Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

sexta-feira, 31 de agosto de 2007

O SOPRAR DA VIDA

No Antigo Testamento “espírito” é “ruach”, significa vento, sendo que em muitas passagens o termo define o sopro.

Em Gênesis o Criador faz Adão e sopra o fôlego de vida nele e a partir deste instante Adão passa a andar segundo a orientação divina. Tempos depois, Adão troca a orientação do seu Criador pela iniciativa humana, própria, descrita pelo apóstolo Paulo como a obra da carne.

Ainda hoje temos diante de nós o Criador, soprando vida e temos dentro de nós a iniciativa pessoal.

Nos guiamos pela vontade do alto ou pela vontade pessoal?

Tal qual trompete, ilustração ao lado, somos nós... Nas mãos do instrumentista profissional esse instrimento de sopro pode emitir melodia em uma excelente orquestra. Sem o Instrumentista, nós nos tornamos apenas uma peça esquecida dentro da maleta ou encostada em algum canto escuro de um lugar qualquer.
.
.

E.A.G.

ISLAMISMO APEDREJA MULHERES


As cenas registram extrema violência.

Enquanto no Brasil temos tanta liberdade religiosa, no oriente ainda acontece muitas atrocidades que a mente ocidental mais vil não imagina ser possível acontecer.

Conheço esse vídeo há cerca de uma ano. Pensei em postar agora em caráter reflexivo.

Quero dizer que a religião não edifica, seja qual for ela, o importante é ter fé em Deus, sabendo que Ele é a essência do amor. Não sou favorável ao movimento sem-igrejas... Mas, sim, contra a religiosidade que violenta a vida humana - vida que o Criador dá e só Ele pode tomar.

O que podemos fazer, enquanto Igreja, para que essas barbaridades pararem de acontecer?
.
E.A.G.

quinta-feira, 30 de agosto de 2007

BLOGOSFERA EVANGÉLICA - CIRO SANCHES ZIBORDI

[Blog do Ciro]

Nome do autor do blog: Ciro Sanches Zibordi . É pastor evangélico atuando nas Assembléias de Deus, Ministério Belém, ligada à CGADB; residente em Niterói, Rio de Janeiro, Brasil. 

Articulista, editor e professor de Hermenêutica/Exegese, Teologia Sistemática, Evangelismo/Missiologia, Heresiologia, História da Igreja, Teologia Contemporânea, etc. Autor dos livros: Evangelhos que Paulo Jamais Pregaria, Adolescentes S/A, Perguntas Intrigantes que os Jovens Costumam Fazer e Erros que os Pregadores Devem Evitar, todos editados pela CPAD. 

A existência do seu blog, na rede desde janeiro de 2007, segundo o próprio pastor, tem como objetivo apresentar ao povo de Deus mensagens inspirativas, análises e refutações de doutrinas falsas e modismos, à luz das Escrituras. Diz mais: "As interpretações contidas no blog, apesar de serem feitas, às vezes, com uma boa dose de bom humor e ironia, têm sempre como alvo honrar a Bíblia, haja vista ser ela nossa fonte máxima de autoridade".

E.A.G.

quarta-feira, 29 de agosto de 2007

AS BÊNÇÃOS DE JOSÉ- GÊNESIS 49.25

22 "José é um ramo frutífero, ramo frutífero junto a uma fonte; seus raminhos se estendem sobre o muro.

23 Os flecheiros lhe deram amargura, e o flecharam e perseguiram, 24 mas o seu arco permaneceu firme, e os seus braços foram fortalecidos pelas mãos do Poderoso de Jacó, o Pastor, o Rochedo de Israel, 25 pelo Deus de teu pai, o qual te ajudará, e pelo Todo-Poderoso, o qual te abençoara, com bênçãos dos céus em cima, com bênçãos do abismo que jaz embaixo, com bênçãos dos seios e da madre.

26 As bênçãos de teu pai excedem as bênçãos dos montes eternos, as coisas desejadas dos eternos outeiros; sejam elas sobre a cabeça de José, e sobre o alto da cabeça daquele que foi separado de seus irmãos" - Gênesis 49. 22-26 - ARA.

A raiz hebraica, etmológica, para “abençoar” é usada seis vezes em Gênesis 49.25.

• Bênçãos dos céus e dos abismos:

Tem a ver com a fertilidade da terra, regadas pelas chuvas e lençóis d’água e fontes e riachos. Ver Gênesis 1.6-9.

• Bênçãos dos seios e da madre:

Tem a ver com a fertilidade do corpo e a fartura. Refere aos homens e aos animais. Ver Gênesis 1.22, Números 24.5-7.

Os descendentes de Efraim:

Ver Oséias 12.8.

As bênçãos outorgadas aos homens na criação concentraram-se em José e são extremamente semelhantes às bênçãos sobre as tribos, proferidas por Moisés, em Deuteronômio 33.13-16, relativas aos descendentes de José.

Essa seção poética (Gênesis 49.22-26) destaca a importância que adquiriu a descendência de José, a qual se dividiu mais tarde, nas tribos de Efraim e Manasses, que ocuparam as férteis montanhas da Palestina central e parte da região oriental do Jordão.

Note a admirável multiplicação de nomes divinos no versículo 24: Poderoso de Jacó, Pastor, Pedra de Israel. Esses títulos atribuídos ao Senhor são raros no Antigo Testamento.

Gênesis 49.22-26 refere-se às celebrações dos momentos em que Deus salvou o servo José.

Nós, com pouca ou grande freqüência lutamos sós, esquecendo que Deus pode nos ajudar, sejam nas lutas contra homens armados ou contra forças espirituais. José aproximou-se de Deus quando os inimigos surgiram. Lembrar-se e confiar em Deus em meio às adversidades é sinal de grande fé.

Somos capazes de lembrar e confiar em Deus quando surgem os problemas, calúnias, perseguições? A reação que expressamos mostram se conhecemos ou não o Deus Todo Poderoso - El Shaddai. .
.
E.A.G.

El Shaddai - Deus Todo-Poderoso


A palavra aportuguesada, Deus, representa alguns nomes referente ao Criador. No livro de Gênesis, 1.26, encontramos a forma Elohim, (plural em referência a Trindade). E a forma singular Elohim é El (o único Deus forte). Encontramos El na forma composta: El Elyon (o Deus Altíssimo) e também El Shaddai...

Todo-Poderoso, em hebraico é El Shaddai. Todo-Poderoso é uma tradução que surgiu da Septuaginta (*), e parece bem fundamentada.

Shaddai aparece 48 vezes no Antigo Testamento, sendo que 31 delas no livro de Jó. Era o nome pelo qual Deus se revelava aos patriarcas, normalmente nos momentos em que as promessas de descendência eram enfatizadas, lembrando o domínio universal de Deus (Gênesis 23.3; 35.11; 48.3) ou quando o povo se encontrava sob dura pressão e precisava de segurança (Gênesis 28.3; 35.11 e 49.25).

A derivação de Shaddai é incerta, não é possível tirar uma conclusão definitiva.

Veja as três principais linhas teológicas:

- Alguns teólogos admitem que Shaddai deriva de shad cuja significação é seio, peito, mama (Gênesis 49.25; Salmo 22.9; Cantares 1.13; 4.5; e, 7.3, 7.8). E por sua vez shad é raiz de uma interpretação de uma forma aparentemente composta de she (que /quem é suficiente; necessário) levando a interpretação de que esse nome divino significa O Deus que é auto-suficiente, por conseguinte ,Todo-Poderoso.

Neste caso Shaddai implica na idéia de sustentador, nutridor, aquele que é capaz de satisfazer.

Entretanto, o conceito machista tende a rejeitar essa linha. Mas é preciso levar em consideração que o Criador é espírito o espírito é assexuado. Não é macho e nem fêmea.

– Outros admitem que Shaddai é a derivação de uma raiz cuja significação é “cumular benefícios”, sugerindo assim, que Deus é o Amigo e o Benfeitor dos pastores e dos patriarcas.

– Outros teólogos, atribuem a Shaddai a significação de “Deus, Deus das Montanhas”. Seja para ressaltar o poder invencível de Deus, seja em referência aos montes como um lar simbólico (Salmo 15.1; 121.1).

É importante lembrar que os montes foram cenários de repetidas teofanias.

O certo é que nessas linhas teológicas sobre o nome El Shadai existe consenso que a maior ênfase de Shaddai está sobre a idéia de poder onipotente, supremo, de Deus em contraste com a fragilidade humana. Ver: Salmo 68.14; 91.1; Isaias 13.6; Êxodo 1.24.

Shaddai denota a Deus como que sujeitando todos os poderes da natureza e fazendo-os subservientes à obra da graça divina. Embora enfatize a grandiosidade de Deus assim, não o apresenta como objeto de temor e terror, mas como a fonte de bem-aventurança e consolação.

Nada é impossível a El Shaddai, Ele pode cumprir todas as suas promessas, mesmo que na ótica humana pareça impossível o seu cumprimento. .
.
E.A.G.
.
* - Septuaginta: A versão dos setenta, a versão grega do Antigo Testamento, preparada por um grupo de setenta e dois eruditos, em Alexandria, no terceiro século antes de Cristo. Era a Bíblia no tempo de Cristo e dos apóstolos (Pequena Enciclopédia Bíblica - O.S. Boyer).

LEI DA MORDAÇA GAY: É HORA DE ORAR ESPECIFICAMENTE SOBRE ESSE CASO

A Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT) formalizou dia 27 de agosto, junto ao Ministério Público Federal, pedido de tomada de providências referente à edição do Programa do Pastor Silas Malafaia, “Vitória em Cristo”, veiculado pela Rede Bandeirantes e pela Rede TV no dia 4 de agosto, e atualmente disponível na Internet, no endereço http://prsilasmalafaia.com.br/

Leia por inteiro na página do blog do Julio Severo >>>
http://www.juliosevero.com.br/

Temos um Deus vivo e gostaria que pedissem em oração a manifestação dEle mostrando com ações contundentes e imediatas de que lado dessa questão Ele está.


Mais sobre o assunto: http://belverede.blogspot.com/2007/08/homofobia-no-censura-no.html

terça-feira, 28 de agosto de 2007

A tecnologia, o tempo e a pressa dos cristãos


Você não está tão ocupado como acredita. Ou pelo menos é o que dizem os especialistas em estudos sobre o lazer. Eles insistem em afirmar que o tempo livre está aumentando. "Existe um grande abismo estre a percepção de realidade quando se trata do uso do tempo", disse John Robinson, diretor do Projeto Uso do Tempo Pelos Americanos da Universidade de Maryland. "Difícil é fazer as pessoas aceitarem isso".
.
Os estudos de Robinson demonstram que, durante uma semana de 168 horas, os homens trabalham uma média de 42 horas - isto é, sete horas a menos que em 1965. Há três décadas, as mulheres trabalhavam 39 horas e agora, apenas 31 horas. Simultaneamente, o tempo livre tanto para homens como para mulheres tem aumentado de 34 a 40 horas por semana.
.
Então, por que parece que não existe um minuto sobrando? Uma explicação para isso é a televisão: "Para cada hora extra de tempo livre que os americanos têm ganhado desde 1965, eles gastam uma hora extra assistindo televisão", disse Robinson. "A televisão pode fazer com que a pessoa não se dê conta do tempo livre adicional."
.
Uma cultura que promove a satisfação instantânea também ajuda a explicar porque a vida parece ser mais agitada do que é na realidade. "Nós queremos ter tudo com rapidez - comida rápida, revelações de fotos (*), saldo bancário pelo telefone e internet (**). Interiormente, nos sentimos apressados. E as pessoas ficam mais agitadas quando se sentem pressionadas pelo tempo", disse Geoffrey Godbey, um professor dos Estudos do Lazer da Universidade de Penn State.
.
O problema não é a falta de tempo, disse Godbey, mas o auto-engano. "Aceitar ficar sentado vendo televisão com uma lata de cerveja é como admitir: 'Não tenho vida interior'. As pessoas continuamente subestimam seu tempo livre e superestimam demasiadamente suas horas de trabalho. Elas estão se iludindo." (The State).
.
Que verdade surpreendente! Estamos vivendo uma ilusão se seguimos os passos do caminho do mundo. O profeta Isaias fala da salvação de Sião e declara: "...aquele que crer não se apresse" (Isaias 28.16b - ARC). E em seguida 52.12 lemos a instrução: "Porquanto não saireis apressadamente, nem vos ireis fugindo; porque o Senhor irá diante de vós, e o Deus de Israel será a vossa retaguarda". A razão pela qual, como crentes, não temos que ser apressados é porque aproximamos da eternidade. O tempo já não existirá. Portanto, fique tranqüilo e gaste seu tempo com o Senhor ao invés de viver com tanta pressa.
.
Arno Froese
Chamada da Meia Noite - nº 3 - março de 1998
.
-----------
[*] - Revelação de fotos em uma hora | [**] - Saldo bancário pelo telefone.
.
Obs: nesta janela de 9 anos as máquinas digitais são mais agéis e nos mostram resultados nos segundos seguintes ao clique. E o telefone para consulta de saldos estão quase que totalmente trocados pela internet, via celulares e pcs, notebooks.
.
A tecnologia, sem pressa, está em constante evolução!
.
E.A.G.

segunda-feira, 27 de agosto de 2007

Provérbios - capítulo 2

Reflexões bíblicas nesse capítulo: Quem dá a sabedoria é o Senhor. A sabedoria vale muito mais do que todas as riquezas desse mundo. Deus concede sabedoria, mas cabe a cada um que a recebe cuidar para não se esquecer dela.

Para qualquer ser humano pouco adianta obter os bens materiais se não for sábio e não souber administrá-los bem. Nesse caso a riqueza ao invés de trazer alegria, trará mais sofrimentos do que prazeres.

Quem aceita a sabedoria do alto aprende a conhecer a Deus cada dia mais; pelo Senhor e pela sabedoria é protegido; consegue manter-se longe das pessoas que não merecem confiança.
.
E.A.G.

sábado, 25 de agosto de 2007

LIVRO DE PROVÉRBIOS - CAPÍTULO 1

Neste capítulo, endereçado especificamente aos jovens, dois assuntos me chamaram atenção:

• Jóias



Vejam, Salomão faz uma comparação interessante sobre o colar. Ele diz que o filho que tem o privilégio em receber o conselho dos pais, e de bom grado os ouve, tem a mesma sensação de prazer quando pode usar um colar no pescoço. Esse adorno torna o jovem mais bonito e a obediência aos pais de igual modo o embeleza.

• A sabedoria e os sábios.


Salomão fala sobre a finalidade de Provérbios. E sobre isso diz que o livro torna as pessoas comuns em sábias e as sábias em mais sábias ainda.

Com isso, nota-se que a Bíblia Sagrada é um livro de inesgotável saber. E que ninguém pode dizer que já sabe tudo.

E mais sobre a sabedoria: o leitor atento irá à Filipenses 4.8, aonde Paulo explica sobre a maneira correta em disciplinar nossos pensamentos.

.
E.A.G.

sexta-feira, 24 de agosto de 2007

JESUS TE AMA E EU TAMBÉM

.
.

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


Certa vez, conversando com um grupo de ateus, tidos como importantes por causa da cultura que tinham, vi que eles criticavam os crentes simples, faziam zombarias por não suportarem ouvir os cristãos repetindo a seguinte frase: JESUS TE AMA.



Para quem está no mundo, sem conhecimento de Deus, é impossível entender o motivo da nossa alegria. Somos alegres porque sentimos que Cristo está dentro do nosso coração. Não é só uma retórica, temos uma experiência própria, está comprovado em nossas vidas que Deus existe. Bênçãos de milagres, respostas-mil para orações humanamente impossíveis de serem atendidas.



Então, se eles se recusam a crer, e Deus respeita a escolha deles, que esses ateus continuem zombando lá... Eu, aqui, quero é falar para o mundo inteiro: Jesus me ama, Jesus te ama, Jesus nos ama, Jesus ama o mundo inteiro!



Fique com Deus.


E.A.G..

quinta-feira, 23 de agosto de 2007

O DINHEIRO E A BÍBLIA SAGRADA


.
Você é daquelas pessoas que sempre acham que não têm dinheiro suficiente? Sente que o mundo está pressionando para consumir mais produtos? E crê na mensagem da mídia que tenta induzir toda a sociedade a comprar as marcas da moda?

Sem dúvida nenhuma o dinheiro é importante. Quando Jesus Cristo falou dele, disse: "Dêem a César o que é de César e a Deus o que é de Deus" (Mateus 22.21). E Ele mencionou o dinheiro em dezesseis das quarenta parábolas que nos deixou, sendo que em uma delas frisou que "a vida de um homem não se consiste na quantidade dos seus bens" (Lucas 12.15).

Como algumas pessoas falam e pensam erradamente, é necessário deixar claro que a Bíblia Sagrada não fala que o dinheiro é a raiz de todos os males. Na verdade, diz em 1ª Timóteo 6.10 o seguinte: "... o AMOR ao dinheiro é a raiz de todos os males".

As pessoas gananciosas são capazes de enganar e prejudicar seus semelhantes para ter lucros maiores. Roubam, mentem, matam, assaltam, se prostituem, traficam... Tudo isso sem sentir dor na consciência. Por causa disso o amor ao dinheiro é um grande pecado.

Do ponto de vista bíblico, riqueza e pobreza não são opostas entre si, ou seja, uma santa e a outra profana. Para ter bom relacionamento com Deus, ser rico ou ser pobre não faz diferença alguma. Aliás, é possível existir pobres devassos e também gente abastada com coração sincero diante do Criador.

A pobreza não é bênção. Está ligada às opressões de homens insensíveis, às guerras de homens injustos e sem sabedoria. Se a pobreza fosse característica de espiritualidade, então, quem não tem dinheiro estaria em melhores condições do que quem tem.

Todos podemos ter o desejo moderado de melhorar financeiramente. Apenas é preciso vigilância para que esse desejo não se torne na cobiça cega que menospreza o amor a Deus e ao próximo. Então, peçamos que Deus nos abençoe em todas as situações econômicas, nos fazendo mais sábios, a ponto de possuir a capacidade de honrá-lo em momentos de carências e também de farturas.

É possível ter dinheiro e usá-lo em bons propósitos.

“Se Deus der a você riquezas e propriedades e deixar que as aproveite, fique contente com o que recebeu e com o seu trabalho. Isso é um presente de Deus" – Eclesiastes 5.19 (NTLH).

"A bênção do Senhor enriquece e não acrescenta dores" - Provérbios 10.22.

Fique com Deus.
.
E.A.G.

quarta-feira, 22 de agosto de 2007

O SENTIDO ETIMOLÓGICO DO TERMO VAIDADE

“Vaidade de vaidades! - diz o pregador, vaidade de vaidades! É tudo vaidade” (Eclesiastes 1.2).
.
No senso coletivo de hoje em dia o substantivo feminino vaidade é entendido como o desejo e os atos imoderados para ganhar a admiração de outros. Mas teologicamente o significado de vaidade é mais que isso. É: ilusão, vazio, futilidade, frustração, inanidade, insignificância, contra-senso; o que é de pouca duração, sem valor e sem sentido.
.
Literalmente, Eclesiastes 1.2 é “sopro dos sopros”. E esse sopro abrange o que os sentidos humanos experimentam com o paladar, a visão, audição, tato e olfato.
.
No idioma hebraico vaidade é hãvel, que significa além de sopro, vapor, bolha, qualquer coisa invisível que logo desaparece. Esta idéia de não ter substância real aplica-se aos ídolos (Jeremias 51.18) e aos que o adoram (Isaias 44.9). Igualmente são as proclamações dos falsos profetas (Ezequiel 13.1-23) e até as melhores virtudes humanas quando comparadas com a retidão de Deus e a Sua Palavra (Salmo 39.5; 62.9).
.
“Seca-se a erva, e caem as flores, mas a palavra de nosso Deus subsiste eternamente” – Isaias 40.8.
.
“Digo-vos que não sabeis o que acontecerá amanhã. Porque que é a vossa vida? É um vapor, que aparece por um pouco e depois se desvanece” – Tiago 4.14.
.
A vida é curta, por mais que vivamos. Não adianta fazer planos se esquecemos de incluir Deus e a Sua Palavra neles. Porque é a Palavra que dura para sempre enquanto o ser humano e a criação passam. Por causa disso se não nos ocupamos vivendo e escolhendo construir e realizar, ou fazer parte, de planos que estão de acordo com a vontade do Criador, então, nossos feitos serão todos inúteis - vaidades!
.
A opinião humana varia, mas a Palavra de Deus não muda. Somente com a eterna e imutável Palavra do Senhor encontramos soluções definitivas para os nossos problemas e necessidades, apesar de tudo o que a Humanidade pensar.
.
É opção inteligente viver o presente e planejar o futuro de acordo com as Escrituras Sagradas como regra de conduta e fé. Quem assim o faz terá paz e alegria no porvir, ao lado de Cristo e de Deus, o Criador.
...
E.A.G.

terça-feira, 21 de agosto de 2007

EXAMINANDO AS ESCRITURAS

Falando e ouvindo... .
.
• Diálogos lacônicos

Ser lacônico é ser alguém que se expressa com menos palavras do que devia, de forma breve, quem faz uso de explicações muito resumidas, mesmo. Tenho notado esse fenômeno na comunicação humana. A redução de frases e palavras... E eu nem sei se existe um nome para esses resumos esquisitos. Nem a razão de acontecerem. Talvez, aconteçam por pura falta de tempo ou mesmo de ânimo para dialogar.


• Um exemplo clássico de frase cortada

No passado, quando alguém se sentia grato, dizia para a pessoa que lhe prestou o bem: "Sinto-me muito obrigado a lhe retribuir o favor que vossa senhoria me fez”. Mas com o passar dos anos o sentimento de gratidão cada vez mais apareceu com economia de palavras: “muito obrigado”; e, hoje ouvimos, quase sempre, só um mero “obrigado” e até existe uma violação do idioma. Alguns dizem “brigado”.

• Exemplo de palavra reduzida

Existe outro exemplo desse fenômeno, que aconteceu com o pronome vossa mercê. Ele foi transformado em vossemecê; depois, vosmecê; e é o que usamos agora você. E, hoje há quem use apenas uma sílaba: ce. E existe quem ouse tirar as vogais dele quando escreve, se usa apenas consoantes: vc!

(Sou um dos que usam vc... Mas apenas em rascunhos e scraps no site orkut.)

• Pregações lacônicas

Porém, o que me deixa preocupado é quando acontecem coisas parecidas com versículos da nossa amada Bíblia Sagrada. Infelizmente tenho presenciado acontecer. É um grande perigo para quem fala e também para quem ouve.

Muito cuidado!

É perigoso demais aos pregadores porquê as Escrituras alertam que existe maldição aos que mudarem o sentido do que Deus nos deixou escrito, diminuindo ou aumentando o que Deus falou e registrou na Bíblia Sagrada. Confira: Provérbios 30.5-6; Apocalipse 22.18-19.

Todos os pregadores precisam valorizar os contextos de todos os assuntos que abordam nas suas pregações. A pressa é inimiga da perfeição. E vale lembrar que o profeta Jeremias escreveu assim: "Maldito aquele que fizer a obra do SENHOR relaxadamente * (Jeremias 47.10 - ARA). E o apóstolo Paulo chama de anátema (maldito) aos que anunciarem um evangelho diferente do que Jesus nos anunciou: Gálatas 1.8.9; 1ª Coríntios 16.22.

O triste exemplo que quero mostrar - existem outros mais! - é 2º Crônicas 20.20:" Pela manhã cedo se levantaram e saíram ao deserto de Tecoa; ao saírem eles, pôs-se Josafá em pé, e disse: Ouvi-me, ó Judá, e vós, moradores de Jerusalém! Crede no SENHOR vosso Deus, e estareis seguros; crede nos seus profetas, e prosperareis. "

Os pregadores lacônicos se fixam apenas no final: "crede nos seus profetas e prosperareis."

A confiança em Deus – que sempre deve estar em primeiro lugar – é esquecida totalmente por eles, que nem a mencionam, e assim todas as ovelhas são induzidas a seguirem a voz de um "falso" pastor. No momento dessas pregações, jamais apontam para Jesus Cristo, o autor e consumador da nossa fé, que Deus nos deu como único Senhor e Salvador.

O primeiro pecado está em não citar o versículo inteiro; o segundo, não mencionar a situação que gerou essa frase de Josafá; e, terceiro, não contextualizar lembrando que o povo de Judá estava na Dispensação de Lei e não na Dispensação da Graça (temos Jesus, agora !).

Essa pregação é inspirada pelo anti-cristo, leva à idolatria.

O grande erro que esses lacônicos estão cometendo ao usarem esse versículo, desordenadamente, não pode nem ser taxado de resumo, porquê os resumos não distorcem o sentido original da mensagem que é comunicada.

Suprimir textos bíblicos ou parte deles cria distorção total. É desonrar ao Espírito Santo, porque foge da proposta que Ele tem, desde que inspirou aos apóstolos e profetas para escreverem. Esses pregadores lacônicos entristecem demais ao Espírito Santo, o verdadeiro autor das Escrituras Sagradas.

"Meus irmãos, muitos de vós não sejam mestres, sabendo que receberemos mais duro juízo. Porque todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça em palavra, o tal varão é perfeito, e poderoso para refrear todo o corpo" (Tiago 3.1-2). .
.
Cuidado, ovelha do Senhor!

Assim sendo, então, que nenhum ouvinte se esqueça o quanto o Novo Testamento pede cuidado quanto aos falsos profetas, falsos pastores e mestres. Seguir às orientações daqueles que não respeitam a inteireza do versículo de 2º Crônicas (20.20), é fechar os olhos aos alertas bíblicos que nos dizem para não confiar, cegamente, nos homens (Jeremias 17.5-9).

A Palavra de Deus alerta para que todos sejam cautelosos com tudo o que ouve. Jesus disse que deixar de examinar as Escrituras Sagradas é um erro, porque justamente nas Escrituras está a nossa vida eterna. E o apóstolo Paulo escreveu que a fé nasce por meio de ouvir a Palavra de Deus e não por ouvir pensamentos humanos. Veja: João 5.39; Romanos 10.17.

A Palavra de Deus também diz às ovelhas de Cristo: "E não vos esqueçais da beneficência e comunicação, porque, com tais sacrifícios Deus se agrada. Obedecei a vossos pastores e sujeitai-vos a eles; porque velam por vossa alma, como aqueles que hão de dar conta delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seria útil" - Hebreus 13.16-17.

Honrar quem merece honra é atitude que Deus se agrada. Mas temos que analisar, cuidadosamente, o princípio de submissão estabelecido pelo Senhor quanto a isso.

A fidelidade do cristão aos homens não deve ser cega, porque devemos amar a Deus acima de todos e de todas as coisas. Portanto, vem primeiro o amor a Deus, expresso em lealdade (olhe: Mateus 22.37-39).

Em segundo lugar, devemos prestar lealdade à igreja visível, à medida que ela permanecer fiel a Deus e às Escrituras Sagradas (leia: João 15.12; Gálatas 6.10).

E, só depois ao pastor-dirigente da igreja que congregamos, enquanto ele, também, permanece fiel e leal a Deus e à Palavra de Deus e à hierarquia eclesiástica a quem deve prestar contas.

Nas sete cartas aos anjos da igreja, lá no livro de Apocalipse (capítulos 2 ao 3.22), encontramos sete líderes em condições espirituais diferentes.

A Bíblia Sagrada realmente pede para obedecer aos pastores (anjos da igreja local), mas jamais com uma obediência cega. Quem obedecer a um anjo / pastor que esteja espiritualmente igual ao da igreja de Sardes (Apocalipse 3.15) não está agindo corretamente e também terá o mesmo final triste dele.

Precisamos discernir as pregações que ouvimos, se são da parte do Espírito Santo, da própria carne ou do diabo - 1ª João 4.1.Temos que julgar as profecias - 1ª Coríntios 14.26-29.

É importante frisar: Deus sempre deve estar em primeiro nas nossas vidas. Isso significa filtrar tudo, inclusive o que os pastores falam, fazem, e mandam fazer. E essa filtragem precisa ser através da ótica da Palavra de Deus.

• Concluindo

É preciso cuidado para não se tornar presa desses pregadores lacônicos, todo cuidado é pouco com homens que usam os microfones, porém, não se aprofundam no sentido geral do que o Senhor nos diz. Leiam mais a respeito: Colossenses, capítulo 2.

Não quero julgar e dizer que esses lacônicos fazem isso por sentimento de maldade e por más intenções. Mas, mesmo que seja só simplicidade ou falta de experiência, ou algo parecido, a conseqüência é a mesma: desastre espiritual.

Pregador fie-se no conselho de Paulo: "Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem do que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade" - 2ª Timóteo 2.15.

E você, que aceitou a Cristo e não faz uso do púlpito para pregar, siga o belo exemplo de dedicação e amor a Deus que o salmista nutria: "Guardo as tuas palavras no meu coração para não pecar contra ti. Bendito és tu, SENHOR" - Salmo 119.11.

Fique com Deus.

----------

* - A tradução Almeida Revista e Corrigida traz um termo mais pesado ao trecho capitulado em Jeremias 47.10. Em lugar de relaxadamente, lemos fraudulentamente. Ou seja, o que engana usando abuso da confiança alheia.
.
E.A.G.
.
Observação: Esse texto está liberado para uso, desde que citado a fonte.

segunda-feira, 20 de agosto de 2007

As três coisas que Deus pede de você - Miqueias 6.8

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

No Evangelho de João, capítulo 3 e versículo 16, lemos que Deus amou o mundo de maneira inexplicável, a ponto de entregar Seu Filho, único, para morrer em lugar de todos os pecadores, para que os mesmos não caíssem em condenação, e dessa forma evitando que todos se perdessem em uma eternidade cheia de sofrimentos, de prantos e ranger de dentes.

Deus foi bom conosco.

Na primeira carta de João, capítulo 1 e versículo 9, lemos que se nós confessarmos os nossos pecados a Deus, Deus é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de todas as injustiças. É a maneira que Ele tem de sempre estender as mãos aos caídos, fazer com que todos se levantem após caírem em pecado e continuem caminhando em direção ao céu.

Mas o que o Senhor deseja de cada um de nós? Ele já nos mostrou o que é bom. Mas quer que nos esforcemos para fazer o que for justo, pratiquemos a benignidade (misericórdia uns para com os outros) e vivamos humildemente obedecendo a Sua vontade.

Somos filhos de Deus. Tal qual Ele é devemos ser também. Quanto à ética sejamos justos; quanto à vida social demonstremos benignidade, que é a misericórdia que perdoa e levanta os caídos; e no que tange à vida espiritual, voluntariamente, com humildade, cumpramos o que Deus quer.

"Ele te declarou, ó homem, o que é bom; e que é o que o Senhor pede de ti, senão que pratiques a justiça, e ames a benignidade, e andes humildemente com o teu Deus?" - Miquéias 6.8.

Para refletir mais: Romanos 12.2; Colossenses 1.9, 10.

E.A.G.

domingo, 19 de agosto de 2007

CAROS INTERNAUTAS CRISTÃOS - A QUEM INTERESSAR POSSA

Algumas vezes sou atacado nos espaços configurados aos comentários dos leitores. Até hoje foram postagens de autoria de gentes anônimas. Assim como acontece comigo deve acontecer com outros colegas também... Mas, diferente de alguns colegas blogueiros eu não costumo deletar todas as ofensas, só apago as que são ataques morais e que venham acompanhadas de palavras de baixo calão (ainda não aconteceram comigo os palavrões!).

Já aconteceu manifestação alterada quando postei sobre música, citando o Salmo 150.4. E, por incrível que pareça, é justamente esse tópico que abre este blog no Google quando a pesquisa leva meu nome. Poderia ser outra abertura...

Na posição de dono de blog, chegamos a ser moderadores do mesmo também. E, talvez, por eu já ser moderador de algumas comunidades, com afluência de muitos membros, lá no orkut, acabei me acostumando com os pensamentos contrários e, às vezes, até algumas atitudes exorbitantes também.

Como moderador sou imparcial, mas costumo emitir minhas opiniões também... Quando penso um pouco diferente de alguém dentro de um debate, sempre lembro que como crentes temos em comum a fé no Senhor Jesus como Senhor e Salvador pessoal. Isso é o mais importante: não nos esqueçamos de amar a Deus acima de todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos.

Mas já aconteceu de um membro da Comunidade AD BELÉM, na qual faço moderação há mais de um ano e meio, atualmente possuindo mais de 13.900 membros, por não gostar do meu posicionamento, escrever uma carta me criticando duramente a um pastor, pensando que o mesmo fosse o meu pastor... Tal pessoa errou meu endereço e até a denominação a qual eu sirvo ao Senhor! E se apresentava guiado por Deus nas coisas que defendia! Será que Deus indica endereços errados aos servos dEle?!

Em outras ocasiões alguns membros foram queixar-se aos donos das comunidades, falando mal e sem meu conhecimento. As razões são das mais estranhas, nem chego a saber quais são... Mas sei que sempre tem a ver com a Palavra de Deus, pois só uso a Internet como ferramenta virtual para pregar o Evangelho de Jesus Cristo, sempre acima dos dogmas denominacionais. E ser assim às vezes ferimos as paixões denominacionais de algumas pessoas.

Creio que fizeram assim porque ajo diferente. Sempre acho que o mais importante é usar argumentos bíblicos dentro de todos os assuntos. As simples opiniões humanas, pessoais ou normativas das lideranças eclesiásticas, não são tão interessantes quanto a Palavra de Deus para mim. Infelizmente algumas idéias ou normas se chocam...

Eu aprendi a não mais revidar esses ataques de gente que não pensa igual eu penso. Quando possível peço a essas pessoas para refletirem em um nível mais excelente e mais sublime, que está acima do jeito humano de pensar e encarar as próprias idéias, que é o amor. Sempre será melhor nos mover com a filosofia de Cristo, que está sempre além dos discursos religiosos – e só fazemos isso colocando em prática o amor.

A melhor resposta é amar os ofensores, como o mandamento de Cristo nos pede.

Essa é a grande diferença entre ser servo de Cristo ou um mero religioso qualquer. O cristão ama. Conhecemos os religiosos, quem sirva apenas às rotinas e aos usos e costumes denominacionais quando eles se vêem sem argumentos bíblicos para defenderem suas teses. Esquecem o amor a Deus e revelam através dos atos de raiva que os dogmas são mais importantes que o mandamento do amor. Grande parte deles parte para as ofensas, revelando o que significa cumprir dogmas. Significa, tão-somente, satisfazer a carne, esquecer do que Cristo pede de todos nós cristãos: amem-se.

Eu amo a Deus e amo meu próximo. Quem ainda aborrece seus semelhantes ainda não passou pelo novo nascimento. Está escrito: 1ª João 4.7.

No afã de fazer prevalecer à teologia e idéias humanas, alguns deixam de amar as almas por quem Cristo morreu. Para ganhar debates preferem perder almas. Por causa desse tipo de paixão Paulo disse que o muito saber ensoberbece (1ª Corintios 8.1).

Tomemos cuidados com nossa teologia, precisamos continuar amando os que julgamos saber menos que nós! É preciso também manter a humildade. Só com a paciência, característica de quem ama, conseguimos conservar útil o ministério que Cristo nos confia e impedir que o orgulho pessoal e denominacional venham a anular o valor de tudo que estamos fazendo em nossa caminhada de fé e uso do dom da palavra.

Que Deus abençoe a todos.


E.A.G.

sábado, 18 de agosto de 2007

O RICO, O POBRE, O CAMELO E A AGULHA

Esta postagem se originou em resposta a um usuário do orkut em uma das comunidades evangélicas que estou participando, cujo o assunto em debate é a prosperidade..


Então disse Jesus a seus discípulos: Em verdade vos digo que um rico dificilmente entrará no reino dos céus. E ainda vos digo que é mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha, do que entrar um rico no reino de Deus”Mateus 19.23-24.

O texto supracitado tem duas vertentes entre os teólogos: uns dizem que a frase de Jesus era proverbial e de fato se referia a uma agulha de costureiras; outros, afirmam que Jesus se referia às portas que se encontravam nos muros da cidade de Jerusalém. O camelo era o maior animal entre os judeus e essas portas / agulhas eram passagens difíceis até para os homens usarem.

Seja a primeira ou segunda interpretação a certa, o fato é que o Senhor estava se referindo ao perigo das riquezas. É mais fácil o enorme camelo passar pelo minúsculo buraco do instrumento de bordar e cozer, ou pela porta pequena, do que alguém que deposita sua confiança nos acúmulos de tesouros dessa terra entrar no céu.

Precisamos vigiar quanto às riquezas porque elas nos passam a falsa sensação de que estamos seguros se a possuímos. E até sem possuí-las podemos depositar essa fé cega nelas! Todo cuidado é pouco! É preciso tomar cuidado também com a avareza e o egoísmo gerados pelo dinheiro, seja qual quantia for!

"Porque o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males; e alguns, nessa cobiça, se desviaram da fé, e a si mesmos se atormentaram com muitas dores" (1ª Timóteo 6.10).

O correto é ser moderado. Confiemos em Deus sempre. Ele está acima do poder do dinheiro, no entanto, não nos diz que o dinheiro é o gerador de todos os males, mas, sim, a cobiça.

E notem bem: Jesus não disse que os ricos não entrarão no céu. Ele disse que é difícil entrar. E arremata dizendo no versículo 26, de Mateus 19: "Isto é impossível aos homens mas é possível a Deus" (referentes aos ricos entrarem no céu).
.
E.A.G.

sexta-feira, 17 de agosto de 2007

BLOGOSFERA EVANGÉLICA - PASTOR CARLOS ROBERTO SILVA

.
O Pr Carlos é casado com Sara Virgínia Silva e Silva, 47 anos. É vice presidente da Assembléia de Deus de Cubatão; vice presidente executivo da COMADESPE - Convenção dos Ministros das Assembléias de Deus no Estado de São Paulo e outros; vice presidente da UNIPEC - União dos Pastores Evangélicos de Cubatão; membro do CONSELHO DE DOUTRINA da CGADB - Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil - Gestão 2007/2009.

O pastor tem por costume sempre colocar em primeiro lugar a Palavra de Deus, acima das convenções humanas. Trata de diversas temáticas colocando o mandamento do amor nos relacionamentos on line.

E.A.G.

quinta-feira, 16 de agosto de 2007

CALÇA MOLHADA




Venha comigo a uma sala de aula do terceiro ano...

Há um menino de nove anos sentado à sua carteira e de repente há uma poça entre seus pés, e a parte dianteira de sua calça está molhada.

Ele pensa que seu coração vai parar porque não pode imaginar como isso aconteceu. Nunca havia acontecido antes, e sabe que quando os meninos descobrirem nunca o deixarão em paz. Quando as meninas descobrirem, nunca mais falarão com ele enquanto viver. O menino acredita que seu coração vai parar; abaixa a cabeça e faz esta oração:

- Querido Deus, isto é uma emergência! Eu necessito de ajuda agora! Mais cinco minutos e serei um menino morto.

Levanta os olhos de sua oração e vê a professora chegando com um olhar que diz que foi descoberto. Enquanto a professora está andando até ele, uma colega chamada Susie está carregando um aquário cheio de água. Susie tropeça na frente da professora e despeja inexplicavelmente a água no colo do menino. O menino finge estar irritado, mas ao mesmo tempo interiormente diz "Obrigado, Senhor! Obrigado, Senhor!"

De repente, em vez de ser objeto de ridículo, o menino é objeto de compaixão.

A professora desce apressadamente com ele e dá-lhe shorts de ginástica para vestir enquanto suas calças secam. Todas as outras crianças estão sobre suas mãos e joelhos limpando ao redor de sua carteira. A compaixão é maravilhosa.

Mas como tudo na vida, o ridículo que deveria ter sido dele foi transferido a outra pessoa - Susie. Ela tenta ajudar, mas dizem-lhe para sair. "Você já fez demais, sua grosseira!"

Finalmente, no fim do dia, enquanto estão esperando o ônibus, o menino caminha até Susie e lhe sussurra:

- Você fez aquilo de propósito, não foi?

E Susie lhe sussurra:

- Eu também molhei minha calça uma vez.

Possa Deus nos ajudar a ver as oportunidades que sempre estão em torno de nós para fazer o bem.

Lembrem-se... apenas ir à igreja não o faz um cristão, da mesma forma que ficar dentro de uma garagem não o transforma em um carro.
.
Autoria desconhecida

terça-feira, 14 de agosto de 2007

O MONSTRO DO LAGO NESS



Mentira!

Fraude. A fotografia do cirurgião do monstro de Loch Ness enganou peritos durante 60 anos, até ser revelado, em 1994, que o pescoço semelhante ao de uma serpente era um submarino plástico de brinquedo.

Fonte: Enciclopédia Ilustrada de Conhecimento Essencial.

segunda-feira, 13 de agosto de 2007

A FÉ: O QUE ELA SIGNIFICA LITERALMENTE

Em Hebreus 11.1 temos a melhor descrição do que seja a fé.

O termo fé nos escritos originais da Bíblia Sagrada, em grego-koiné, é pistis. E pistis denota o sentido de um documento de posse (como uma escritura de imóvel devidamente registrada em cartório. Ou seja,a sua fé é igual o documento que comprova que você é a pessoa certa, a única dona daquilo que crê, que a Bíblia Sagrada promete que é seu).

Experimente trocar o termo fé por escritura nas suas leituras bíblicas, orações e vida devocional com Deus. Quem tem uma escritura de imóvel, não tem dúvidas que é o dono daquilo que está lavrado e muito bem documentado em nome dela... .
.
E.A.G.

sábado, 11 de agosto de 2007

A GRANDE REPRESENTATIVIDADE DA BÍBLIA SAGRADA

.
A Bíblia Sagrada contém a mente de Deus, a condição do homem, o caminho da salvação, a condenação dos pecadores e a felicidade dos crentes. Suas doutrinas são santas, seus preceitos são justos, suas histórias verdadeiras e suas decisões imutáveis.

Leia-a para ser sábio, creia nela para estar seguro e pratique-a para ser santo. Ela contém luz para dirigi-lo, alimento para sustê-lo e consolo para animá-lo.

É espada do soldado e o mapa do cristão. Por ela o paraíso é restaurado, os céus abertos.

Cristo é o seu grande tema, nosso bem o seu intento, e a glória de Deus a sua finalidade. Deve encher a mente, governar o coração e guiar os pés.

Leia-a lenta e freqüentemente e em oração.

É uma mina de riqueza, um paraíso de glória e um rio de prazer. É-lhe dada em vida, será aberta no dia do julgamento e lembrada para sempre. Ela envolve a mais alta responsabilidade, recompensará o mais árduo labor e condenarão todos quantos menosprezam seu sagrado conteúdo.
.
Autoria desconhecida

HOMOFOBIA, NÃO! CENSURA, NÃO!

Como um evangélico e cidadão brasileiro tenho visto o levante que está acontecendo no Brasil na questão dos homossexuais. Os gays têm se organizado na esfera política, entraram no legislativo federal – Câmara dos Deputados e Senado – tentando fazer valer leis que os colocam como cidadãos intocáveis no Brasil.
.
Mas, felizmente, tudo ainda não passa de uma tentativa, pois o que buscam, por enquanto, são apenas Projetos de Leis, nada está decidido... É hora, mais do que passada, do povo evangélico (de forma interdenominacional) dobrar os joelhos e orar, e, descruzar os braços e agir com relação a esse assunto! Com fé e com atitudes civis. Somos cidadãos brasileiros e precisamos mostrar que temos direitos de professar nossa fé e expressar nossas opiniões.
.
Eu sou evangélico. Eu não sou homofóbico. E posso afirmar, sem medo de errar, que 99,99 % da comunidade evangélica, em nível mundial, também não.
.
Homofobia é um termo relacionado a ódio mortal. Alguém já viu ou leu sobre evangélicos matando gays? Eu nunca li e nem vi nenhuma matéria jornalística relatando tal ocorrido.
.
A verdade é que esse substantivo (homofobia) é a bola da vez, está na moda de quem faz mídia inseri-lo em suas pautas. Mas são poucos que estão usando-o, referindo aos evangélicos, com o mesmo sentido que encontramos nos dicionários.
.
E também vale lembrar que é necessário olhar o sentido lato do que seja preconceito. Discordar de algo ou alguém nem sempre é conseqüência de preconceito. Muitas vezes é exatamente o extremo oposto disto, é uma oposição por causa de um belo conceito muito bem formulado.
.
E, diga-se de passagem, que, muitos preconceituosos agem, movidos por preconceitos, à favor de algo ou alguém. Não existem só os preconceituosos "do contra", existem os preconceituosos "à favor". Os dois tipos são nefastos. Mas, mais nefasto é o que concorda com algo / alguém sem conhecimento ou por sentimento maquiavélico.

O Pr Silas Malafaia foi ao ar nas televisões Redetv! e Bandeirantes no sábado passado, dia quatro de agosto, trazendo uma mensagem sobre a ótica bíblica quanto à homossexualidade. E já está sendo perseguido por causa disso.
.
.
Nós evangélicos temos notado, há algum tempo, que não podemos mais apresentar textos bíblicos que comente sobre a prática homossexual, segundo a posição bíblica, contrária, que se levantam vozes de oposição classificando tal pregador como um orador homofóbico ou incitador da homofobia.
.
Homofobia significa medo de homossexuais. Eu não tenho medo deles e nem ódio e nem o tem quem pregue a Bíblia Sagrada sobre tal assunto. Eu apenas discordo do modo de vida dos que são homossexuais e defendo meu direito de pensar assim e manifestar esse pensamento. E desejo o mesmo para todos que mostram essas verdades bíblicas.
.
Mas os homossexuais querem transformar esse meu direito em infração criminosa. Isso é um exagero da parte deles! Eles querem me censurar e censurar todos os evangélicos e católicos e quem não seja simpatizante da causa homossexual!
.
Como cristãos e cidadãos urge organização específica sobre essa questão. Até o resultado final do trâmite em Brasília, anotemos e levemos os nomes de todos os senhores deputados e senadores que estão envolvidos nesses Projetos de Leis, todos que estejam contra e que estejam favoráveis à implementação dessas idéias pró criminalização da liberdade de expressão em nosso País, para ser o assunto mais vezeiro em nossas reuniões e em todos os meios de comunicação que possuímos. É importante não deixar o assunto cair no esquecimento.
.
Essas barbaridades ganham corpo porquê os políticos agem às escuras. Vamos colocar holofotes neles, pessoal!


E.A.G.

quinta-feira, 9 de agosto de 2007

QUESTÃO DE GRANA

Veja a observação do Pr Silas Malafaia sobre dinheiro / prosperidade. Interessante.
.

quarta-feira, 8 de agosto de 2007

O AMOR QUENTE

Escrevi este texto há cerca de três anos atrás para um jovem que estava de malas prontas para servir ao Senhor como missionário na Inglaterra. É uma compilação. Como o assunto não é específico, então, achei que seria útil deixá-lo aqui, adaptado ao blog.


Certa vez Jesus profetizou que nos últimos dias, por causa da iniqüidade o amor de muitos se esfriaria (Mateus 24.12). E hoje, com tristeza, é fácil constatar esse amor frio.

Conhecemos uma espécie de sentimento condicional:

• Eu te amo se você corresponder as minhas expectativas;

• Eu te amo se você me fizer sentir bem;

• Eu te amo se você for rico (a) e bonito (a).

A primeira carta de Paulo aos crentes de Corínto, 13.1-13, trata do “amor que permanece”.



A motivação que gerou a descrição, tão bela, do que seja o amor foi o cenário desolador de uma congregação cristã desunida. Por esse motivo, de tempos em tempos, vale meditar neste texto objetivando manter o verdadeiro amor aquecido.

Notemos que o Espírito Santo nos deixou a especificação do que é o amor no capítulo 13 entre o assunto dos dons espirituais. Os capítulos 12 e 14 falam de dons espirituais - e não foi ao acaso. O capítulo 13 ensina que o amor qualifica o uso dos dons, ensina que é o caminho sobremodo excelente.

O apóstolo Paulo dividiu o assunto em três partes. Versículos:

• A absoluta necessidade do amor (1-3);

• A natureza do amor (4-7);

• A durabilidade do amor (8-13).

A definição do apóstolo sobre o amor esclarece o que o amor não é: não é indecente, não é interesseiro, não suspeita mal, não se alegra com injustiças, não é falho.

Precisamos tomar medidas preventivas para assegurar que o amor continua a ser o motivo do nosso serviço a Deus. É situação comum os crentes caírem na armadilha de pensarem que se ocupam do serviço a outros e não agirem com amor. Há quem comece com amor e termine apenas com o sentimento do dever, infelizmente.

O apóstolo Paulo escreveu que se eu usar os meus dons espirituais sem amar os meus semelhantes o meu trabalho é em vão aos olhos de Deus.

Note: os dons servem para a edificação do Corpo de Cristo, que é a Igreja, porém, muitos obreiros esfriam no exercício do amor porque acreditam que os dons que estão em evidência no ministério deles são um selo de aprovação da parte de Deus como se fossem aval divino para aborrecerem e odiarem o próximo – e não são! João 13.34-35; 1ª Coríntios 14.12,26.

Oro para que essa mensagem sirva de incentivo para muitos líderes mergulharem na Palavra Santa, como quem submerge em um lago de águas limpas e cristalinas. Que esse tópico sirva de instrumento para mais e mais pessoas desejarem maior conhecimento da vontade de Deus para suas vidas.

O desejo de Deus é que nos amemos uns aos outros..
.
E.A.G..

O SALMO 89.7 EM VÁRIAS TRADUÇÕES - DIFERENÇAS

Gosto muito da mensagem que nos traz o Salmo 89.7, na versão Almeida Revista e Corrigida. Lemos: “Deus deve ser em extremo tremendo na assembléia dos santos e grandemente reverenciado por todos que o cercam”.

Quase todas as outras traduções brasileiras, evangélicas, que também são boas, trocam o “deve ser” desse versículo por “é sobremodo”, porém, o texto original em hebraico admite o tom exortativo da ARC (Deus deve ser / el na’ aratz).

É compreensível essa diferença de tradução no texto hebraico supracitado. Deus é e ao mesmo tempo age de acordo com a fé de cada crente ou deixa de agir por conta da ausência de fé nos corações dos descrentes.

“Deus dever ser”, porque a pouca fé ou nenhuma impede que Deus trabalhe em favor dos que não confiam nEle. Para ver maravilhas é preciso crer antes. O ideal é que cada um de nós creia no Senhor aceitando a realidade da amplitude que Ele tem, e que age até os extremos e tremendamente. Não existem casos impossíveis ao Senhor.

E.A.G.

terça-feira, 7 de agosto de 2007

CASSIANE: COM MUITO LOUVOR (AO VIVO)




Letra e cifras >>> .

NOSSO BELVEREDE

Bate-papo

Dias atrás, diante de um casal que se mostrava cheio de problemas e eu percebendo que não era a hora certa para tocar no ponto nevrálgico da questão e que nem era o momento de ministrar a Palavra de Deus para eles, me veio à frase: “não importa o tamanho do problema de vocês, lembrem-se sempre que o Senhor será sempre maior que a ‘maré contrária’ que estão enfrentando, confiem. Eu confio nEle”.

E agora sou eu quem me sinto pressionado... Não são algemas comuns, são velhas atitudes subliminares e silenciosas de repreensão. Mas, como sempre a fé aponta para o alto e a consciência faz lembrar que maior é Deus.

As "forças contrárias" querem induzir aos lados esquerdo e direito do caminho, mas a Palavra de Deus manda olhar e seguir para frente. A vida cristã sadia é assim... Os que são extremados se digladiam, mas o Senhor manda amar a todos. Pede para jamais fazer distinção de pessoas, nunca praticar diferenciação de raça ou cor e nem de classes sociais ou sobre quem tenha nível acadêmico completo ou incompleto.

O que me fez sentir pressionado foram às tendências doutrinárias opostas acerca da Teologia da Prosperidade. Não sou adepto dela e nem sou adepto dos críticos mordazes contra ela. Percebo que os dois lados dessa questão possuem graus de erros e acertos.

Para bem da verdade é necessário mais aprofundamento neste assunto. Dos dois lados, o pró e o contra. Então, não modificarei meu modo de reagir quanto a essa questão e continuo com os mesmos argumentos.

Quais são? Aqui estão > > > (Favor clicar após ler o texto na íntegra)
Meus objetivos

Criei esse blog com o nome Belverede. Mas por ser uma palavrinha meio arcaica acabei deixando-a em segundo plano e coloquei o meu próprio nome lá no alto. Porém a idéia inicial permaneceu a mesma. Belverede significa o grande raio angular de visão aberto, de onde se pode desfrutar de uma descomunal vista panorâmica. Um panorama de sacada.

Quero ter e dar essa visão privilegiada a todos, através desse espaço virtual. Não sei se consigo, mas tento.

E assim sendo, já fiz desse blog o meu portal da internet. Sim, aqui estão os meus links de acessos prediletos na rede. E a conseqüência lógica é que a lista deles cresça com pouca ou nenhuma alteração dos links que já inclui. A linha do meu raciocínio é firme, embora eu saiba reconhecer erros e mudar quando preciso.

Catarse

Existe um fenômeno psicológico chamado catarse, termo que foi usado por Aristóteles em excesso, descrevendo práticas adotadas em quadro de efeito purificador da libertação de emoções, terror e religiosidade.

Ele descrevia a situação de ímpeto que as pessoas são possuídas inconscientemente após uma situação ruim. O filósofo observou que para evitar que a situação má voltasse, as tais pessoas agiam com rigor extremado, além das proporções adequadas.

Hoje em dia a psicologia aponta a catarse quase da mesma forma, com a mesma reação errada de ímpeto defensivo, com proporções demasiadamente exageradas, na tentativa de evitar que situações indesejáveis do passado retornem.

Entendo tanto os que estejam favoráveis ou contra eu comentar sobre finanças na vida cristã evangélica. Entendo quem não me queira dizendo que Deus não tem prazer na vida de servos monetariamente miseráveis e também entendo os que pensam que eu deveria defender com unhas e dentes essa Teologia da Prosperidade.

Acho que existem muitos vivendo dentro dessa teoria da catarse.

É compreensível reagirem com cautela. Porém, irmãos, é prudente perceber que não se exterminam formigueiros com bombas atômicas.

Quem sou eu?

Embora faça conhecido meu posicionamento sobre o que penso neste assunto da prosperidade bíblica e julgo entender como sendo um pensamento alinhado à Palavra, saibam que, antes de tudo me vejo assim:

• não sou advogado de Deus, pois quem precisa sou eu e não Ele;

• não quero convencer ninguém, até porque essa função é dEle e não minha;

• não estou impondo minha visão a ninguém, apenas apresentando-a;

• cada um faz a sua opção e eu não sou melhor que ninguém;

• é bem provável que eu tenha bem mais defeitos do que todos aqui;

• procuro ser o mais explicativo possível dentro das postagens, usando a Bíblia Sagrada, mas a decisão da fé é individual, é intransferível;

• me considero em constante aprendizado, já passei e/ou estudei doutrinas/ religiões / seitas e depois de 22 anos caminhando nesta jornada de fé sei que a caminhada ainda continua e preciso continuar aprimorando meus conhecimentos e espiritualidade.

Enfim, espero que continuem lendo as minhas abordagens diárias de temas que, agora, parecem meio dispersos, mas que estão dentro de uma linha de raciocínio que dia a dia estou construindo e que no futuro se mostrará bem objetiva e sem contradições. Se Deus me permitir.

E, por favor, entrem, comentem aqui... Todos são muito bem-vindos.

Em Cristo,

E.A.G.

segunda-feira, 6 de agosto de 2007

A PAZ DE ESPÍRITO - HIROSHIMA E NAGASAKI



No dia seis de agosto de 1945 os norte-americanos lançaram duas bombas sobre a cidade de Hiroshima e 300 mil pessoas morreram. Três dias após bombardearam Nagasaki, matando mais 40 mil japoneses.

Pasmem: realizaram tais ataques em nome da paz mundial.

O ser humano é carente por paz de espírito. Tem enorme inquietação, ansiedade. E, inconscientemente até, às vezes, tenta acabar com essa carência consumindo álcool, fumando, ou tentando manter a falsa aparência de bem-estar. Outros mergulham de cabeça no mundo do jogo, das drogas proibidas ou do sexo – sem - fronteiras morais.

A falta de paz é como uma cadeira de balanço: provê algo para se fazer, mas não leva a lugar algum. E a felicidade, a paz interior, não consiste em possuir tudo o que é mais caro, mas em não se desfazer do que já possui por valor nenhum.

Não há erro em desejar o sucesso, por isso encontramos escrito em 1ª Pedro 5.7 (NTLH): “Entreguem todas as suas preocupações a Deus, pois ele cuida de vocês”. Melhor que a conquista temporária do sucesso é conseguir em definitivo a fonte que o produz: “Cristo Jesus... ele é a nossa paz” – Efésios 2.13,14.

A imediata conseqüência em ter Jesus no centro de nossas vidas é o fim de traumas e desilusões, causadores do estresse – ogiva nuclear – que mata aos poucos o ser humano de dentro para fora, provocando insônia, tensão, irritabilidade, medo e etc.

Certa vez o Filho de Deus declarou: “Deixo com vocês a paz. É a minha paz que eu lhes dou; não lhes dou a paz como o mundo a dá. Não fiquem aflitos, nem tenham medo” – João 14.27 (NTLH).

Caro leitor, independente de sua religião, ideologia política, posição social, tenha Jesus Cristo em sua vida. Se com sinceridade pedir para que entre em seu coração, então, você se tornará mais uma pessoas entre milhares e milhares de outras que participam das bênçãos celestiais. E uma das características dessa bênção é a paz de espírito.


Não existe razão para deixar Cristo fora de nossas vidas.


Se preciso for, agora mesmo dê o passo de fé e comprove que o amor de Deus por você é poderoso e real.

E.A.G.

domingo, 5 de agosto de 2007

ADMINISTRANDO OS ANSEIOS DO CORAÇÃO

"Enganoso é o coração do homem, mais do que todas as coisas..." - Jeremias 17.9.

Por melhores que sejam as intenções humanas, os projetos do homem são falíveis e não alcançam em 100 % a excelência que Deus é capaz de alcançar e deseja para nós. Deus quer nosso bem-estar mais do que nós mesmos queremos.

Por causa disso, é sempre melhor contar com a Palavra de Deus. Mas só é possível usá-la perfeitamente quando ela está dentro do nosso coração. É só dessa maneira que há a possibilidade de projetarmos nossos planos seguindo todas às estratégias corretas e contundentes de Deus.

O coração de Deus não engana o ser humano, podemos esperar pela eficiência d'Ele; o coração de Deus jamais se corrompe em esperanças fracassadas, sonhos sem resultados positivos.


Deus realiza os sonhos daqueles que entregam o coração inteiramente a Ele (Salmo 37.4).

Paz e graça.
 .

E.A.G..

sexta-feira, 3 de agosto de 2007

O VALE DA DESESPERANÇA


"Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça" (Isaías 41:10).

Um jovem advogado desceu até o vale do desespero. As coisas estavam indo tão mal para ele ao ponto que seus amigos acharam melhor esconder todas as facas e navalhas com medo de que tentasse o suicídio. De fato, durante este tempo, ele escreveu em suas memórias: "eu sou, agora, o mais miserável dos homens.Se eu vou estar melhor, algum dia, não sei. Temo que isso não acontecerá."

Que jovem advogado desabafava dessa maneira, com sentimentos de completa desesperança? Seu nome era Abraão Lincoln.

É possível que muitos de nós já tenhamos passado pela mesma situação. Quem sabe, estejamos experimentando momentos de crise neste exato momento. Pessoas de grande valor, como o Presidente americano estão sujeitas a lutas semelhantes.

Mas é preciso que coloquemos no coração uma verdade indiscutível: nem tudo está perdido. Existe um canal de escape do vale da desesperança. Afinal, ali não é o lugar de nossa habitação. Somos filhos de Deus, comprados pelo sangue de Jesus para viver de maneira abundante e vitoriosa. O Senhor prometeu estar ao nosso lado e ajudar-nos nos momentos de grande tormenta e conduzir-nos aos pastos verdejantes de bênçãos. Não somos homens e mulheres miseráveis, mas filhos do Rei dos reis e herdeiros das mansões celestiais.

Aquele desesperado advogado transformou-se no maior Presidente da história americana e nós, com certeza, temos um Pastor Amigo que nos livrará de todo mal e seguirá ao nosso lado para grandes conquistas e para a vida eterna.

Você se encontra no vale da desesperança? Estenda as mãos para o Senhor, logo a alegria da vitória encherá novamente o seu coração.

Pr Adilson Abde - membro da CGADB, CEADER, SEMADE, SENAMI. Fundador da Assembléia de Deus na Europa, com sede em Orleans - França.

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.