Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Gênesis 10.9: Ninrode poderoso caçador

Quem foi Ninrode?

Não se sabe muito a seu respeito. Era filho de Cuxe, que por sua vez era filho de Cam, e este filho de Noé, portanto, era bisneto de Noé.

Nasceu logo após o dilúvio. Pensa-se que o pai de Ninrode não seria o mesmo Cuxe da Etiópia, mas uma pessoa pertencente à dinastia caxita da Babilônia.

Era guerreiro e tinha fama de herói. O título de “caçador” pode ser compreendido literalmente a respeito daquele que vai à caça de animais ferozes, ou talvez signifique o chefe das incursões contra as nações circunvizinhas.

Atos de Ninrode

Sabe-se que Ninrode era um homem deveras capaz de atrair pessoas ao redor de si, grande empreendedor, uma personalidade proeminente, um líder que viveu por  400 anos entre a geração que veio a existir após o dilúvio e a vida do patriarca Abraão. A julgar pelas idades mencionadas em Gênesis 11.10-16, viveu intensamente durante todo este período.

Ninrode é descrito como homem valente “poderoso caçador diante do SENHOR” (Gênesis 10.9). Provavelmente, a fama de “poderoso caçador” adveio-lhe de ser ele protetor do povo, num tempo em que animais ferozes era uma constante ameaça de morte. A descrição ”diante do SENHOR” talvez tenha sentido teológico, leva-nos a pensar que as proezas de Ninrode fossem de interesse do Criador (Gênesis 10.9).

Além do livro de Gênesis, a ocorrência do nome Ninrode é encontrada no livro de Miquéias, capítulo 5 e versículo 6, quando “terras da Assíria” e “terras de Ninrode” são citadas em paralelo - recurso poético usado pelo profeta para referir-se ao mesmo lugar. A Assíria, nesse trecho bíblico é símbolo de todas as nações ímpias do mundo.

A torre

Sabe-se que, primeiramente, Ninrode estabeleceu um império em Sinar (Babilônia). Cogita-se que na ambição de controlar a multiplicação dos povos e evitar a dispersão rápida da raça, empreendeu o projeto de construção da torre em Babel, cidade fundada por ele (10.10 – 11.9). Os povos da região se ajuntaram para edificar a torre com a intenção de alcançar o céu. A narrativa bíblica informa que o Criador confundiu a língua dos edificadores e confundidos todos se dispersaram sem que entendessem um ao outro.

Após a confusão de idiomas em Babel e a dispersão do povo, Ninrode continuou seu projeto de expansão. Iniciou as obras de construção das cidades da Babilônia, ele fundou nas proximidades de Babel, as cidades Ereque, Acade, Cainé (Gênesis 10.11-12).

A Babilônia foi por longo tempo conhecida como “País de Ninrode”. Nos sinetes e relevos babilônicos primitivos muitas vezes se representava um rei em luta com um leão. Pode ser isto uma tradição de Ninrode.

A presumível ambição de Ninrode

Com o passar do tempo, talvez ambicionando controlar a raça que ainda se dispersava, estendeu seu império ao norte de Babel, dirigiu-se 482 km mais para o norte seguindo o curso do rio Tigre, fundando um segundo grupo de cidades: Nínive, Reboane-Ir, Calá e Resém, que são consideras as principais capitais criadas por ele, que se transformaram em seu reino setentrional.

Descoberta arqueológica apresentou inscrições cuneiformes informando que a colonização de Nínive partiu da Babilônia. Durante muitos séculos as duas cidades, Babilônia e Nínive, fundadas por Ninrode, foram os principais centros populacionais do mundo.

Tradição 

De acordo com o Livro de Jasar, uma obra extrabíblica, criou-se uma lenda de que Ninrode teria adquirido poderes especiais devido o uso de uma capa sobrenatuaral, presente de seu pai, que ganhou de Noé, que por sua vez teria recebido de Deus. Ao usar o vestuário, Ninrode dispunha de poder de grande influência sobre os animais e sobre seus semelhantes. A obra apócrifa ainda o descreve como líder carismático, muitíssimo inteligente e forte.

A tradição acerca de Ninrode é forte entre os árabes da atualidade. Atribuem a ele quase todas as grandes obras públicas da antiguidade, e associam sua pessoa ao mitológico Gilgamesh (metade ser humano e metade deus).

Reflexão

Até quanto a fama e o poder afetam a personalidade de alguém? As pessoas dotadas de carisma,  grandes talentos, podem tornar-se orgulhosas e deixar de ser instrumentos nas mãos de Deus para abençoar o próximo? Provavelmente isso deve ter acontecido com Ninrode, ao passar de caçador bem sucedido a governante de nações.

A Bíblia não relata o final da vida de Ninrode.

E.A.G.

_______

Compilação: Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal, edição 2004, Brasil, CPAD. Dicionário Bíblico Universal – edição revista e atualizada; A. R. Buckland & Luckyn Williams; maio 2007; São Paulo; Editora Vida. Manual Bíblico; Henry H. Halley; 4ª edição 1994 reimpressa em 1998; São Paulo; Edições Vida Nova. Pequena Enciclopédia Bíblica Orlando Boyer; 1992; Minas Gerais; Editora Vida.

Um comentário:

Anônimo disse...

Uma dúvida com relação a essa personagem diz respeito à quantidade de gente disponível, àquela altura, para ele sair edificando cidades e até fundando um reino. Observem que a partir de Noé, Nironde estava apenas na 4ª geração! Claro, sabemos que as pessoas daquela época viviam muito (?) e que, por isso, várias gerações podiam coexistir; mas mesmo assim não dá prá imaginar tanta gente

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.