).

E.A.G.

Nenhum comentário:

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.