Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

O que é ser cristão?


Devido a liberdade religiosa que há no Brasil, é comum encontrar pessoas religiosas envolvidas dentro de uma rotina capaz de fazer com que elas sintam razão para viver e se considerarem cristãs. Elas vivem um ciclo de hábitos muito forte. São tão fortes esses hábitos que elas não pensam em refletir se o sentimento que possuem é correto ou não. Seus costumes estão arraigados em seu ser e por causa disso entram em debates para defendê-los dizendo que eles são a prática do cristianismo.

Então, pergunto: o que é ser cristão?

Para alguns, ser cristão é apenas ter uma carteira de membro de uma denominação evangélica. Não considero errado possuir uma e ser frequentador de um templo, mas isso não significa ser cristão, embora muitos possuidores da carteirinha e do hábito de frequentar templos sejam autênticos cristãos.

Para outros, ser cristão é seguir as doutrinas de teólogos como João Calvino e Jacó Armínio. Mas estes dois homens nada mais fez do que interpretar as Escrituras Sagradas no tema soteriologia, a doutrina da salvação. As suas interpretações não têm a capacidade de fazer com que almas sejam salvas. Portanto, ser cristão não é o mesmo que adotar os conceitos deles. 

Alguns acreditam que ser cristão é ser católico, ou crente evangélico, ou crente evangélico pentecostal, ou crente evangélico tradicional... Nada disso conota e denota a essência do significado de ser um cristão. Tais detalhes apontam para a religiosidade de cada um.

Ser cristão é uma característica interna, algo forte e profundo que está lá dentro do coração. É a firme convicção da necessidade de seguir as ideias de Jesus Cristo, crer nos ensinamentos dEle. Ele mandou você amar a Deus, amar a si mesmo da mesma maneira que amar quem está em sua volta, mandou amar os inimigos. Quem obedece à ordem, em todas as circunstâncias, pode dizer que é um cristão de verdade.

Ninguém pode dizer que ama a Deus se aborrece ao próximo. Quem aborrece o próximo não está praticando o amor, então, está em desobediência a Deus. Portanto, a prova de amor a Deus é amar ao próximo. Veja: 1 João 4.20.

Se a pessoa não for praticante do amor que Jesus Cristo recomendou, não adianta ser frequentador de templos de domingo a domingo; ser calvinista; ser arminianista; ser crente católico ou ser crente evangélico pentecostal ou neopentecostal ou tradicional ou reformado, Quem não ama a Deus e ao próximo, é apenas mais um religioso, só um religioso que não podemos dizer que é cristão de verdade.

A religião não salva. A salvação está ligada à fé com obras. Quais obras? De obediência. Obedecer ao mandamento do amor. Ser cristão é ser disposto a obedecer ao mandamento do amor a Deus e ao próximo.

E.A.G.

Artigo relativo ao tema: Cristocentrismo no corpo, na alma e no espírito

7 comentários:

Marcelo Silva. disse...


Me deparo por vezes diante de alguns alunos com esta questão. E é absolutamente interessante. Observo que no contexto geral do Cristianismo atual, pessoas se confrontam e correm de um lado a outro, contestam-se, tentam de todas as formas abraçarem uma perfeição inatingível e muitas vezes, não conseguem dar o primeiro passo para ser verdadeiramente: um Cristão.

Torna-se rotineiramente muito mais fácil e cômodo criticar atitudes de terceiros (que muitas vezes a praticam na tentativa frustrada de acertar), do que observar seus próprios atos e atitudes. No quesito “ser Cristão”, na verdade, esquece-se de si mesmo e o foco se torna “observar os demais” e apontar os seus erros. Acertos? Acabam por passar despercebidos, e, quando levemente notados, nada mais são do que “você não faz mais do que sua obrigação”.

Em uma das vertentes que hoje imperam, ser “Cristão” virou nada mais nada menos que: status. É muito fácil se recuperar uma “imagem” na mídia quando se lê uma manchete que diz: “fulano se converte e agora é um Cristão”. Será? Glória a Deus pelas exceções que assim o fizeram e permanecem até hoje, como conheço exemplo de alguns. Mas na maioria das vezes, é apenas uma atitude para se recuperar popularidade de algum ex-famoso.

Em outro aspecto (pois isto é um leque formando uma gama de opções), dá-se o saber que outros se consideram Cristãos pelo simples fato de freqüentarem alguma Igreja Evangélica todos os domingos. Onde muitas vezes por terem nascido em Lar Cristão e terem sido habituados à se dirigir aos Templos rotineiramente nestes dias, e, caso faltem: pasmem: Sentem até falta! Verdade! Mas… Por que você vai à Igreja? É uma bela pergunta!! Geralmente as pessoas ficam meio pasmas em frente a ela e riem até.

A Bíblia em sua perfeição nos diz: “Examine-se, pois, o homem a si mesmo” (I Coríntios 11:28). Ora, isto não se aplica apenas para o Dia da Santa Ceia nos minutos antecedentes a participarmos deste forte Memorial. Isto é para ser aplicado em nós todos os dias! É imprescindível que examinemo-nos a cada instante, cada atitude nossa, a cada comportamento, a cada ação.

Fomos criados para ADORAR. Exatamente isto: Criados para ADORAR Àquele que é Digno de toda a honra, toda a Glória e todo o Louvor por toda a eternidade! Ele merece. Ele é Deus! É para isto que devemos nos dirigir ao Teu Santo Templo, com o intuito de Adorá-lO, e, Ele tão maravilhosamente por sua Soberania nos enche de presentes e faz-nos sair de lá cheios, repletos de bênçãos!!! Pois Ele nos ama incondicionalmente.

Ao contrário dos que muitos pensam, o fato de simplesmente nos dirigirmos a um Templo Evangélico não nos torna Cristãos. Muitos até mesmo levam isto como um “encontro social” onde se revê amigos semanalmente, coloca-se o “papo em dia”, marca-se encontros, paqueras, uma “descontração santa” e etc.

Ser Cristão é ter uma vida literalmente transformada por Cristo, personalidade moldada pelo Espírito Santo de Deus, onde se busca o cumprimento de seus mandamentos em todo o seu modo de viver, onde se deseja ter o caráter de Cristo. É aprender a se auto-examinar e deixar de examinar terceiros periodicamente. É ter atitude e coragem para reconhecer suas próprias fraquezas e os pontos negativos que se têm e que resultam em um comportamento muitas vezes distorcido ao Evangelho e ter a disposição para buscar em Deus e deixá-lO moldar tais fatores negativos aprimorando-o para uma vida de cristão literalmente. É ter uma vida pautada no Evangelho genuíno de Jesus Cristo. É um conjunto de fatores que se busca em Deus para que Ele te molde, apare os espinhos, te sare do que necessário e “Assim diz o Senhor, o teu Redentor, o Santo de Israel: Eu sou o Senhor, o teu Deus, que te ensina o que é útil, e te guia pelo caminho em que deves andar”. (Isaías 48:17)

Procure a cada dia conhecer ao Senhor Jesus e buscar qual é a vontade dEle em sua vida! Busque conhecer o Seu caráter, aproxime-se dEle. “Achegai-vos a Deus, e ele se achegará a vós”. (Tiago 4:8)

Joceilma Ferreira Dantes disse...

BOA NOITE E A PAZ DO SENHOR PR. ELISEU!
SER CRISTÃO É acima de tudo sentir a comunhão e fraternidade em nosso coração, é ter a presença do Espírito Santo em nossas vidas, tendo testemunho de vida como um sinal convincente de um dedicado servo cristão, perante o mundo.

Joceilma Ferreira Dantes disse...

BOA NOITE E A PAZ DO SENHOR PR. ELISEU!
SER CRISTÃO É acima de tudo sentir a comunhão e fraternidade em nosso coração, é ter a presença do Espírito Santo em nossas vidas, tendo testemunho de vida como um sinal convincente de um dedicado servo cristão, perante o mundo.

ummundodefe disse...

Olá, irmão:

Sabe que às vezes ficou a pensar quem são os cristãos? Se são os que estão na igreja ou aquele que às vezes se dizem ateus?
É triste, mas, é facto que conseguimos encontrar pessoas com mais compaixão pelas outras fora da igreja do que dentro.

Deus abençoe,

Bruno Ervedosa

Somente Jesus Salva disse...

Graça e paz da parte de Deus Pai e do Senhor Jesus Cristo,
Concordo com ambas colocações dos irmãos,mas faltou dois detalhes muito importantes. Primeiro, se as ovelhas de Cristo não estão sendo verdadeiros Cristãos é porque seu pastor não o apascenta dentro da verdade do Evangelho, se ele assim fizesse obviamente as ovelhas estariam no caminho correto.
Segundo, muitos e muitos não estão sendo dirigidos pelo Espírito Santo.Uma coisa é ao receber o Senhor Jesus como Senhor de suas vidas e receber o selo do Espírito e outra coisa é ser dirigido pelo Espírito Santo. Quem esta sob a direção do Santo Espirito de Deus anda no caminho da graça, vive pelo Evangelho de Cristo e o obedece.
(1 João 2-27 )

Ângelo Almeida disse...

Concordo muito com o comentário do irmão. Hoje, muitos de nós estamos, mesmo se admitimos ou não, nos fazendo esta pergunta. Nossas igrejas oferecem muitas opções de cristianismo, mas o que Jesus quer de fato de nós?
Angelo.. entãoPERCEBI www.entaopercebi.net

bastião sena disse...

Olá irmão Eliseu, gostei muito desta mensagem e gostaria de compartilhar ela com os meus ouvintes em um programa de rádio, bem como depois posta-la em nosso blog pessoal, é claro dando os devidos dados da fonte, caso queira conferir na segunda feira a matéria será postada em nosso blog: http://wwwbastiaosena.blogspot.com.br/ .
Antecipadamente agradeço, certo de que não haverá objeção por parte do irmão.
Que Deus continue abençoando o seu ministério.

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.