Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

As luzes do mundo



"Então Jesus tornou a falar-lhes, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue de modo algum andará em trevas, mas terá a luz da vida" - João 8.12.

Na ocasião desta frase, minutos antes os fariseus haviam trazido uma mulher flagrada em adultério, para que Jesus Cristo a julgasse. Ele calmamente ajoelhou-se e escreveu algo no chão, e em seguida disse para a multidão que o rodeava: "quem não tiver pecado, que atire a primeira pedra nesta mulher". E começando das pessoas mais velhas, todos os presentes de retiraram sem apedrejá-la. 

A proposta de julgar a mulher adúltera era um laço dos fariseus para flagrar Jesus em um erro. A Lei ordenava que o casal de adúlteros fossem apedrejados, não apenas o homem ou a mulher. 

Quando Jesus Cristo declarou-se como a luz do mundo, a energia elétrica não havia sido inventada, o período noturno era iluminado com o uso de fogo em lamparinas, a iluminação artificial era bem menor do que temos nos dias atuais. A vida de quem não segue Jesus é assim: visão limitada e escuridão total. E desse jeito, usam a Palavra de maneira distorcida ou jamais fazem menção dela.

Sigamos a Jesus, assim como Ele, façamos o uso correto da Palavra de Deus em todas as situações da vida: "Vós sois o sal da terra; mas se o sal se tornar insípido, com que se há de restaurar-lhe o sabor? para nada mais presta, senão para ser lançado fora, e ser pisado pelos homens. Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade situada sobre um monte; nem os que acendem uma candeia a colocam debaixo do alqueire, mas no velador, e assim ilumina a todos que estão na casa" - Mateus 5.13-15.

E.A.G.

A opinião de Marco Granconato sobre o perfil do crente neopentecostal no site Seara News e meu comentário divergente


"Porque nada podemos contra a verdade, porém, a favor da verdade" - 2 Coríntios 13.8. A Apologia Cristã deve ser realizada com bom senso.
Por Eliseu Antonio Gomes

"Porque nada podemos contra a verdade, porém, a favor da verdade" - 2 Coríntios 13.8.

Marcos Granconato, pastor da Igreja Batista; bacharel em Direito; professor de Teologia Sistemática e ministrante de cursos de História da Igreja do Seminário Palavra da Vida de Atibaia-SP; é formado em mestre de teologia histórica. Escreveu os livros “A Essência do Evangelho de Paulo”, comentando Gálatas, e “Eles falaram sobre o inferno”, “A Prática da Igreja de Deus”.

No artigo, nomeado "As seis principais faltas do Evangélico NeoPentecostal" [*], assinado por Granconato, publicado no site Seara News, sem declaração da data em que foi postado, existem sentenças assim:

• O neopentecostal dá crédito fácil à mentira.
• É inútil mostrar biblicamente ao neopentecostal que ele está errado.
• O neopentecostal é um grande ignorante da Palavra de Deus.
• Os neopentecostais não têm uma história de conversão.
• O neopentecostal tem um testemunho de vida moral horrível.
• As reuniões neopentecostais são marcadas por um constante vai-e-vem de centenas e até milhares de pessoas. A cada dia o auditório muda.

A minha contestação para tais afirmações é única e exclusivamente em favor da Apologia Cristã, que deve ser realizada de maneira cuidadosa e imparcial, com todo bom senso, visando atacar o pecado e nunca pessoas. Não faço defesa velada de igrejas neopentecostais - das quais eu conheço membros e divirjo de muitas práticas litúrgicas e já apresentei aqui neste blog as minha divergências. Basta seguir a tag (categoria: assunto) "neopentecostais" para lê-las.

Vamos ao meu comentário no blog, enviado em 27 de fevereiro de 2016 às 5h41,  (até o momento, o que escrevi aguarda a publicação):

__________

"Olá. Sou um cristão pentecostal, nascido e criado em família evangélica pentecostal, membros de uma das igrejas pentecostais mais antigas do Brasil.

Li o artigo, quis sair para outras partes da internet, mas me senti tocado a dizer algo a respeito do assunto sobre neopentecostais, e retornei para cá. O nobre articulista parece ser conhecedor de alguma denominação neopentecostal. E partindo desse conhecimento, faz uma generalização, tratando muitas como se fosse uma só; diferentes como se fossem iguais. E toda espécie de generalização não é justa. E, conforme consta em 1 Coríntios 6.9, os injustos não herdarão o reino de Deus, portanto, cuidado!

Quem salva o ser humano é Cristo, ninguém é salvo pelo convencimento de pastores, sejam eles pentecostais, neopentecostais, reformados, ou de qualquer outro rótulo. De modo algum venho aqui fazer apologia de movimentos religiosos. O que eu pretendo é tão-somente dizer que o Espírito sopra onde quer, e nenhum cristão é capaz de controlá-lo. Aliás, nenhum ser humano tem tamanho poder!

Assim como não é correto julgar livros pelas capas, não é prudente fechar análise de um movimento religioso assistindo o seu programa via transmissão em televisor ou em rádio, assentados comodamente dentro do recinto do seu lar ou em quaisquer lugares que não seja o ambiente da igreja criticada. E é exatamente o que muitos irmãos em Cristo, que acredito serem sinceros e cheios de boa intenção, fazem ao descrever igreja x, y, z… Contentam-se com os aparelhos eletrônicos, quando deveriam comentar após observação meticulosa no próprio lugar.

Quero deixar dois depoimentos aqui, não cito nomes porque não tenho a permissão de fazê-lo publicamente, mas com certeza poderei apresentar as pessoas se essa for sua vontade. Não sentirei decepção se resolver não publicá-los. Se não os publicar, como cristão, entenderei e o respeitarei, continuando a visitar este espaço. Porém, eu me sentirei obrigado a orar mais por você!

Primeiro testemunho:

Conheço uma jovem senhora, pertencente à classe média paulistana, vivia no mundo das drogas pesadas e em vida sexual totalmente desregrada. Encontrou um rapaz na noite da cidade e com ele teve um filho, casou-se depois com o pai da criança, mas não largou os vícios e nem abandonou o comportamento sexual errado. Apaixonado, o marido tentou mudá-la e ela o expulsou de sua vida. Divorciaram-se e ele casou-se com outra. Três anos depois, ela converteu-se em uma congregação neopentecostal, uma dessas cujo líder tem programas diários na televisão. Os obreiros da tal igreja disseram que ela não deveria se conformar com o estilo de vida do mundo e buscar em Deus a reestruturação de sua família, e ela começou a clamar jejuando, a ponto de todos ficarem preocupados, pois emagreceu demais… Cerca de doze meses após, o marido recebeu do filhinho uma Bíblia de presente e um convite para vê-lo adorar a Deus em uma festividade de Dias dos Pais que haveria na congregação. Ele foi ao culto, converteu-se naquela ocasião. Não muito tempo depois, ele divorciou-se da segunda esposa e casou-se pela segunda vez com a primeira. Detalhe: a segunda esposa foi tocada por Deus em sonhos que lhe diziam que vivia em relacionamento ilícito, foi em uma Igreja Batista e converteu-se lá. Para a glória de Deus, eis o depoimento de uma família reestruturada há quase cinco anos atrás!

Segundo testemunho:

Mulher mãe de dois garotos adolescentes se converte. Junto com ela, vão à igreja o marido e os filhos, que sendo instrumentistas, passam a louvar ao Senhor nos cultos (com seus instrumentos). Depois, convertem-se seus avós, algumas tias, dois cunhados e respectivas famílias… Os filhos casam-se com jovens daquela congregação. Quase dez anos depois de convertida, esta mulher descobre que o marido teve vida conjugal infiel antes de converter-se e é pai de um casal de jovens um pouco mais novos que os filhos dela. O que ela faz? Perdoa-o, dizendo “isto foi coisa do velho homem” e ajudando-o pagar a pensão alimentícia das crianças que ele teve no relacionamento extraconjugal. A mulher da aventura amorosa foi evangelizada e converte-se também. Este depoimento é composto de gente que está em igreja neopentecostal.

Enfim, não pretendo me estender para depoimentos de pessoas fora do meu círculo social, embora ainda tenha mais testemunhos de gente de dentro…"
__________


E.A.G.

* - http://www.searanews.com.br/as-seis-principais-faltas-do-evangelico-neopentecostal/#comment-3515 

Charge - crianças e ovos de chocolate

domingo, 28 de fevereiro de 2016

Quais os frutos sua árvore está dando para Jesus?

"A árvore boa não pode dar frutas ruins, e a árvore que não presta não pode dar frutas boas” – Mateus 7.18 (NTLH). Sermão do Monte“A árvore boa não pode dar frutas ruins, e a árvore que não presta não pode dar frutas boas” – Mateus 7.18 (NTLH).

Há alguns anos, cultivo em vasos a planta Asfodeláceas, cujo nome popular é Babosa. E, para minha surpresa, no ano passado, sem que eu plantasse, apareceram pés de tomate, que cresceram e frutificaram ao lado da Babosa . Provavelmente, as sementes vieram junto com a água ou os insumos depositados na terra. Os tomates serviram para dar sabor em alguns sanduíches com queijo prato e mussarela. E minha esperança é que neste ano os frutos apareçam outra vez.

Podemos dizer que é jargão entre os cristãos usar a frase “o crente tem que fazer a diferença neste mundo”. Afinal, muitos fazem uso dela sem refletir que sua origem está em Malaquias 3.18. Não contextualizam a mensagem embutida na frase. E desta maneira descontextualizada, afirmam que esta diferença a ser apresentada deve ser externa. Esperam vê-la no cumprimento grande do cabelo da mulher, no tamanho maior do vestido e da saia, a recusa de usar anéis, braceletes, pingentes, maquiagens... Quanto aos homens, a recusa de calçados do tipo tênis, a recusa de camisetas estampadas, a recusa do tecido jeans, não deixar cabelo e fios da barba crescidos.

Alguns líderes evangélicos, lançam regras de comportamentos sobre o povo, impõem uma etiqueta no modo de vestir-se alegando que são padrões de bons costumes, a afirmação perante a sociedade da identidade denominacional. Desconsideram que ao ser humano a palavra "bom" tem condição de relatividade: algo que parece bom ao irmão x é considerado péssimo para a irmã y; o que é excelente ao irmão w é totalmente repugnante ao irmão z...

Alguns pregadores, ao usarem o microfone misturam a doutrina de Cristo com doutrinas criadas pelo homem, eles defendem o que acreditam ser os “bons costumes” criando uma confusão na mente de muitos que os ouve, deixando a ideia errada que esses "bons costumes" são a doutrina de Cristo, fazem parecer que é ao usarem versículos bíblicos fora de contexto, intercalando com críticas contra as irmãzinhas que cortaram ou tingiram o cabelo; contra a jovem que usa batom, contra a senhora que usa calça comprida.... Para este tipo de pregação, os teólogos classificam como a prática da EISEGESE.

Eu respeito todas as mulheres cristãs que gostam de se vestir conforme os usos e costumes impostos pelos líderes de suas congregações, aqueles vestidos longos, e que optam também por não usar brincos e nem a maquiagem facial. Mas é necessário vigiar. O perigo está em passar a acreditar que este estilo de vida leva à salvação. Somos salvos através do sacrifício de Jesus, jamais pelo que façamos ou deixamos de fazer, o estilo de roupa que usamos ou desprezamos. Não é isso que o Evangelho afirma? Obedecer regras de usos e costumes não santifica ninguém, apenas transforma pessoas sem religião em pessoas religiosas. E religiosidade não salva.

Eu não escrevo considerando a situação pela ordem pessoal. Sempre escrevo e escreverei considerando situações pela ordem espiritual. Exemplo: você é uma alma, cujo futuro tem a possibilidade de seguir para duas direções, ou céu ou inferno.

Toda pregação deve ser embasada em 100% na Palavra de Deus, pois só a Palavra de Deus nos alimenta espiritualmente.

Repito trecho de um artigo colocado no blog Belverede: “Sempre será preciso analisar o conteúdo da pregação de quem faz uso do microfone e púlpitos, porque o cristão é seguidor de Cristo, não é seguidor de ilustre pastor evangélico X ou Y, para quem ama a Deus de verdade importa obedecer a Deus e não aos homens. O ouvinte cristão deve proceder como os crentes de Bereia, sempre examinar as Escrituras com o objetivo de checar se o conteúdo da pregação está em pleno acordo com o ensino bíblico (Atos 5.29; 17.11).”.

A conversão cristã nada tem a ver com mudança de estilo de roupas e cortes de cabelo, ou maquiagem facial. Tais mudanças acontecem também entre os não-convertidos ao Senhor. Veja as pessoas que devem se apresentar perante os juízes desse mundo, até um boçal usa terno e gravata nos tribunais, mas mesmo assim não deixa de tomar atitudes próprias de boçais depois que sai daquele lugar.

A conversão cristã é interna. É ter disposição de orar, pedindo a Deus com sinceridade de coração, o bem de seus perseguidores; amar os inimigos; é perdoar 70 vezes 7 a mesma pessoa que peca contra você o mesmo tipo de pecado no mesmo dia.

Concluindo esta reflexão, quero dizer que sempre que conversei sobre assuntos de usos e costumes, em campo neutro, aonde não sou o mediador do debate, os crentes defensores dessas ideias ao se depararem com argumentos citando a Bíblia Sagrada e sendo obrigados a responderem usando-a também, partiram para ofensas de ordem pessoal contra mim, usaram palavreado impróprio de gente cristã, se esqueceram do amor cristão e quiseram brigar; inventaram mentiras; lançaram calúnias. Sempre os perdoei, porque a minha conversa está no campo da espiritualidade e não da carnalidade. Esses episódios - da falta de argumentação bíblica dos defensores de usos e costumes e agressões verbais em lugar de Bíblia - só reforçaram o meu ponto de vista. Qual? A conversão cristã é uma situação interna e não de aparências externas. 

E.A.G. 

Mateus 5.4 - Bem aventurado aquele que chora?


Sermão do Monte: Bem-aventurados aqueles que choram.

Parece sem sentido esta declaração, pronunciada por Jesus. Como pode alguém ser feliz, se tem motivos para derramar lágrimas? Muitos crentes choram, mas têm dentro de si o Consolador, o Espírito Santo. É por este motivo que conhecem a bem-aventurança, a felicidade, mesmo quando o momento é de grande lamentação. Infelizes, realmente infelizes, são aqueles que sofrem sem conhecer a Jesus Cristo, pois não há o consolo divino que os faça ter a dor aplacada pelas Mãos Divinas.

E.A.G.

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Mateus 5.8 - Cristão limpo, cristão limpo

"Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus" - Mateus 5.8. Sermão do Monte e a conversão de Mateus.
“Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus” -Mateus 5.8.

Bem-aventurados, ou felizes, os puros lá no íntimo do seu ser. Tal estado de pureza não é visto pelos homens, mas é visível para Deus, e por este motivo receberão as recompensas gloriosas do futuro, no céu.

Jesus limpa o coração do pecador arrependido: “Se dissermos que não temos pecado nenhum, enganamo-nos a nós mesmos, e a verdade não está em nós. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça”- 1 João 1.9.

Mateus era um publicano (cobrador de impostos), estabelecido em Cafarnaum ao serviço do governo romano ou de Herodes. Quando Jesus chamou-o para segui-lo, estava assentado na coletoria e posteriormente foi contado entre os doze apóstolos (Mateus 9.9; 10.3). Jesus ao receber um publicano em sua companhia, animou outras pessoas de classes desprezíveis da sociedade a segui-lo também. Isto é evidenciado por ocasião do banquete que Mateus deu a Jesus, logo após a sua conversão, quando a presença de muitos publicanos e pecadores provocou críticas por parte dos fariseus, que os consideravam indignos, cerimonialmente sujos. A eles Jesus disse: “Eu não vim a chamar os justos, mas os pecadores ao arrependimento” – Mateus 9.13.

Mateus, nome pelo qual também é conhecido o primeiro Evangelho na ordem canônica, escrito no idioma dos judeus com o objetivo de atingir a leitores que prezavam pelo Antigo Testamento, apresentou Jesus Cristo como o Messias predito pelos profetas. Provavelmente, escreveu-o em Antioquia. Depois o conteúdo foi traduzido para o grego. O conhecimento que os escritores pós-apostólicos tinham deste texto indica que teve larga aceitação assim que foi divulgado.

E.A.G.

Cristão em crise, cristão em Cristo!


Online: Jesus Cristo. EMANUEL: Deus Conosco. Mateus 1.13.

O Senhor dos exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio" - Salmo 46.7.

"Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho, o qual será chamado EMANUEL, que traduzido é: Deus conosco" - Mateus 1.23.

No Brasil, neste ano de 2016, o desemprego bate à porta de muitos profissionais, o custo da cesta básica encarece assustadoramente. Vivemos momentos em que um dólar (US$ 1,00) beira quatro reais (R$ 4,00), nos câmbios comercial e financeiro. A péssima cotação da moeda brasileira trava a vida do cidadão comum, que não comercializa na área das exportações.

Não é apenas a pessoa ímpia que sente os efeitos da crise financeira. O crente fiel não está isento de aflições causadas por viver como cidadão em um país cuja política econômica está fragilizada, porém, quem tem Cristo no coração - Aquele que venceu este mundo -, é alguém que segue o Vencedor! Leia: João 16.33.

Deus se compromete com quem tem compromisso com Ele. Levanta-se para socorrer os oprimidos, se condói do gemido dos necessitados (Salmos 12.5). Se a pessoa pauta seus objetivos na vontade do Senhor, até poderá precisar adiar alguns sonhos relativos às coisas e situações supérfluas, mas jamais experimentará a falta de coisas e situações realmente necessárias.

O justo não ficará desamparado e sua descendência não mendigará pelo pão de cada dia (Salmo 37.25; Mateus 6.11-13).

E.A.G.

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Novo templo-sede da Assembleia de Deus ministério Belenzinho São Paulo


Fotografia nº 1
Fotógrafo não identificado.

Fotografia nº 2
Fotógrafo não identificado

Fotografia nº 3
 Imagem: Tiago Bertulino

Fotografia nº 4
Imagem: Luiz Marcos

  
Imagem nº 5

Construção de seis andares localiza-se há alguns metros da estação Belém do Metrô, entre a Avenida Alcântara Machado (sentido centro, também conhecida como Radial Leste), e ruas Doutor Fomm, João Tobias e Siqueira Cardoso, no bairro Moóca, São Paulo/SP. 


Ainda antes da inauguração, eventos ocorrem no local. Em 12 de junho de 2012, 6.194 novos crentes passaram pelo batismo nas águas em tanque batismal construído no prédio.

Coleta de imagens, em:

1. Pastor José Wellington Bezerra da Costa, Ministério se reúne no Novo Templo nesta Sexta, 06 de Abril, ano da postagem não está definido, http://goo.gl/ZHZxqk

2Nova Sede Belenzinho Capital, Nova Sede Belenzinho SP Capital 2013, postagem em 6 de novembro de 2013, http://goo.gl/g8fNaQ

3. Tiago Bertulino, 5 mil são esperados para o culto de abertura da 7ª AGE da CGADB, data da postagem em 22 de janeiro de 2016,  http://goo.gl/zyS9FR

4. Edificando Nossa Cada AD Belenzinho - álbum sem título/foto 3, postagem de 5 de março de 2015, - https://goo.gl/cjPXLi

5. Google Maps -  Avenida Alcântara Machado, Janeiro de 2016 - https://goo.gl/Tw4pXi

E.A.G.

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

A armadura de Deus e o esfriamento espiritual


A armadura de Deus e o esfriamento espiritual. Porta aberta ao horizonte de paisagem bonita.
"Não apagueis o Espírito"
1 Tessalonicenses 5.19.

Por Eliseu Antonio Gomes

Os hábitos que ocasionam esfriamento espiritual 

Até o ano 300 d.C., não havia igrejas construídas. Os cristãos se reuniam em casas, em pequenos grupos. Às vezes, grupos maiores se encontravam ao ar livre para cultos e celebrações especiais. Aquilo que tornava a reunião de cristãos especial naquela época ainda é especial para nós hoje: o encontro com Jesus. 

Para a realidade brasileira, podemos definir o termo igreja assim: alguma congregação religiosa; determinada denominação cristã (Presbiteriana; Batista, Metodista, Luterana, Assembleia de Deus; Católica, Universal). E há quem pergunte a razão de existir tantas igrejas diferentes. Esta pergunta pode ser respondida com outra: por que há tantas marcas de tênis? Adidas, Reebok, Nike. Será que uma delas é a certa e as outras são erradas? As igrejas podem ter diferentes opiniões, por exemplo, quanto à importância do falar em línguas, mas todas as igrejas verdadeiramente cristãs ensinam a confiar em Jesus como Salvador e que a Bíblia é a Palavra de Deus.

Muitos cristãos frequentam a igreja por indução do hábito, por estar presos à rotina de estar no templo, viver vinculado em atividades da liturgia, acostumados a encontrar irmãos e conversar com eles nas dependências do templo religioso. Outros, pela falta de hábito em congregar, não sentem mais prazer em participar de cultos. 

Provavelmente, ao escrever 1 Tessalonicenses 5.19, exposto acima, o apóstolo Paulo tivesse em mente os dons espirituais e quisesse que as pessoas estivessem abertas à manifestação do Espírito, quisesse que os crentes permitissem o uso de dons espirituais em coletividade para que a comunidade cristã fosse edificada na fé.

Fortaleça-se no Senhor e na força de seu poder

"Finalmente, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder. Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes permanecer firmes contra as ciladas do Diabo" - Efésios 6.10-11.

Após assistir a um filme de terror, em que a personagem principal é possessa por espíritos malignos, sozinha, a jovem vai para sua cama tomada de medo de que possa ser vítima também. 

Satanás é de fato um ser espiritual com relativo poder, um anjo expulso do céu que deseja corromper e destruir a boa criação de Deus (João 8.44; 1 Pedro 5.8). Todavia. seu poder não é absoluto. Ele tenta persuadir a pecar, usa nossos desejos para seduzir-nos a fazer o que é errado (Tiago 1.13-15). Embora possa tentar-nos, não pode nos obrigar a pecar. É por isto que a Bíblia nos alerta a resistir às tentações  (Efésios 6.10; 1 Coríntios 10.13).

Se você confia em Cristo como seu Salvador, e é uma pessoa convicta a segui-lo, Satanás não tem autoridade para invadir o seu coração e a sua mente (Tiago 4.7). O Espírito Santo, que está em você,  é maior do que ele que está no mundo (1 João 4.4). Quem está em Cristo, tem poder para resistir ao inimigo e vencê-lo, tem facilidade para derrotá-lo em suas investidas (Apocalipse 12.10-12; 20.10).

O inimigo ignóbil que você jamais deve agradar

"Não é contra carne e sangue que temos que lutar, mas sim contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes do mundo destas trevas, contra as hostes espirituais da iniquidade nas regiões celestes" - Efésios 6.12.

A Bíblia diz, e ela não mente, que temos apenas um inimigo, e este inimigo não tem carne e nem ossos. Sabemos que não reside em São Paulo; não mora no extremo sul do Brasil; não tem casa no nordeste brasileiro. Não tem nacionalidade americana, alemã, israelense. Não usa passaporte e não precisa de aeronaves ou outra espécie de transporte para passear pelo mundo inteiro.

Quem é este ser? É Satanás (Jó 1-6-7)! Muitos não gostam nem de citar a palavra que o identifica, mas se esquecem da recomendação bíblica: "Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira; nem deis lugar ao Diabo. Aquele que furtava, não furte mais; antes trabalhe, fazendo com as mãos o que é bom, para que tenha o que repartir com o que tem necessidade. Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que seja boa para a necessária edificação, a fim de que ministre graça aos que a ouvem. E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual fostes selados para o dia da redenção. Toda a amargura, e cólera, e ira, e gritaria, e blasfêmia sejam tiradas dentre vós, bem como toda a malícia. Antes sede bondosos uns para com os outros, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo" - Efésios 4.26-32.

Quando damos lugar para este ser torpe? Quando consideramos o próximo como se fosse o nosso inimigo, quando não amamos os semelhantes como se eles fossem nós mesmos, quando desprezamos orientações da Palavra de Deus e mesmo assim dizemos que amamos ao Senhor acima de tudo e todos.

Atitude

"Consideremo-nos também uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras. Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns; antes, façamos admoestações e tanto mais quanto vedes que o Dia se aproxima" - Hebreus 10.24-25.

O término da chama do Espírito não acontece em uma sequência súbita ou inesperada. Lentamente, o fogo espiritual diminui pelo uso de hábitos ruins, que provocam o esfriamento espiritual. É um péssimo costume não dar ao Espírito a liberdade de agir; tentar fazer a obra do Espírito na força humana. 

Para mudar a situação, em primeiro lugar, é preciso ir ao culto com disposição de prestar atenção ao sermão até ouvir algo que Deus queira falar; em segundo lugar, prestar atenção na letra dos cânticos e nas orações até que ouça alguma coisa que queira dizer ao Senhor. Em terceiro lugar, dispor-se a dizer ou fazer alguma coisa que incentive outras pessoas a também cultuar na congregando.

Conclusão

Sabemos que não estamos lutando contra seres humanos, mas contra forças espirituais do mal, que têm o objetivo de nos afastar de Deus, nos induzindo a extinguir o fervor espiritual. 

Deus nos dá uma armadura espiritual.  Se a usamos, estamos protegidos e no prumo. Quando vestidos dela, somos resistentes. Ao praticar o ensino da Palavra, resistimos com firmeza contra as armadilhas diabólicas. Ao adorar a Deus com o coração por inteiro, combatemos o bom combate contra o desânimo gerado por dias rotineiros e superamos o cotidiano com vigor do céu.

Não atrapalhemos a ação do Espírito Santo em nós. Mantenhamos acesa espiritualmente a atenção na leitura e aplicação da Bíblia, agindo contra as investidas do inimigo. Façamos da verdade o nosso cinturão, da prática da justiça uma couraça e da boa disposição em anunciar o Evangelho e promover a paz o nosso par de calçados (Efésios 6.11-15).

Oremos diariamente com reverência, perseveremos no desejo de receber ensinos da Palavra, mantenhamos a fé genuína através da consagração de nossos corpos, alma e espírito. Assim, a chama do Espírito estará sempre acesa em nosso viver.

E.A.G. 

A Rocha - A Bíblia que Conduz às Escolhas Corretas, Josh McDowell, página 1187, edição 2002, São Paulo (Editora candeias).
Bíblia de Estudo Vida, página 1843, edição 1998, São Paulo (Editora Vida).
Bíblia Jovem, página 1906, edição 2001, São Paulo (Editora Vida).

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

A vinda de Jesus em glória


Por Eliseu Antonio Gomes

A chegada de Jesus para estabelecer o Milênio provocará o término às ações potentes do mal e inaugurará o tempo de um porvindouro notável na Terra.

Jesus vem com as nuvens e todo o olho o verá. "Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá, até mesmo aqueles que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém" - Apocalipse 1.7.

O propósito do livro Apocalipse é descrever o triunfo do reino de Deus, quando Cristo voltar. Os eventos narrados por João também são mencionados pelo profeta Daniel, capítulo 7.13, e registrados por Mateus, capítulo 24.29-30.

Existe quem levante a objeção, dizendo que a Bíblia ensina que o planeta Terra é plano, porque este versículo afirma que todo olho verá Jesus na sua segunda vinda. Porém, de acordo com as Escrituras Sagradas, a segunda vinda ocorrerá sobrenaturalmente,  envolverá o mundo todo, como em um "embrulho".

Não é verdade dizer que a Bíblia ensina que a terra é redonda. O profeta Isaías (40.22) escreveu o seguinte: "E ele o que está assentado sobre o círculo da terra, cujos moradores são para ele como gafanhotos; é ele o que estende os céus como cortina, e o desenrola como tenda para nela habitar"

Jesus foi preparar-nos um lugar no céu, mas Ele prometeu voltar. "E, se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos tomarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também" -  João 14.2, 3.

Foi o próprio Jesus Cristo quem disse que é o único caminho para o Pai (João 14.6). Portanto, quando as pessoas do mundo afirmam que existem outros caminhos para alcançar a salvação levantam falso testemunho. A Bíblia descarta quaisquer outros meios de se obter o perdão dos pecados e a garantia de paz eterna com Deus. Outras afirmativas a respeito: Atos 4.12; 1 Timóteo 2.15.

Tão certo como Cristo subiu ao céu, voltará para buscar seus seguidores para si mesmo e os conduzir à casa do Pai, ao lugar que já lhes está preparado. A expressão "vos levarei para mim mesmo" descreve exatamente a esperança futura de todos os crentes vivos no momento do Arrebatamento da Igreja e da sua aparição no ares sobre o Monte Megido (1 Tessalonicenses 4.17; Joel 3.1-3).´

Jesus virá e enviará seus anjos para ajuntar os escolhidos. "E ele enviará os seus anjos com grande clangor de trombeta, os quais lhe ajuntarão os escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus" -  Mateus 24.31.

A passagem de Marcos 8.38 possui um alerta para todos: quem se envergonhar de Jesus e das palavras de Jesus, o Filho do homem se envergonhará dele quando vier na glória de seu Pai. Portanto, se a timidez impede você de anunciar o Evangelho, comece a lutar contra isso. Não é necessário violentar a sua personalidade, apenas orar para encontrar qual é a aptidão, ou aptidões, que Deus lhe deu, para interagir com as pessoas em sua volta anunciando o Evangelho. Nem todos nascem para comunicar-se em monólogos, como os pregadores fazem, mas são ótimos dialogando, escrevendo, cantando, tocando instrumentos musicais, compondo letras e músicas... Ninguém nasce sem pelo menos ter um talento, encontre qual, ou quais são os seus, e faça uso com o objetivo de anunciar o Evangelho e louvar a Deus!  Medite: 2 Timóteo 1.6.

Jesus virá e apartará as suas ovelhas dos bodes. "Quando, pois vier o Filho do homem na sua glória, e todos os anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória; e diante dele serão reunidas todas as nações; e ele separará uns dos outros, como o pastor separa as ovelhas dos cabritos; e porá as ovelhas à sua direita, mas os cabritos à esquerda" - Mateus 25.32-33.

O julgamento das ovelhas e dos bodes ocorrerá depois da tribulação e da volta de Cristo à terra e antes do início do seu reino terreno (Apocalipse 19.11-20.4; Daniel 7.9-14). Na ocasião da vinda de Cristo, os salvos e os perdidos vivendo aqui na terra, sobreviventes da tribulação, ainda estarão todos juntos. O julgamento promoverá a separação entre os ímpios e os justos. Será baseado nos atos de amor e bondade para com aqueles que pertencem a Cristo e que sofrem por isto. Aqueles que cometeram impiedades não entrarão no reino de Cristo, eles irão para o tormento eterno (Apocalipse 14.11).

Muitos não creem, todavia o mundo verá a batalha do Armagedom. "E eles os congregaram no lugar que em hebraico se chama Armagedom" -  Apocalipse 16.16.

Armagem (em grego "Har Mageddon", provavelmente significa Monte de Megido) Muitos entendem que a designação não é uma referência geográfica, mas o símbolo da derrota definitiva da iniquidade imposta por Deus.

"Megido", palavra hebraica, significa "lugar das tropas".

A área está localizado no centro-norte da Palestina. Durante a conquista da terra prometida, Megido foi designada à tribo de Manassés (Josué 17.11). No período do reinado de Salomão, tornou-se centro administrativo do governo de Israel, quando foram erigidos muros duplos e portas com multicâmaras (1 Reis 9.15). A cidade de Megido controlava a passagem entre o vale de Jezreel e a planície de Sarom, além de controlar os caminhos a noroeste, rumo a costa fenícia, na direção de Damasco. Assim, era vista como uma cidade estratégica.  Escavações arqueológicas nesta região atestam  a veracidade de muitas narrativas bíblicas.

Satanás e seus demônios reunirão as nações sob a direção do anticristo com a finalidade de fazer guerra contra Deus, contra seus exércitos e povo, visando destruir Jerusalém, exatamente em Megido (Apocalipse 16.13, 14, 16; 17.14; 19.14, 19; Ezequiel 38.39; Zacarias 14.2). Neste vale, ocorrerá a guerra perto do fim da tribulação, quando Cristo voltar para ajustar as contas com os ímpios, libertar seu povo e inaugurar o reino messiânico. Será um embate de nível mundial (Jeremias 25.29-38). Nesse momento, haverá terremotos ao redor do planeta (Apocalipse 16.18-19; Jeremias 25.29-33). A intervenção do Messias será sobrenatural, destruindo o anticristo e os seus exércitos e todos aqueles que desobedecem ao Evangelho (Apocalipse 19.19-21; Zacarias 14.1-5; Salmos 110.5; Isaías 66.15-16; 2 Tessalonicenses 1.7-10).

E.A.G.

Confira mais aqui no Belverede:
EBD / Sumário: O final de Todas as Coisas. Esperança e glória para os salvos  


Bíblia de Estudo Arqueológica NVI, página 1541, 3ª impressão 2014, São Paulo (Editora Vida)
Bíblia de Estudo Pentecostal, páginas 1443, 1600, 1981, segunda impressão 1996, Rio de Janeiro (CPAD). 
Bíblia Evangelismo em Ação - Ray Comfort, páginas 1054, 1317, edição 2005, São Paulo, (Editora Vida). 
Pequena Enciclopédia Bíblica - Orlando Boyer, página 351, 30ª impressão ano 2012, Rio de Janeiro (CPAD). 
1541

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Saindo pela tangente...


Tangente raio definição Geometria, Trigonometria Matemática. coloquial lição espiritual Tânia Guahyba Belverede Eliseu Antonio Gomes


“SAINDO PELA TANGENTE”

Uma semana... Sim, há uma semana esta palavra tem martelado a minha mente!

Não. Não estou em idade escolar “dando trabalho” aos meus neurônios estudando Geometria, Trigonometria ou Matemática. Para falar a verdade, nem gostava delas em meus tempos de carteira escolar, tanto é que segui para a área de Humanas; Pedagogia e Teologia para ser mais exata (desculpe o trocadilho... rs).

Também examinando minha vida com Deus, não achei nada que o Espírito Santo estivesse falando ao meu respeito, no momento.

Parei. Orei. E percebi que Deus queria me falar algo a respeito da vida cristã de alguns, senão de muitos que estão por aí e ao meu redor. 

Alertar... 

É o dever do Atalaia, certo?

O que é uma TANGENTE?

A definição exata: Do latim “tangens”, o termo tangente é simultaneamente um substantivo e um adjetivo que faz referência àquilo que toca ou que tange. O conceito é frequente no âmbito da geometria, já que se pode falar da reta tangente e da tangente de um ângulo. Uma (linha) reta tangente é aquela que tem um único ponto em comum com uma curva (o ponto de tangência). Este ponto constitui a pendente da curva. A tangente de um ângulo, por outro lado, é a relação entre os catetos de um triângulo retângulo. Pode expressar-se como valor numérico a partir da divisão entre o comprimento do cateto oposto e do cateto adjacente do ângulo em questão. Para a trigonometria, o arco tangente é a função inversa da tangente de um ângulo.

A definição coloquial: 

Na linguagem coloquial, a expressão “escapar à tangente” serve para fazer referência à ação que consiste em desviar-se do tema central de uma conversa ou de um debate para mencionar outras questões sem relação direta.

Noutros termos, o novo tema incluído na conversa “toca” o tema central, mas não é o mesmo. Também significa sair, a custo de um disfarce, de uma situação complicada. 

Por fim, na área da música, a tangente é uma lâmina metálica para percussão das cordas do clavicórdio (também chamado popularmente de cravo), que é um instrumento musical do século XIV.

A lição espiritual:

Dadas as devidas explicações sobre o objeto estudado - tangente -, passemos então a lição que o Senhor quer nos dar. 

O Senhor é o Deus que criou todas as coisas existentes neste mundo visível e invisível também. Ele é o Soberano Criador e fala conosco da forma que consigamos entender. Ele usa a natureza, a música, as palavras, A Palavra e o que mais Ele quiser para direcionar Seu povo à Verdade e à Santidade.

Mas é triste para Ele quando um filho seu finge que não O ouve ou até tenta se desviar de Seu olhar amoroso... 

Isto me lembra de um fato por mim vivido há anos atrás... 

Eu era amiga de um casal muito querido, com filhos, mas que se encontrava separado (o marido saiu de casa), mesmo sendo cristãos e ele ministro de louvor na mesma igreja em que eu congregava. 

Preocupava-me a situação deles e orei muito por uma restauração familiar. 

Certa noite no culto, o pregador, que veio de fora “desceu o cajado” sobre casamento, falta de amor, separação, divórcio, etc. Tudo biblicamente embasado! 

Dentro de mim eu pensava o tempo todo neste casal e ao final do culto, ingenuamente perguntei ao marido:

 - ” Ah... Então, fulano, Deus falou com você hoje?”

 E ele rindo cinicamente me respondeu:

- “Que nada! A Palavra passou raspando e eu fiz assim... (ainda fez o gesto com o corpo todo) e desviou de mim! Há, há, há!”

Nem preciso dizer o quanto triste e chocada eu saí de lá. Triste por ver uma chance de reconciliação perdida e chocada com tamanho “abuso da Graça”... 

Sair pela tangente... 

Não enfrentar a situação, não se definir, não se comprometer, não se decidir, não ter firmeza. Desconversar utilizando-se de um discurso vago na tentativa de desviar o assunto.

Tangente, neste caso, é um caminho (uma reta) que “passa raspando” pelo círculo do amor de Deus. Mas não o atinge. Não usufrui nem da correção de amor, muito menos das bênçãos que só se encontra à medida que você se aproxima mais e mais do Centro e com humildade. 

É ficar à margem do Melhor Relacionamento que se pode ter; o do Criador com Sua Criatura. É perder a oportunidade de crescer na Fé, na Esperança e no Amor. Amor verdadeiro. 

É continuar uma caminhada “ad infinitum” para “lugar algum”. Sem esperança, sem propósito, sem Graça! 

E o que é ainda pior: achando que está agradando a Deus com obras mortas. Palha! Feno! (1 Coríntios 3.12-13).

Não devemos ceder à tentação de não responder aos questionamentos que o Senhor nos faz. Ele visa nosso crescimento e saúde espiritual, física, mental, familiar e social. Por mais difícil que seja enfrentar seus próprios medos e pecados a melhor saída não é pela tangente, mas sim, a humildade em reconhecer Deus como Senhor e si próprio como pecador.

"Antes, ele dá maior graça. Portanto diz: Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes." (Tiago 4.6).

Por favor, não perca nesta vida, que é tão curta, a experiência de ser tocado pelas mãos do Oleiro. Do Senhor do Universo! Seja um “clavicórdio” nas mãos do Senhor. Não fuja! Não saia pela tangente!

Deixe-O tocar em sua vida. Sim, porque Ele não invade nem força ninguém.

Então, ao invés de ser uma simples reta que passa ao largo da grandiosidade do Amor e Misericórdia como um cometa que passa perto da Terra e é visto só por um tempo... Você se transformará em um lindo instrumento musical.

Tocado pelas mãos de Deus, sua “música” exalará um amor nunca sentido pelos outros e muitos hão de querer chegar mais perto para ouvir seus melodiosos sons, que levam aos mais altos Céus. E trazem cura nas suas asas. 

"Portanto, como diz o Espírito Santo: Se ouvirdes hoje a sua voz, Não endureçais os vossos corações". Hebreus 3.7,8.

Belo Horizonte, 22/02/2016.
Tânia Guahyba, Pra.

Oscar 2016, escândalo de racismo e os efeitos visuais

Em Hollywood, não se faz mais filmes de ação sem o uso do After Effects e do Chroma key. O primeiro, é uma ferramenta da Adobe, considerada padrão, tantos aos iniciantes e aos profissionais do ramos de animações tridimensionais e às aplicações de efeitos cinematográficos; e, Chroma key é a técnica de sobreposição de imagens, que consiste em trocar o fundo da filmagem para separar personagens ou objetos de interesse, para assim combiná-los com outra imagem de fundo ou cenário virtual.

O resultado das técnicas podem ser visto em quase todas as cenas de A Falha de San Andreas (San Andreas, filme distribuído pela Warner Bros, estrelado por Dwayne Johnson e Carla Gugino, produção de 2015. Para fazer parecer real os desastres causados por um terremoto que devasta a Califórnia, o diretor Brad Peyton usou e abusou da técnica. Veja um trecho do filme com o ator Paul Giamatti.

After Effects Chroma key Paul Giamatti Terremoto A Falha de San Andreas Brad Peyton Warner Bros
Paul Giamatti
 (San Andreas - produção de 2013)
Creio que o pessoal lá de Hollywood, se fosse possível, usaria sem culpa alguma este tipo de efeito visual na vida real, com o objetivo de esconder escândalos recentes de racismo. A classe de artistas, com poder de voto aos concorrentes ao prêmio Oscar, é acusada de beneficiar pessoas brancas e excluir os artistas negros das indicações aos prêmios.

Em 2016, o Brasil tem um indicado ao prêmio de Melhor Animação do Ano. É o filme O Menino e o Mundo (do diretor Alê Garcia, com as vozes de Emicida, Vinícios e Melissa Garcia, Nana Vasconcelos e Alê Abreu), que tem uso da técnica After Effects. Estamos na torcida, espero que ganhe a estatueta.

A transmissão deste ano, deverá ser realizada na íntegra e ao vivo pelo canal TNT, inclusive mostrando a chegada de atores e artistas no tapete vermelho. E outra vez, será exibida parcialmente pela Rede Globo.

E.A.G.

Diga com quem andas, Dilma...

Marcelo Odebrecht financiador da campanha presidencial João Santana ex-marqueteiro do Partido dos Trabalhadores e João Vaccari ex tesoureiro do PT estão presos. Todos os três tiveram relações diretas com as campanhas presidenciais de Dilma Rousseff.
Se Dilma se elegeu usando dinheiro da corrupção, ela é corrupta também!
13 de março, em todo Brasil. Participe da mega manifestação.
VemPraRua.net

Os resquícios de lama da corrupção brasileira mostram que Dilma Rousseff não tem passagem pela vida pública tão limpa como diz ter ao discursar, fazendo sua autodefesa. Se não se sujou intencionalmente, sujou-se por incompetência ou por ser mal dirigida. E seja qual for o caso, significa que não tem competência para governar uma nação.

Marcelo Odebrecht, financiador da campanha presidencial de Dilma, João Santana, um ex-marqueteiro do Partido dos Trabalhadores, e João Vaccari, ex-tesoureiro do PT, estão presos. Todos os três tiveram relações diretas com as campanhas presidenciais de Dilma Rousseff. Tudo indica que a campanha eleitoral não foi limpa, não foi honesta, e, portanto, esta mulher não é digna de representar a Nação como presidente.

Minha constatação acima, não é de uma pessoa antipetista, é de uma pessoa que ama a sua família e quer ver o Brasil como um país bom para abrigá-la.

E.A.G.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

O cristão em momentos felizes e outros nem tão felizes assim


Torneira semiaberta pinga, ao fundo o sol e o céu amarelados.Por Eliseu Antonio Gomes.

Nem tudo que acontece com a gente é um acontecimento conforme o jeito que a gente pensa que deveria acontecer. 

Felizmente, muitas vezes é um fato extraordinário, é ótimo, é tudo de bom. É motivo para festejar. E nos alegramos demais, agradecemos a Deus, nos lembramos da Bíblia e suas promessas maravilhosas: “Àquele que é capaz de fazer infinitamente mais do que tudo o que pedimos ou pensamos, de acordo com o seu poder que atua em nós, a ele seja a glória na igreja e em Cristo Jesus, por todas as gerações, para todo o sempre! Amém!” - Efésios 3.20,21. 

Contudo, existem situações adversas, e muitas adversidades são tão grandes! Situações que nos pegam de surpresa e nos causam muita dor, provocam espanto de tirar as forças das pernas, coisas que nos empurram ao desânimo. 

Exemplos:

• A separação de um ente querido, promovido às mansões celestiais.

Medite a respeito: Eclesiastes 3.2. Todos nós temos um tempo determinado para estar vivos neste mundo, e é por este motivo que passamos por separação de entes queridos. Ore sobre o assunto e aceite esta determinação divina. Já pensou se houvesse apenas nascimentos? A Terra não comportaria a população mundial. 

• A pessoa que ajudamos e é ingrata a ponto de até ser maldizente contra nós.

Medite sobre isso em Tiago 3.10. Reflita sobre o sopro de vida que Deus nos dá, e queira ser bênção em sua geração enquanto houver vida em seu corpo. Tome cuidado para que o procedimento de gente ingrata não transforme você em pessoa negativa, tal qual uma fonte de águas amargas - que não é capaz de saciar a sede. Abençoe vidas, não amaldiçoe-as. 

• Pessoas que dizem nos amar, mas a declaração é vazia, pois vive causando chateações, suas palavras doces não combinam com as atitudes rudes. 

Medite: Mateus 5.44-45. Não permita que a ruindade de alguns torne você em gente tão má quanto ela demonstra ser. Se você amar os inimigos - ou quem é imaturo, ou imatura, e por infantilidade mental se comporta como se fosse inimigo (a) - estará provando ser realmente filho ou filha de Deus e plenamente agradável ao Senhor (é exatamente isso que Jesus diz em Mateus 5.44-45).

• O acometimento de uma doença. 

Leia e reflita em 3 João 1.3. Deus não fez Adão e Eva cancerosos; Jesus curava enfermidades, jamais tornou alguém adoecido. Então, você não pode aceitar a doença como se fosse uma perfumaria. Não aceite a doença como se fosse natural, normal. Estar doente não significa que este estado deve perdurar para sempre em sua vida. Use sua fé com garra, ore bastante para mudar esta situação. Vá ao médico e siga as instruções dele. 

Queira estar sadio, muitas pessoas caem na esparrela psicológica de usar a doença como modo de conquistar a atenção de todos que estão perto delas. Não seja alguém assim! 

A vida é cheia de situações negativas. Não é errado lutar contra esses estados de coisas péssimas, porém é preciso enfrentá-los da maneira correta. Jesus nos advertiu: “Porque Deus faz que o seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos” – Mateus 5.45. 

Os dias de sol e de chuvas são importantes para nossas vidas, cabe a nós saber aproveitá-los bem. A luz do sol e a umidade das chuvas, se são recebidas de maneira apropriada, só nos fazem bem. 

O escritor de Aos Hebreus, escreveu o seguinte: “Pois a terra que absorve a chuva, que cai frequentemente e dá colheita proveitosa àqueles que a cultivam, recebe a bênção de Deus" (Hebreus 6.7) E, mais adiante, diz: “Sendo assim, aproximemo-nos de Deus com um coração sincero e com plena convicção de fé, tendo os corações aspergidos para nos purificar de uma consciência culpada e tendo os nossos corpos lavados com água pura” (Hebreus 10.22). 

Faço uma analogia das alegrias e tristezas dessa vida com as refeições: não permita que aquela comida que caiu no chão vá ao lixo e se transforme em alimentos de ratos e baratas, transforme-a em adubo e ponha-a no solo ou em vaso, para que futuramente dê a você uma roseira bonita e de bom perfume ou árvore de frutas nutritivas e deliciosas. 

Enfim, mesmo que seja difícil reverter o mal em bem, tenha disposição para enfrentar a dificuldade, seja persistente e verá que tudo que houve de ruim em sua vida de algum modo voltará a ser bom, porque Deus é nosso Pai.

E.A.G.

sábado, 20 de fevereiro de 2016

Cristãos gratos, cristãos queixosos

"E a paz de Deus, para a qual também fostes chamados em um corpo, domine em vossos corações; e sede agradecidos" - Colossenses 3.15
Chargista desconhecido.

Olhe para essa imagem considerando a fila como se fosse a sua oração, sem esquecer-se que Deus é o Todo-Poderoso, está sempre pronto para ouvir a todos em todos os momentos, todos ao mesmo tempo sem jamais confundir-se ou sentir dificuldade para compreender a multidão incontável que ora, simultaneamente assuntos distintos, pois Ele possui os atributos da onisciência, onipresença e onipotência.

Mensagem de panfleto dá lição de moral aos que estão acostumados a reclamar.

Encontrei a foto deste panfleto na Linha do Tempo de uma irmã, blogueira, e amiga virtual da minha família. Acompanhe, é muito interessante a leitura:

"Você já imaginou se, a partir de hoje, tudo o que reclamasse fosse tirado de sua vida? Imagine, só...

- Ai, não suporto mais a minha mãe!

Pronto, ela morreu.

- Meu cabelo é horrível!

Pronto, agora você é uma pessoa completamente calva.

- Meu emprego é insuportável!

Tudo bem, você está demitido (ou, demitida).

- Meu marido não presta!

Seu estado civil: viuvez.

- Não suporto tanto calor!

Então de agora em diante só choverá e cairão flocos de neve.

- Minha casa não é um lugar bom para eu morar!

Perdeu sua moradia, a partir de hoje viverá nas ruas, ao relento, sujeito aos perigos de todas as espécies.

Assustador, não é?

Então, olhe para tudo o que possui e agradeça a Deus. Alegre-se com o que tem.

Ao raiar de um novo dia, agradeça. E quando o dia terminar, agradeça também."

E.A.G.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Uma viralização a partir do blog Belverede


A história da viralização do desenho de um homem com terno e gravata, pregando atrás da bancada de um púlpito de igreja, com Bíblia aberta na mão esquerda, mão direita levantada e dedo indicador estendido para frente.
Olhem só como as coisas acontecem na Blogosfera.

Lá pelos idos de 2007, em uma ocasião inusitada a Pequena Enciclopédia Bíblica Orlando Boyer, chegou em minhas mãos, era  uma distribuição espantosamente farta desse exemplar no ministério do líder neopentecostal RR Soares. Ele vendia-a pelo valor de apenas R$ 1,00. O exemplar tinha o selo Editora Vida, mas hoje também encontramos nas prateleiras das lojas edições atualizadas com o selo Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD). Soares dizia: “preço simbólico, irmãos, porque todos devem ter um dicionário bíblico dessa qualidade”. Eu conhecia o conteúdo e a boa qualidade do material porque usei na minha juventude uma PEB emprestada, então aproveitei a pechincha oferecida e peguei mais de um exemplar, para acrescentar à biblioteca pessoal e outros para presentear.

Um dia, acho que já era o ano de 2008 ou 2009, abri a página desta enciclopédia para pesquisar detalhes de um assunto e montar texto a ser publicado no blog Belverede. E me vi admirando os traços firmes de um desenhista em uma de suas páginas. Era exatamente a ilustração acima, contida neste post em que estamos agora: homem trajando terno e gravata, pregando atrás da bancada de um púlpito de igreja, com Bíblia na mão esquerda, mão direita levantada e indicador estendido para frente. Havia apenas os traços do artista, a finalização da figura estava quase que em estado bruto de um esboço caprichado. Procurei a identidade do artista e não achei.

Resolvi escanear a figura e salvá-la em meu computador. O desenho tinha apenas duas cores: preto e branco. Depois que fiz a cópia, lancei sobre a arte a cor marrom usando um aplicativo, não me lembro mais qual era este aplicativo (talvez Photoshop, já usei tantos e deixei de usá-los...). Então passado espaço de tempo que não contei o tamanho, num outro belo dia, reencontrei a imagem digitalizada em minhas pastas do PC, misturada, desordenadamente, com tantas outras imagens armazenadas. E, outra vez, fiquei parado observando a destreza do desenhista desconhecido por alguns minutos.

Nesta ocasião, usei a figura em meu blog, para ilustração de um artigo que tinha como mote principal a mensagem "procura apresentar-te a Deus aprovado como obreiro". 

O tempo continuou a passar... E para minha surpresa, comecei a reencontrar essa mesma imagem, com os detalhes pormenorizados da digitalização que eu fiz. Agora, está espalhada na Internet, por sites de cunho evangélico que eu reputo como importantes, em blogs de pessoas que ainda não tive a oportunidade de conhecer, e em diversos perfis de redes sociais. E para minha satisfação pessoal, hoje reencontrei o desenho outra vez, nesta ocasião é compartilhado por um pastor assembleiano que admiro bastante.

O nome dado a este fenômeno seria “viralização”? Penso que se escreve assim... Considero legal tudo isso acontecer. Esta história faz parte das minhas atividades na Blogosfera Evangélica. E meu desejo e oração é que de muitas formas sirva para a glória de Deus e salvação de muitas almas.

Não posso deixar de dizer sobre o destino daquela edição adquirida ao preço de R$ 1,00. No final de 2015, tive que enfrentar enorme dificuldade de compatibilização entre o modem (para recepção da internet. TV por assinatura e telefone) e uma antena, recém instalada, para distribuição do sinal WIFI. Não sabia descrever o problema que fazia minha rede de internet cair. Chamei várias vezes os técnicos da empresa distribuidora da internet, televisão e telefone, que restabeleciam a comunicação, iam embora e o sistema caía dias depois. Apenas quando recebi a visita do terceiro técnico é que ele explicou e resolveu a situação de uma vez por todas.

Este técnico é um irmão em Cristo, alguém que nunca havia visto antes em minha vida e nem vi depois daquele encontro. Após resolver meu problema, ele observou sobre a mesa do meu computador um dicionário bíblico, que eu sei que não é mais publicado pela editora que o lançou, pegou-o, leu alguns verbetes, e com aquela intimidade de ser membro da Grande Família de Deus, saber que eu faço parte desta família, porque conversamos sobre isso minutos antes durante um cafezinho, olhou para mim sorrindo e disse-me: "Papai lá do céu me abençoará com este livro excelente, não é irmão?". Eu me surpreendi com a ousadia,  e enquanto impactado pela surpresa da solicitação, veio em minha mente que o Senhor realmente nos usa em situações que somos generosos.

Expliquei ao técnico a utilidade daquele livro para minhas atividades de blogueiro, que tratava-se de uma edição esgotada e que por ser esgotada não encontraria outra semelhante com facilidade e neguei-lhe o pedido. Porém, ofereci a PEB, que estava guardada em outro cômodo da minha residência, dizendo-lhe que se tratava de uma obra de grande valor aos iniciantes em Teologia. Assim eu me despedi daquela PEB, que levou com ela aquele desenho bonito do pregador pregando, ela foi embora com aquele rapaz intrépido, deixando para trás o coração partido de seu antigo dono. Não fiz a doação por pressão, foi com liberalidade, convicção que realizava vontade de Deus naquele instante.

Doei o exemplar usado sabendo que adquiriria outro novo na próxima ida às lojas, o que eu não sabia é que as novas edições da PEB trocaram as suas ilustrações antigas por outras recentes, muitos desenhos saíram e no lugar deles encontram-se outros desenhos produzidos com técnicas modernas ou foram trocados por fotografias.

E.A.G.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Depois de emitir declaração de fé Pastor Ezequel Teixeira é exonerado por governador Pezão da pasta de Direitos Humanos do Rio de Janeiro


Por Eliseu Antonio Gomes

O governador do Rio de Janeiro, em 17 de fevereiro último, Luiz Fernando Pezão (PMDB) - guarde o nome do governador para nunca mais votar nele em futuras eleições, mas não deixe de orar em favor na condição de alma - exonerou o Pastor Ezequiel Teixeira, da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, onde atuava à frente da pasta há apenas dois meses por conta de convite, após declaração do mesmo afirmando acreditar em cura gay.

Teixeira era hostilizado pelo coordenador do Rio Sem Homofobia, Claudio Nascimento, e Pezão quis agradá-lo e agradar o "sindicato de gays", punindo-o por recusar-se a "comer a comida dos palácios", tal qual negaram-se Daniel, Hananias, Mizael e Azarias. 

O pastor é fundador da igreja Projeto Vida Nova e deputado federal, filiado ao Partido Solidariedade.

Em seu site oficial, Teixeira escreveu sobre o assunto:

"Direitos Humanos deve ser para todos!

Rechaço, com total veemência, todas as recentes notícias publicadas pela imprensa que me acusam de homofobia e de estar promovendo um desmonte na Secretaria de Assistência Social e de Direitos Humanos do Rio de Janeiro. As manchetes são tendenciosas e os ataques, gratuitos. Em primeiro lugar, não sou antigay, ao contrário trabalhei a minha vida toda pela inclusão. É necessário respeitar a verdade dos fatos. Estão agindo de má fé e, pior, sendo preconceituosos com minha convicção religiosa. Reitero: minha crença, em nenhum momento, vai prejudicar as ações da pasta. Me parece que não interessa a verdade e o esforço de um trabalho sério e, sim, a perseguição a um pastor.

Desde de que assumi a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos do Rio, tenho dito que vou construir pontes e não muros. Sempre estive aberto ao diálogo, para que todos os segmentos da sociedade tenham atendidas as suas demandas de forma satisfatória, na busca de solucionar problemas pontuais e garantir a manutenção dos projetos da pasta. Infelizmente, devido à crise, foi preciso o corte de despesas para equilibrar o orçamento do Estado.

A falta de pagamentos dos terceirizados está prestes a ser sanada. Até o final do mês de fevereiro, centenas de colaboradores com salários atrasados – e não só do projeto Rio sem Homofobia – começam a receber seus proventos.

Mais uma prova de que estamos trabalhando de forma séria e sem discriminação. Mesmo com as dificuldades na Secretaria os programas continuarão. Direitos Humanos devem ser para todos!"

E.A.G.

Desonestidades e virtudes


Com ar de dono da situação, o atendente fez sinal com a mão direita para que esperasse e abriu uma gaveta na parte inferior do balcão. Mostrou-me produtos piratas, dizendo ser o melhor preço que eu poderia encontrar! Eu recusei, me esforcei para esconder a indignação.Por Eliseu Antonio Gomes

Eu não me esqueço da primeira vez que fui à loja comprar o meu primeiro computador. O lugar não era um desses estabelecimentos tradicionais de eletrodomésticos, era um comércio especializado em informática.

Cheguei ali por recomendação de um técnico em computação que inspirava confiança. Pedi a novidade do momento, o sistema operacional Windows XP, acompanhado do pacote Microsoft Office, um HD potente, memória grande...

Com ar de dono da situação, o atendente fez sinal com a mão direita para que esperasse e abriu uma gaveta na parte inferior do balcão. Mostrou-me produtos piratas, dizendo ser o melhor preço que eu poderia encontrar! Eu recusei, me esforcei para esconder a indignação.

- Obrigado, quero instalar software’s originais – disse-lhe.

Ele sorriu para mim, com sarcasmo nos olhos, demonstrando não acreditar no que ouviu.

- Mas, o Bill Gates é tão rico! Você não precisa enriquecê-lo mais ainda! Os preços que ele cobra pelos produtos são caros!

Insisti pedindo os originais. O atendente chamou o técnico que trabalhava ali, para que desse o parecer “profissional”, e ele também tentou fazer com que eu mudasse de ideia. Não mudei.

A máquina foi montada conforme os padrões exigidos. Alguns dias depois, saí dali com o que havia de mais eficiente em matéria de software e hardware, sem que me dobrassem. Mas também com a certeza que zombaram de mim pelas costas.

E, alguns anos depois, em outro estabelecimento, comprei outro sistema operacional, original da Microsoft, o Windows 7, lançado na praça por aqueles dias; o técnico que instalou o produto tentou me enganar, colocou produto falso, apesar de eu deixar bem claro que não era a minha vontade.

Resumo da ópera: hoje em dia, para muitos discípulos de Maquiavel, ser honesto é sinônimo de ser idiota.

E.A.G.

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Aguardando a volta de Cristo

Mulher bonita com chinelo nos pés, sentada à beira-mar, de águas tranquilas, sob céu azulado.

Wilma Rejane

"E olhai por vós, não aconteça que os vossos corações se carreguem de glutonaria, de embriaguez, e dos cuidados da vida, e venha sobre vós de improviso aquele dia. Porque virá como um laço sobre todos os que habitam na face de toda a terra. Vigiai, pois, em todo o tempo, orando, para que sejais havidos por dignos de evitar todas estas coisas que hão de acontecer, e de estar em pé diante do Filho do homem" - Lucas 21.34-36.

Estes versos do Evangelho de Lucas mudaram a direção de minha mente nesses dias. Eles sempre estiveram ali e como pude esquecê-los? A recomendação de Jesus é para que essas coisas façam parte de nossa rotina cristã, contudo, os cuidados da vida procuram apagar nossa adoração, intimidade com Deus a ponto de absorver nossa mente com coisas que não são prioridades. O que deve ser prioridade? O tempo com Deus. E haverá quem diga: durmo e acordo com Deus, oro em todos os lugares, todo o tempo, já não é suficiente? O alerta de Jesus nos convida a ir além disso.

Enquanto homem, Jesus que veio em carne e sangue habitar entre nós, viveu na prática aquilo que devemos viver. Ele diariamente reservava tempo para orar a sós com Deus, era o Seu lugar de repouso. O tempo empreendido em oração e também jejum, ordenava sua mente de tal forma que Sua rotina era absolutamente dirigida pelo Espírito Santo de Deus. Cada passo, cada encontro, cada Palavra, tudo era resultado de Sua intimidade com o Pai. Uma intimidade que Adão negligenciou, deixou se perder lá no Éden. Adão, em determinado momento de sua rotina foi deixando de lado a prioridade do relacionar-se com Deus. E pode ser que o abandono tenha sido aos poucos, até chegar o ponto de preferir se esconder de Deus a encontra-se com Ele.

"E ouviram a voz do Senhor Deus, que passeava no jardim pela viração do dia; e escondeu-se Adão e sua mulher da presença do Senhor Deus, entre as árvores do jardim. E chamou o Senhor Deus a Adão e disse-lhe: Onde estás?" - Gênesis 3.8-9.

"A que ponto você chegou Adão, em que estágio? Você não tem me procurado, há dias que não escuto sua oração, há dias você não quer me escutar."

Imaginem que não havia tanto serviço para se fazer no Éden, sequer havia se criado o cansaço, o suor, o trabalho remunerado, ainda assim, Adão e Eva não encontravam tempo para ficar a sós com Deus e o resultado? Todos conhecemos. Podemos achar absurdo o comportamento de Adão, mas é algo comum também em nossos dias. Todos temos muitos afazeres e paralelo a isso existe oferta infinita de diversão, entretenimento e etc. As pessoas, para onde quer que nos viremos, estão conectadas com a internet, utilizando seus celulares e outros meios para se comunicarem. Essa oferta proporciona (ou pelo menos deveria proporcionar) mais lazer, contudo, o que vemos é uma humanidade apressada e ansiosa. Sem dúvida, o mundo mudou de Adão até aqui, de Jesus Cristo como Messias, até aqui. Contudo, as leis que regem o Reino de Deus permanecem as mesmas desde sempre e para todo o sempre, amém!

Parece que vivemos uma era melhor, mais desenvolvida, mas não é bem assim. O homem de hoje também é selvagem como o de antigamente: mata, rouba, mente, esquece de Deus. O homem sempre precisará amar a Deus sobre todas as coisas para amar e respeitar seu próximo. Apesar de todo progresso cientifico e tecnológico, os princípios do Reino de Deus permanecem, pois são imutáveis. Observem que Jesus disse que na sua vinda, na Sua segunda vinda, os homens estariam fazendo as mesmas coisas que fizeram no tempo de Noé: “Como aconteceu nos dias de Noé, assim também se dará por ocasião da chegada do Filho do homem". Mateus 24.37. Quanto tempo já não terá se passado, desde Noé, contudo, os homens continuam praticando as mesmas penúrias, próprias de quem não lembra de Deus. O mundo pode mudar, mas o homem sempre precisará se voltar para Deus em arrependimento e conversão.

O homem, eu e você e todos os demais carecem de Deus. Nossa mente não deve ser corrompida pela distanciamento de Deus. 

Tito 2.11 a 13, diz: “Porque a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens. Ela nos ensina a renunciar à impiedade e às paixões mundanas e a viver de maneira sóbria, justa e piedosa nesta era presente, enquanto aguardamos a bendita esperança: a gloriosa manifestação de nosso grande Deus e Salvador, Jesus Cristo".  

Sóbria = Sophronos (Strong 4996) = sozo - salvar e phren mente. Ou seja: viva salvando sua mente, guardando sua mente das paixões mundanas, da era presente, pela expectativa da segunda vinda de Cristo. 

Também Romanos 13:13-14: “Andemos honestamente, como de dia; não em glutonarias, nem em bebedeiras, nem em desonestidades, nem em dissoluções, nem em contendas e inveja. Mas revesti-vos do Senhor Jesus Cristo, e não tenhais cuidado da carne em suas concupiscências.”

Cuidado = pronoia (Strong 4307) = premeditar, planejar, preparar. Ou seja: Não encham a mente, o pensamento com maquinações da carne, não se planejem para o mal, mas revesti-vos de Jesus Cristo.

Lucas 21, que inicia o texto, encerra uma série de profecias de Jesus sobre os acontecimentos dos últimos dias e a recomendação é para que não nos deixemos abater, absorver, corromper pelos cuidados da vida, pelas dominações carnais. 

Romanos 12.2 também cabe perfeitamente nesta lição: “E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.”

O entendimento só é renovado pelo conhecimento da vontade de Deus e como conhecer sem buscar conhecer?

Que possamos praticar essas coisas a fim de não sermos pegos de surpresa quando o Senhor Jesus voltar nas nuvens para buscar sua Igreja.

Deus o abençoe.

BÍBLIA. Português. Bíblia de Estudo Plenitude, Tradução João Ferreira de Almeida, São Paulo, Sociedade Bíblica do Brasil, 1995. Baseado no livro de Lucas, capítulo 21, e nas Epístolas citadas no artigo.

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.