Research | Pesquisar artigos de Belverede

Select the language

sábado, 29 de dezembro de 2007

2008 está às portas!

Esta é a minha última postagem de 2007. Minha intenção é voltar após a virada do calendário, se Deus quiser retorno em 2008.

Agradeço a todos que visitaram esse espaço neste semestre. Lendo, postando comentários. Sei que a maior parte de tudo isso aqui é impulsionado por quem me acompanha. Evangélicos de várias denominações, e não-evangélicos também.

Dezembro: mês dos retrospectos. Aperfeiçoamento de acertos, acertos de erros.

O meu objetivo é continuar a falar do amor de Deus, enaltecer e fazer conhecido o nome de Jesus Cristo. Foi assim no passado, e com a permissão do Senhor, será no futuro.

Feliz Ano Novo.


E.A.G.

sexta-feira, 28 de dezembro de 2007

Lydia Moysés - A protegida

ATOS 4.12

.
.
.
ATOS 4.12
.
.
.

UBE - MELHORES POSTAGENS DE 2007 TOP 10

O blog UBE, na pessoa do Presbítero Valmir lançou uma votação para que os associados escolham as dez melhores postagens dos blogueiros associados.

Embora já exista grande variedade de blogs cristãos, entendo que a blogosfera evangélica está engatinhando, ainda. Tanto no BLOGGER quanto noutros sites de hospedagem.

Sei que existem muitos outros tópicos ótimos, votei com meu coração na mão porque não pude adicionar outros textos e outros nomes... Optei por três que achei interessantes, observando o quesito originalidade e procurando características diferentes nos blogs como um todo.

1º - Reforma Protestante – 490 Anos (Pr Silas Daniel)

2º - Os Sete Inimigos do Teólogo (Dalardier Lima)

3º - Blog Desmente a Morte de Shirley Carvalhaes (Blog da Irmã Vânia)

Votos aqui > > >

quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

DISCERNIMENTO ESPIRITUAL - IVETE SANGALO OU IVETE SANGALO?

Ao clicar no link, veja os comentários postados sobre a situação mostrada no vídeo na mesma página do YOUTUBE onde ele está inserido. Depois, leia minha reflexão (referente até o primeiro minuto e trinta segundos), e reflita também, sobre o dom de discernir espíritos.

http://br.youtube.com/watch?v=WW83CMhfwKI

Minha reflexão:

Lembro que existe o Espírito Santo, espíritos humanos e os espíritos maus, precipitados do céu por Deus.

Seja qual for sua percepção sobre o conteúdo apresentado, digo que a cantora é alguém que está incluída no plano da salvação. Oremos, com toda dedicação possível, em favor dela. Deus a ama como ama eu e você.

Na primeira carta do apóstolo Paulo à igreja da cidade de Corinto, no capítulo 12, estão catalogados os dons espirituais.

Notemos, antes de nomeá-los, que o apóstolo faz um alerta. É necessário levar esse alerta, referente aos dons, em alta consideração:

“Por isso precisam compreender que ninguém diz ‘Que Jesus seja maldito!’ pode estar falando pelo poder do Espírito de Deus. E que ninguém pode dizer ‘Jesus é Senhor’, a não ser que seja guiado pelo Espírito Santo” – 12.3 (NTLH).

E, não encontramos neste capítulo apenas uma lista. Também podemos ler qual é o propósito da existência desses dons. Eles não estão disponíveis para destruir o próximo, por quem Cristo morreu, eles estão disponíveis para edificar o Corpo de Cristo, a Igreja do Senhor. Os dons não existem para autopromoção, narcisismo. O objetivo é o bem coletivo de todos os membros da Igreja, à expansão do reino de Deus entre nós.

Não podemos ignorar que os dons espirituais existem, e sabedores de tal existência deles não devemos ignorá-los, desprezá-los, trocá-los pelas habilidades humanas para lidar com as coisas espirituais.

Através dos dons há a possibilidade de praticar diversos serviços, diferentes, mas o Senhor Jesus é um só. E existem diversas possibilidades de realizações através deles, mas Jesus, o Senhor, é o mesmo.

A listagem tem nove dons:

1º - palavra da sabedoria;

2º - palavra do conhecimento;

3º - fé;

4º - dons de curar;

5º - operações de milagres;

6º - profecia;

7º - discernimento de espíritos;

8º - variedade de línguas;

9º - capacidade para interpretá-las.

Ainda, sobre os dons do Espírito, é notável que o apóstolo Paulo tenha intercalado esse assunto em duas partes. Notem que começa a tratar desse assunto no capítulo 12, pára, e reinicia no capítulo 14. No capítulo 13, um dos mais belos do Novo Testamento, ele discorre sobre o amor, no sentido ágape.

O amor não suspeita mal; o amor não busca os próprios interesses – 13.5 (ARC).

Diante desse contexto sobre os dons espirituais, quem se dedica ao Senhor, claramente, discerne tudo e todos. Não existe a possibilidade de uso deles em causa própria.

A luta cristã está bem definida. O inimigo do homem não é o próprio homem, é Satanás. Quem se mostra usando os dons espirituais contra o ser humano está equivocado, afinal, o interesse do Senhor é que nos amemos uns aos outros, inclusive quem estiver se comportando como se fosse inimigo nosso. O propósito dos dons é edificar, não é destruir o semelhante.

Será que quem parte para tal objetivo, destruir alguém, estará usando os dons do Espírito?

Deus é a essência do amor - 1ª João 4.8.

O amor não age negativamente jamais. Sem o amor (ágape) nada vale a pena.

E.A.G.

MISSIONÁRIO RR SOARES NO PROGRAMA DO JÔ

Parte 1


Parte 2

O VENTO - A LEI DA CAUSA E EFEITO

.
.
.

.
.
.
Sou evangélico com cerca de cinco anos de caminhada.

Como tal eu recebo, às vezes, solicitações de aconselhamento de não-crentes e evangélicos com menos tempo de fé.

Ao longo de algumas conversas tenho notado que grande parte dos problemas que as pessoas passam são culpa, também, em parte, dos que pedem conselhos.

Na natureza existe a lei de causa e efeito. Essa lei não faz apenas parte da esfera física, ela inclui também a esfera dos relacionamentos interpessoais.

A tendência de quase todos é não enxergar que é o gerador dos problemas que sofre, ou que o incentivou a crescer mais.

Todos, eu me incluo e me policio para não cometer esse erro, nos acostumamos a nos fechar num castelo de lamúrias na posição de vítima. Será que sempre somos?

O vídeo mostra isso muito bem.
.
.
.
E.A.G.
.
.
.

segunda-feira, 24 de dezembro de 2007

AD Belém - 8 mil participaram da última Santa Ceia de 2007

Foto: Fernando Flower

A última Ceia do ano do ano de 2007 da congregação AD Belenzinho está celebrada.

A realização do culto aconteceu no 3º subsolo do templo da Assembléia de Deus - Belém, com a construção ainda em andamento. Sito avenida Alcântara Machado (mais conhecida como Radial Leste) ao lado do viaduto Guadalajara.

O espaço usado foi o que está projetado para ser, futuramente, as garagens. Houve a participação de um coral com 250 vozes acompanhadas pela orquestra Jahn Sorheim. "O término das obras virou prioridade do ministério", afirmou o pastor-presidente José Wellington Bezerra da Costa.

Fonte: Jornal Nosso Setor - Ano VI - nº 49.

OSEIAS DE PAULA - A MELHOR COISA

.
.
.

.
.
.

domingo, 23 de dezembro de 2007

Jesus em verso e prosa

....
Graça.


Observação, cores, coração, imaginação. Magnitude.


Trajetos, enfeites, trejeitos, festas.


Introspecção, aperto de mãos. Ilusão.Tudo. Nada.


Atitude.


Fartura, fantasia, fome, falta de dinheiro, pinheiros, [bolsos vazios, bolsos cheios.


Mesa, maçãs, massas, escassez.


Pacotes, preces, presuntos, bebidas, balas, bolos.


Janeiro outra vez.


Jesus!


Fevereiro e março. Abril. Maio e junho.


Jesus!


Julho, agosto, setembro.


Jesus!


Outubro. Novembro. Natal.


Com Jesus.


Jesus, sempre presente.


O presente de Deus.

.

.

.
E.A.G.
(num lampejo de inspiração [ ? ] às 21h30 de hoje)

Blogueiros evangélicos e sete artigos sobre o Natal

Sete prismas da mesma pauta
[...Natal...]
. .
.
Poliane Latta traz uma poesia para compartilhamento em blogs, incentivou cópias.
.
O Pr Carlos Roberto reflete sobre as indagações de quem critica as festas natalinas.
.
Julio Severo chama atenção para o Natal dos cristãos palestinos, em guerra.
.
O blogueiro Daniel Ferreira traz uma suscinta e simpática redação, e esclarecedora, sobre a figura de Noel.
.
O evangelista Jairo Elin reflete sobre o consumismo que gira em torno da data.
.
E, da minha parte, dois artigos postados. Trouxe um de um autor que tenho acompanhando na internet há algum tempo. O segundo artigo é eu mesmo que o redigiu em novembro deste ano.
.
.
E.A.G.

G12 - POR QUAL MOTIVO DIZEM QUE É HERESIA? - PARTE FINAL

.
.

Termino esta reflexão sobre o movimento G12 sem fazer desmotivação ou incentivo de um ou outro sistema de evangelização. Findo lembrando que todos nós somos falhos. A interrogação no tema destes três artigos foi apenas a intenção de despertar o interesse sobre a motivação das coisas que são ditas contra e à favor de tudo nesta vida, não só sobre o sistema G12.

Sei que existem erros no G12. E sei que existem fora também. Sei que existem críticos ferrenhos e bem intencionados nas suas críticas contra e à favor o G12.

Antes de terminar, gostaria de abrir parênteses e atender um dos leitores que me interpelou, via e-mail, por eu ter citado o Pr José Wellington Bezerra da Costa, no artigo anterior desta série.

O internauta, blogueiro também, pediu para eu citar a diferença entre os ministérios ligados a CGADB e o ministério Assembléia de Deus Madureira. No ministério Madureira, desligado da CGADB, ao contrário da situação do Pr José Wellington Bezerra da Costa, que se submete às eleições do pastorado para se manter como presidente, lá, no ministério Madureira, existe um pastor presidente efetivo, não há eleições, não existe rotatividade de pastores na pessoa do seu presidente. No caso o presidente é o Pr Manoel Ferreira.

Porém, lembro que no sistema G12 o poder de escolha está nas mãos dos membros. Eles escolhem seu pastor local. No caso de líderes repreensíveis eles o trocam por outro.

Assim como existem grandes diferenças fora do sistema G12 existem grandes diferenças dentro dele também existem. Há heresias? Sim! Podemos dizer que a heresia está no todo? Não, não podemos generalizar...

O que mais importa? Para Deus são importantes as intenções do coração. Fazer a coisa certa com os motivos certos é de suma importância. Com motivos certos poderemos cooperar com Deus e trabalhar e salvar outros e a nós mesmos. Com motivos errados poderemos salvar outros e nos perder.

O Criador é Senhor absoluto e não precisa de fórmulas humanas para expandir a Sua misericórdia entre nós. Jesus morreu na cruz e temos que crer no poder do sacrifício do Unigênito Filho de Deus Essa é a fórmula divina da garantia de vida eterna. Crer e perseverar nesta crença até o último suspiro nesta esfera física em que estamos agora gerará alegria no porvir espiritual (João 3.16-18).

Entendo que Deus age de muitas maneiras, alcança vidas dentro e fora do formato G12. Entendo também que alguns discordarão desta minha opinião... Respeito quem discorde.

Enfim, como é preciso conhecer para formar uma opinião amadurecida. Então, indico um blog e um artigo de alguém adepto do sistema G12 para quem julga não conhecer o suficiente e esteja interessado em continuar pesquisando o assunto.

Achologia – por Antonio Francisco: Preparando Auxiliares de Células

Tenha paz, paz com todos.

Que Cristo assim, na paz, seja engrandecido em nosso viver!
.
.
E.A.G.
.
.

sábado, 22 de dezembro de 2007

Natal contado aos pais


Por Camilo Coelho
.
"Ele veio para o que era seu, e os seus não o receberam. Mas a todos que o receberam deu o poder de se tornarem filhos de Deus: aos que crêem no seu nome"- João 1.11-12
.
Já estamos na época de Natal. Já se "respira" o ambiente de Natal, nas lojas enfeitadas, nas músicas da rádio e nos programas da TV.

Noite de paz... Noite de amor... É o hino que todos conhecem. Parece que nos envolve um ambiente de calma, de paz, de fraternidade e de tolerância que pensamos ser ainda um reflexo desse primeiro Natal, vivido em ambiente de paz que a humanidade perdeu para sempre. 

Mas será mesmo assim? Será que alguma vez houve essa paz do primeiro Natal, ou será fruto da nossa imaginação? Ou talvez, fruto dos nossos desejos? Será o Natal somente uma bonita história para crianças, para contarmos aos nossos filhos e aos nossos netos? O que se terá passado nesse primeiro Natal? Foram essas as perguntas que me levaram a dar este título um tanto estranho a este artigo, em parte, fruto da minha imaginação, embora tentando basear-me tanto quanto possível, ou pelo menos não contrariar a informação bíblica disponível. 

As crianças, duma maneira geral, já sabem que Jesus nasceu. Agora é aos pais que temos de dizer que Deus se fez homem para nos mostrar o nosso pecado, para nos dar a Vida Eterna e para nos mostrar pela primeira vez, como Deus é na realidade.

Estamos numa pequena aldeia da Palestina chamada Belém, no ano 750 da era da fundação de Roma, que para outros é o ano 3757 do calendário israelita ou o ano 4710 do calendário Juliano.

Quanto à era cristã?! Nunca ouvimos falar nisso.


As estradas estão cheias de viajantes, com engarrafamentos constantes. Mesmo os carros mais potentes e rápidos dos cidadãos romanos, puxados por várias parelhas de cavalos, ficam por vezes envolvidos no trânsito, tendo pela frente um pesado carro de bois para transporte de mercadorias ou uma caravana de camelos de longo curso. Para que serviu a construção das modernas vias romanas se toda esta gente decide viajar?

No entanto, nem todos estão aborrecidos com todo este movimento. A desgraça para uns é a sorte para outros. Vamos ver o que se passa na estalagem desse anafado judeu que temos à nossa frente.

A sorte nunca lhe foi tão favorável. O Imperador Augusto ordenou o recenseamento de toda a população do Império Romano e todos vão inscrever-se, cada um na sua cidade.

A estalagem nunca foi tão bem freqüentada. Até pode selecionar os seus hóspedes... Nesta altura tem uma seleta clientela de importantes sacerdotes de Jerusalém e altos funcionários romanos que vieram para fiscalizar o recenseamento.

- Mais um viajante que necessita de alojamento, é o recado que lhe dão os servos da estalagem.

- Mas, isto já está completamente cheio... Será alguém de interesse?

O dono da estalagem vai ver os viajantes.

Ele observa-os com o olhar de entendido profissional. Mas que maravilha... A sorte continua a ajudá-lo.

É um jovem casal. Ele diz ser carpinteiro na Nazaré. Mas que tipo de carpinteiro? Num local e numa época em que a madeira era rara e cara, carpinteiro era profissão bem remunerada. Poderia ser carpinteiro de construção civil ou até construtor de barcos... Portanto, operário especializado da classe média, alto e forte como todos os carpinteiros. A sua mulher em adiantado estado de gravidez, tinha sobrevivido a uma perigosa viagem de 150 quilômetros por caminhos estreitos, pedregosos, poeirentos, sob o calor tórrido do dia e o frio cortante da noite.

Apesar da situação em que se encontravam, José e Maria deram cumprimento à determinação de César, empreendendo a longa viagem de que nem todos regressavam. Tinham escapado aos perigos e aos assaltantes pelos caminhos e estavam no limite das suas forças.

O estalajadeiro observa-os com ar de profissional entendido. Mas que sorte... Tinha aí o homem ideal para ser roubado, espoliado, vigarizado... Pois não estava em condições de reagir. Sua mulher estava no limite das suas forças e prestes a dar à luz. Ele daria tudo que lhe pedissem só por um lugar para sua esposa. Devia trazer dinheiro para a viajem... E o meio de transporte, possivelmente algum burrico também tinha o seu valor... Temos de ver quanto isso nos poderá render. 

Mas onde poderão eles ficar? Na entrada ou nos corredores... Nem pensar nisso, pois tiraria a dignidade duma estalagem tão bem freqüentada. E se o bebê nascer durante a noite, o seu choro poderá incomodar hóspedes tão ilustres, como os sacerdotes e os altos funcionários romanos. 

No caso dos sacerdotes o problema é ainda mais grave, pois o nosso estalajadeiro, homem muito religioso, sabe perfeitamente que de acordo com o livro de Levítico, capítulo 12, a mulher depois de dar à luz, ficará imunda durante uma semana se nascer um rapaz e durante duas semanas se nascer uma menina. Não podem, portanto, pessoas imundas, estar perto dos sacerdotes, pessoas tão santas e puras, que estão em oração e meditação.

Mas, o estalajadeiro tem uma idéia. Vão para o curral dos animais... 

Nunca saberemos quanto José pagou por esse "alojamento". Mas foi num curral de animais, dum país pobre do Oriente, num verdadeiro curral, local escuro e sujo, com excrementos espalhados pelo chão, com moscas e cheiro nauseabundo, que Jesus veio ao mundo. Em vez do berço preparado com tanto carinho por José, berço que ficara na sua casa na Nazaré, verdadeira obra prima dum carpinteiro, Ele foi deitado na manjedoura dos animais.

Já dois milênios se passaram. Será que tudo mudou?

Nesta época, todos os anos, temos o mesmo movimento nas estradas, os mesmos engarrafamentos, os mesmos perigos. A TV nos informará depois da época passar, quantos acidentes e quantos mortos houve nas nossas estradas.
O estalajadeiro ainda aí continua, mas está modificado, emprega meios mais sofisticados, utiliza a propaganda comercial nos jornais, na rádio e na TV, mas o problema de fundo continua o mesmo. 

Afinal... Ainda bem que esse bebê nasceu. O significado?! Isso é secundário. Vejamos quanto esse nascimento nos poderá render para o nosso negócio. Não é isso que fazem também as igrejas?! 

No meio de toda a confusão do Natal, no meio do barulho, das luzes, das músicas, da propaganda comercial, quem sente o verdadeiro significado do seu nascimento? O nascimento do Filho de Deus que veio para salvar o homem pecador, que veio para ensinar um novo conceito de espiritualidade e santidade, que veio para se identificar com o homem desprotegido? Quem comemora o seu nascimento? Onde encontrar quem se identifique com o verdadeiro curral, sujo e imundo onde Jesus nasceu? Quem sabe o que é o verdadeiro Natal? 

Será o Natal das grandes superfícies comerciais, o Natal do estalajadeiro? Um Natal ocidentalizado, comercializado, onde a figura central passou a ser o velho de barbas brancas, "made in USA", que mais convém aos interesses comerciais do estalajadeiro?

Será o Natal das igrejas, onde esta data, comemorada todos os anos, já perdeu o seu impacto? Onde, os bonitos presépios com reis e pastores ajoelhados tentam encobrir a dura realidade do nascimento de Jesus? Onde, como cristãos, nos sentimos como meninos mimados que se envergonham das suas origens? 

Haverá quem sinta... Quem saiba o que é nascer sem condições, esquecido e desprezado?

Esse Natal... Talvez só nas casas daqueles com quem Jesus se veio identificar. Talvez só os pobres, os desempregados, os espoliados, os desprezados, os que nessa data não podem ter uma refeição mais abundante. Talvez, precisamente esses que dizem que não têm o seu Natal, estarão em condições de compreender o que foi o Natal de Jesus, o verdadeiro Natal.

Fonte:
Estudos Bíblicos Sem Fronteiras Teológicas
.
Recebida por e-mail. Camilo Silva Coelho é um irmão em Cristo de Marinha Grande, Portugal

PASTORADO – VOCAÇÃO OU PROFISSÃO?


Amados leitores (as)

No site Orkut, por vezes, encontro nas comunidades pessoas reclamando de relacionamentos com seus líderes. Em parte é comum existir atritos, mas jamais esses devem ser considerados normais dentro da igreja. É necessário buscar com persistência relacionar-se bem com todos. Na vida secular, desde que não fira o propósito de Deus para nós, e muito mais nos relacionamentos entre os iguais e entre os superiores dentro das congregações.

A ovelha deve obedecer a seu pastor, desde que o seu pastor esteja se comportando segundo os moldes bíblicos e suas orientações não sejam fora das determinações da Palavra de Deus.

A ovelha precisa entender que uma pessoa não é pastor e não é evangelista, na essência dessas palavras, só porque recebeu a carteirinha com essas nomenclaturas da denominação que serve ao Senhor.

Precisamos ter em vista que nem sempre quem tem uma dessas carteirinhas (ou crachá, se preferirem) é um pastor ou evangelista.

Ser pastor e ser evangelista é questão de vocação e não de profissão. Quem tem muito amor pelas almas e tem se esquecido de si mesmo por amor a elas é um pastor (mesmo sem possuir uma carteirinha ou crachá).

E quem tem dificuldade de pregar outro assunto, além da vida de Jesus e o plano da salvação, é um evangelista (mesmo sem a carteirinha).

A vocação significa pensar e raciocinar sempre dentro da ótica da função vocacionada. Quem é evangelista está sempre analisando tudo pela ótica evangelística. E quem é pastor pensa sobre a ótica pastoral. Eles não vêem pessoas, enxergam almas! Almas por quem Cristo morreu!

Eu não conheço, mas, talvez, até possa existir bons pastores e bons evangelistas profissionais... Se existir, creio que não merecem nenhuma confiança porque agem por turnos. Fora das horas remuneradas eles só pensam neles e a ovelha que pedir socorro não será socorrida por eles.

Jesus Cristo chamou os pastores e evangelistas profissionais de mercenários (João 10.12).

Com ou sem crachá, os verdadeiros evangelistas e pastores estão sempre prontos a servir, não olham para o relógio. Eles dizem: "primeiro o bem-estar das ovelhas, depois o meu.”

As lideranças que conseguem discernir quem é realmente pastor e quem é realmente evangelista e os empossa oficialmente nestas funções, como cooperadores de Deus, criam uma igreja feliz.

Discernir corretamente essa questão é algo importante! Tanto por parte das lideranças quanto por parte das ovelhas, que devem evitar a proteção espiritual de mercenários.

Pastorado: vocação ou profissão? Vocação, e todo obreiro é dígno do seu salário.


E.A.G.

sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

Morre ator Norton Nascimento

.
Morreu na manhã desta sexta-feira, o ator Norton Nascimento, 45 anos, no Hospital Beneficência Portuguesa, em São Paulo, vítima de um quadro de infecção pulmonar, segundo boletim hospitalar.

O ator estava no canal SBT quando se sentiu mal e foi levado ao hospital.

Segundo nota divulgada, ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) desde a última semana.

Em dezembro de 2003, o ator fez um transplante de coração para tratar de um aneurisma e passou seis meses em recuperação.

Após o transplante de coração, ele se dedicou a atividades em prol de entidades assistenciais e se converteu a Jesus Cristo, abandonou cigarro e álcool, passou a congregar na igreja evangélica Renascer em Cristo.

Em 2004, Norton Nascimento participou de uma campanha do governo federal que incentivava a doação de órgãos. "Doar é amar", disse, na época.

Na Igreja Renascer em Cristo liderou, ao lado de sua esposa, o grupo de teatro da instituição.

A igreja divulgou um comunicado, onde "se declara inconsolável com a perda" de um de seus "mais leais adeptos". Segundo a Renascer, ele era um aspirante a diácono.

Pouco tempo atrás em um documentário que fez a Record, ao lado dos pais da pessoa de quem recebeu o coração transplantado, emocionado, fez uma declaração sobre a morte.

Disse: “As pessoas têm muito medo da morte porque elas não conhecem seu Pai (Deus). Não sabem o que Ele gosta. Elas precisam conhecer para quando acontecer poder olhar nos olhos dEle...” – parênteses meus


E.A.G.


Fonte: G1 globo.comterra

Fontes de águas

A orientação bíblica que temos é que uma fonte não pode jorrar água doce e salgada ao mesmo tempo (Tiago 3.11,12).

Por isso em nenhum momento é aceitável que um servo de Deus ofenda ao outro. A pessoa que adora ao Senhor e também é ofensora contra o próximo é vista como morna por Deus. E Deus está pronto para vomitá-la, tamanha a abominação que sente por crente assim. Ver: Apocalipse 3.15,16.

Na medida que o cristão erra e não assume seus erros, atesta-se a insensibilidade que o conformismo traz. O fato de não assumir o erro também sugere insensibilidade à voz do Espírito (Romanos 12.2). E o Espírito confirma indiretamente que a mudança de vida tão sugerida por Jesus não foi concluída no coração.

E.A.G.

quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

A APOLOGIA E A ÉTICA CRISTÃ

"Lembrem-se dos seus líderes, que lhes falaram a palavra de Deus. Observem bem o resultado da vida que tiveram e imitem a sua fé. Jesus Cristo é o mesmo, ontem, hoje e para sempre" - Hebreus 13.7-8 (NVI). .
.
É preciso imitar a fé dos nossos líderes e não eles em si.

Não existem ações, modelos humanos a ser seguidos de olhos fechados. O único a ser imitado, e que existe risco zero de indução ao pecado, é Jesus Cristo. Ninguém mais.

Tenho ouvido e lido muito mais vezes do que o normal alguns versículos que Paulo escreveu dizendo “Sejam meus imitadores” (Filipenses 3.17; 1ª Corintios 4.16; e outros correlatos). E nos dias atuais eu tenho a impressão que a frase tem sido usada em demasia e sem a profundidade de explicações que o contexto dela merece.

Por outro lado, existe o extremo oposto dessa situação. Para alguns cristãos apologetas os acertos de Paulo passam como desapercebidos.

Em nome da apologética eles têm atacado os hereges e não as suas heresias, atacado os pecadores e não os seus pecados. Muitos estão ocupados em comentar os pecados do passado dos irmãos e se esquecendo de usar a Palavra de Deus para instruir a igreja a não pecar futuramente.

Buscando bases para alicerçar a prática da execração pública de alguns pecadores, ou tidos como pecadores, alguns usam os casos de Himeneu e Alexandre (1ª Timóteo 1.20; 2º Timóteo 2.18). Porém, é necessário contextualizar os dois versículos. Paulo não citou Himeneu e Alexandre em público. Comentou com o seu discípulo, apenas, em cartas pastorais. Não encontramos nos Evangelhos e em nenhuma das epístolas os nomes desses hereges em citações digiridas aos membros comuns da igreja, aos pecadores que estão perdidos no mundo e muito menos aos detratores do Evangelho de Cristo.

Terminando, sugiro que façamos igual fizeram os crentes bereanos. Imitemos nossos líderes, tão somente, na fé que eles possuem em Cristo Jesus como nosso único Senhor e Salvador..
.
E.A.G.
.

CASSIANE - FAÇA A DIFERENÇA

.
.
.


.
.
.

quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Os católicos podem herdar a salvação?

Adoradores de Nossa Senhora herdarão a salvação?

Quem for idólatra (trocar a mediação de Jesus por objetos ou gentes falecidas, apesar de pessoas exemplares, alguém que algum papa canonizou), segundo as Escrituras Sagradas, única regra de fé e conduta para todos nós, não serão salvos jamais. Jamais!

E, se porventura agora um católico devoto de Maria ou outro "santo" me lê, saiba que o purgatório não existe. Entenda e aceite a realidade: após a morte as velas acesas por familiares e rezas da missa de 7º dia não são capazes de mudar o infeliz destino eterno das almas que partem para o além-túmulo. Todos que não se converteram ao Senhor Jesus antes do fôlego final não serão salvos. É o que a Bíblia Sagrada diz, não é teoria inventada por prostestantes.

Fica aqui uma meditação bíblica sobre a inverdade do purgatório:

Hebreus 9.27: "...aos homens está ordenado morrerem uma vez vindo depois disso o juízo". Ou seja, não existe lugar intermediário entre o plano físico e o juízo final.

É preciso, de fato, se converter da idolatria antes de morrer para herdar a salvação. Quem morre rezando Ave Maria (prática idólatra), pedindo a mediação dela em súplica de socorro não encontrará socorro algum, irá para o inferno.

O purgatório não existe como a Igreja Católica Apostólica Romana afirma! De nada adianta o moribundo rezar, de nada adianta os familiares rezarem após alguém morrer pedindo que os pecados de quem se foi sejam purificados... A alma do idólatra sofrerá o castigo eterno, não importa quantas velas sejam acesas e quantas Aves Marias sejam rezadas!

Deus é justo! Não queiram dizer que Ele é amor e perdoa quem não se arrepende dos próprios pecados!

Só Jesus salva, só é salvo quem O reconhece como único Senhor e Salvador, reconhecimento em vida, em consciência!

Depois da morte segue o juízo, o resto é fábula católica.

"Porque há um só Deus, e um só mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem" - 1ª Timóteo 2.5. Não reze para Maria, peça socorro a Jesus Cristo, confesse seus pecados a Ele enquanto é tempo, e creia nEle, só nEle!

Amigo(a), digo isso sobre os cristãos católicos com apreensão, sei que muitas almas se perderam e se perderão por terem acreditado em ensinamentos extra-bíblicos.

.

.
.
E.A.G.

Comunicado

Caros leitores deste blog.

Não sou teólogo, não sou pastor e nem exerço nenhuma liderança em igrejas e não penso exercê-la algum dia. Opção pessoal, nada contra quem exerça e nem contra aos que um dia fizeram convites para eu fazer parte de equipes de obreiros.

Mas sinto necessidade de engrandecer o nome de Jesus e fazer mais conhecida a Palavra de Deus através da pregação. É o motivo de existência desse blog.

Aliás, é a minha única e exclusiva intenção ao publicar este blog. Quero apenas anunciar o Evangelho do Senhor e compartilhar a minha fé através das experiências espirituais e conhecimentos bíblicos. Não divulgo nada que vise lucro, pelo contrário, às vezes, deixo de ganhar financeiramente. Mas, não creio ser errado quem mescle a pregação com divulgações de livros ou outro produto.

Sou um pentecostal, batizado no Espírito Santo e nas águas há cerca de 24 anos. Casado com a mesma mulher há 22 anos e pai duas vezes. Filhas despertadas na fé, ativas na Obra, nunca precisei pedir para me acompanhar ao templo.

O meu conhecimento bíblico surgiu através das escolas dominicais assembleianas e através da minha biblioteca de porte médio. Venho acrescentando livros teológicos, dia após dia, desde que aceitei Jesus Cristo como meu único Senhor e Salvador pessoal.

Mas, divulgar a Palavra, ultimamente, me fez entristecido... Pensava que as dificuldades e marés contrárias ao anunciar as Escrituras Sagradas viriam de não-crentes... Mas, na data de hoje, vejo que nós, os evangélicos, uma pequena parte, está em guerra com a própria comunidade que faz parte. Tenho encontrado esse tipo de oposição. É uma surpresa desagradável.

Se tiver algum inimigo pessoal, humano, é desconhecido.

Não alimento inimizades contra ninguém. Me esforço para manter a paz com todos e viver em santidade.

Jamais tive vergonha de dizer errei e nem pedir perdão quando foi preciso.

Eu me reconheço pecador. Segundo as Escrituras Sagradas se dissesse que não peco estaria mentindo.

Por favor, orem por mim.

SÓCRATES E OS BOATOS

.
.
.
Conta-se que o filósofo ensinava sobre quais critérios usar para diferenciar o que eram informações verdadeiras e o que eram meros boatos.

Ele fazia três perguntas:

1ª – É verdade testemunhada?

Segundo Sócrates, se apenas contado por terceiro, o caso deveria morrer com você;

2ª – Bondade.

O que lhe contaram é coisa boa? É necessário analisar se é informação construtiva ou destrutiva. Mesmo que seja um fato é necessário analisar se serve para ajudar ou atrapalhar a fama de alguém;

3ª – Necessidade

Passados os crivos de verdade testemunhada e notícia boa, é necessário se perguntar se convém levar a informação adiante. Ajudará a comunidade? Fará do amanhã um dia melhor para todos? Melhor do que o dia de hoje?

A conclusão disso é que se a informação passar por essas três peneiras, então vale contar. E se não passar, então, será uma fofoca a menos envenenando o planeta. Terá sido posto um ponto final sobre algo que através de você iria provocar tristezas, discórdias entre casais, irmãos, amigos e colegas.

Sejamos a estação final de comentários infelizes inventados por gente infeliz


"Não admitirás falso rumor..." - Êxodo 23.1a.
.
.
...
E.A.G.
.
.
.

terça-feira, 18 de dezembro de 2007

BLOG DESMENTE A MORTE DE SHIRLEY CARVALHAES

A motivação de tais boatos é quase sempre inexplicável. Já ocorreu com três pessoas que conheço.
.
Agora, aconteceu com a cantora Shirley Carvalhaes, querida por muitos cristãos de várias denominações evangélicas.
.
A blogosfera traz a verdade à tona:
.
"Após profunda pesquisa o
Blog da Irmã Vânia informa que não passa de "boatos" as informações de que a cantora evangélica SHIRLEY CARVALHAES teria morrido. Sua assessoria afirma que as informações são falsas, mentirosas e de má fé. A cantora está VIVA, está bem de saúde, e está cumprindo seu ministério de louvor a Deus onde quer que vá. Nós do Blog e toda comunidade cristã estamos aliviados e torcendo para que esta ministra do louvor continue a levar os hinos aos corações dos amados irmãos".
.
E.A.G.

NANI AZEVEDO - BENDITO SEREI

.
.
.


.
Site Oficial
.
.

É Fantástico! Pastor Francisco Mecenas, batista, é entrevistado pela Globo para esclarecer livro de Oséias e refutar caso de adultério


O caso escabroso envolve evangélico e virou notícia no Fantástico, o programa dominical em formato de revista eletrônica da Rede Globo.

Segundo o jornalista que conduziu a matéria, em Serra Grande, Natal, a falta de instrução levou um pedreiro, que se apresenta como pastor evangélico de uma igreja não identificada, a entender de forma equivocada um adjetivo (adúltera) no livro de Oséias, capítulo 3. Segundo o entendimento do falso pastor, Deus ordena ao homem adulterar e não proíbe a prática da poligamia.

Baseado nesta interpretação errônea ("vai e adultera") e em uma "revelação" por sonho ele passou a manter relações sexuais com uma mulher da sua própria congregação (mulher também não identificada na matéria), e além disso com o consentimento do marido dela (sem identificação, também).

Após o relato e apresentação do caso o jornalista que apresenta a matéria pede informação ao Pr Francisco Mecenas, da igreja batista em Vitória.

Assista no portal Globo.com...


Aqui >>> Interpretação errada da Bíblia gera confusão extraconjugal


E.A.G.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

A televisão da Igreja Pentecostal Deus é Amor




Li o livro Blog – Entenda a Revolução, sobre o advento da invenção e popularização da internet. O autor afirma que a invenção da Internet é similar ou mais importante do que o advento da invenção de Gutemberg, a imprensa.

Concordo plenamente com essa declaração. Através da internet o poder da comunicação agora está democratizado, e com maior potencial de alcance ao público-alvo, e além dele, do que ocorreu com a tipografia no passado.

Veja essa situação, nos parágrafos abaixo, ela me fez lembrar do que acabei de dizer.

Por anos o Missionário David Martins Miranda, fundador da Igreja Pentecostal Deus é Amor, apregoou aos que nutriram fidelização ao seu ministério que a televisão era a imagem da besta.

Agora, encontramos no site YOUTUBE alguém deste mesmo ministério usando a televisão em favor da mesma denominação. Não quero opinar a respeito, essa postagem é apenas o reflexo da minha surpresa.

E não coloco meu aval sobre a explanação do preletor. A divulgação desse vídeo é apenas no intuito ilustrativo.

E.A.G.

A reverência e o fanatismo religioso
A liderança da Deus é Amor tenta interferir nas relações íntimas dos casais membros da igreja? 
Encontro inusitado: pastores Marco Feliciano e Daniel Miranda (da igreja Deus é Amor)
Fotos da despedida dos membros da Igreja Pentecostal Deus é Amor ao pastor e líder Davi Martins Mirand.
Respondendo a uma mãe cujo filho foi curado de câncer na igreja Deus é Amor
Saudades da Igreja Deus é Amor que não volta mais
Resposta para um saudosista da IPDA em décadas passadas

Atualização: 04/05/13 - 02h07

domingo, 16 de dezembro de 2007

KAKA - "I BELONG TO JESUS"

.
Nesse domingo o Milan, com o brasileiro Kaka (ex- São Paulo FC) venceu o mundial interclubes no Japão. A partida de futebol foi transmitida para quase todo mundo, incluindo oriente médio com muita audiêcia. Houve grande audiência na Argentina e Italia também.

O jogador, quando fez o 3° gol, tirou a camisa do seu time e mostrou a camisa de baixo com os dizeres "I Belong to Jesus" (Eu sou de Jesus).

As principais religiões no Japão são o xintoísmo (51,3%) e o budismo (38,3%). Na sociedade japonesa não existe o conceito de inferno. O Japão é o país com maior índice de suícidio, praticamente 35.000 anuais.

Na Italia, conhecemos a história do catolicismo.

Parabéns ao Kaka, que propaga o Evangelho sem sentir vergonha do seu Deus.

Mais: Mil Coisas e Imagens.

E.A.G. Mar

.

O que é o que não é pecado?

O que é pecado? Essa pergunta parece sem razão de existir. Mas ela ocorre na mente de muitas pessoas que estão dando os primeiros passos na fé, gente que sente vontade de agradar ao Senhor e ainda não conhece as Escrituras Sagradas. Recomendo aos tais que leiam o Sermão do Monte (Mateus, capítulos 5 ao 7). Este sermão é um resumo de toda a pregação de Jesus Cristo. As lições contidas ali mostram tudo o que se caracteriza como pecado.

Na Bíblia Sagrada existem várias palavras cujos significados expressam o que é pecado. No Novo Testamento (grego koiné), existe, pelo menos, oito termos que são vertidos ao idioma português como pecado. Cada um deles expressa o significado à mais ou diferente em relação à outra. Não é só "parabátes" (a ação de pecar), mas existem casos que denotam o estado do individuo. No Velho Testamento (em hebraico), então, existem muito mais palavras para designar o que é pecado.

Muitos pensam viver uma vida pura porque, literalmente, não se prostitui, não mente e não rouba. Porém, o pecado é muito mais que um simples ato. É algo que está na natureza corrompida. Todos herdaram o estado do pecado de Adão, o ser humano não só é pecaminoso na prática como também vive em um estado pecaminoso (Romanos 5.19).

O egoísmo é a essência do pecado (2ª Timóteo 3.2,4; Isaias 14.12-15; Ezequiel 28.12-18). Por esta razão o homem está totalmente depravado (Salmo 1.5,6; Isaias 1.6) desde o momento de seu nascimento (Salmo 51.5; 58.3), não sendo possível encontrar nele nenhum bem por natureza que possa agradar a Deus por si só (Romanos 7.18; 8.8).

Literalmente, pecar é errar um alvo (objetivo). O objetivo do cristão sincero é obedecer a Deus. Errar o alvo, pecar, é algo muito mais sério do que imaginamos.

Arrependimento e fé para a salvação

Mais detalhes:

• Em 1ª João 3.4 é a transgressão da Lei (matar, roubar, adulterar);

• Errar o alvo também ocorre através de pensamentos e afetos maliciosos (Gênesis 6:5; Jeremias 17.9; Mateus 5.22,26; Hebreus 3.12);

• Erramos o alvo por omissão. Cometemos pecado também quando não fazemos o que é certo, sabendo fazer (Tiago 4.17). Amar é o cumprimento da vontade de Deus. A maior expressão de amor é falar do amor de Deus para outras pessoas. Assim sendo, todas as vezes que passamos por alguém, e encontramos uma oportunidade de anunciar esta verdade e não fazemos, então, pecamos.

• Alimentando um hábito pecador, um só pecado, o homem torna-se culpado EM TODOS (Tiago 2.10). Pecado não é apenas transgredir uma regra é seguir um caminho errado, sem examinar as Escrituras Sagradas. “Há caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos de morte; o simples dá crédito a cada palavra, mas o prudente atenta para os seus passos” – Provérbios 14.12,15.

• Segundo o apóstolo Paulo, Carta aos Romanos, o pecado é um estado (7.8,11,13,14,17,20).

Concluindo, devo dizer que é possível viver acima do nível do pecado. Jesus Cristo morreu na cruz para nos capacitar a agradar a Deus. Quando o pecador reconhece seu estado e se confessa dependente da misericórdia divina, então, alcança essa misericórdia divina.

Querendo viver uma vida cristã vitoriosa, feche a porta de um recinto e fique à sós com Deus. Reconheça-se como uma criatura diante do Criador. Ore. A oração a Deus deve ser em nome de Jesus. Confesse seus pecados, diga quais são suas fraquezas (Ele já sabe, mas pede para confessar - 1ª João 1.9). Ao fazer a confissão, esforce-se para que ela seja completa. Diga ao Senhor o quanto gosta do pecado e quanto sente vontade de se afastar desse pecado, mesmo que a vontade de se afastar seja quase nenhuma... E peça para Ele trabalhar dentro do seu coração, para fazer de você alguém mais humilde do que já é... Mas peça com sinceridade (ou diga que nem sinceridade e nem o interesse ideal para isso você acha que tem). Se duvida que Deus responderá também deve dizer isso...

No momento da confissão o que mais importará é que ela seja totalmente sincera. Fazer isso é muito importante, porque essa pouca vontade ou nenhuma vontade de acertar o alvo também faz parte do pecado. O "antes" são as intenções de pecar FISICAMENTE, mas espiritualmente já são pecados consumados.

Jesus Cristo exemplificou essa situação pré-materialização do erro. Quando alguém apenas olha uma mulher cobiçando-a, espiritualmente, já adulterou com ela. E o apóstolo João abordou a situação de outro prisma: afirmou que quando alguém odeia, aborrece outra, espiritualmente, já é um assassino. Conferir: Mateus 5.27,28; 1ª João 3.15.

Para se livrar do peso do pecado existe o recurso do jejum. Quem deseja ter uma vida cristã sadia deve jejuar. O jejum ajuda fortalecer o espírito e enfraquecer a natureza pecaminosa. A natureza pecaminosa inerte fará com que o desejo de pecar se torne nulo.

Mas, quem fizer isso que fixe sua fé em Cristo, jamais na prática desse jejum...

Jesus liberta verdadeiramente. A fase do peso e força do pecado sobre a mente e corpo de quem deseja servir a Cristo é uma situação temporária. Seguir a Cristo é algo prazeroso, não é uma luta diária de “pode-não-pode’s”.

Disse Jesus: "Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração, e encontrarei descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve".

Deus abençoe você!
.
E.A.G.

sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

Natal - Por que 25 de dezembro?

Por Guilherme Lieven

Jesus nasceu no ano 6 ou 7 antes da era cristã.

A comemoração do Natal de Jesus surgiu de um decreto.

Natal é a celebração do grande amor de Deus, o dia em que Deus nasceu no mundo, trazendo paz, luz, amor, esperança, uma nova aliança, uma nova vida. O Filho de Deus, Jesus de Nazaré, nasceu em Belém, como uma criança humilde e marginalizada e encontrou todos e todas neste mundo, oferecendo-lhes a presença e a reconciliação de Deus. Em torno deste acontecimento há muitas decisões e tradições herdadas do passado.

Nos relatos bíblicos não encontramos nenhuma referência sobre a data do nascimento de Jesus. Naquela época os calendários eram muito confusos. Os antigos calendários romanos tinham, às vezes, semanas de quinze dias e meses de dez dias, de acordo com a vontade do Imperador reinante. O povo em geral não conhecia as datas de nascimento, casamento ou falecimento. Não existem registros históricos a respeito de "Festas de Aniversário" na Antigüidade.

Sobre o nascimento de Jesus sabemos muito pouco. Ele nasceu antes da morte de Herodes Magno (Mateus 2.1; Lucas 1.5), que faleceu na primavera de 750 da era romana, quer dizer: no ano 4 antes de Cristo. Conforme estudos o ano mais provável do nascimento de Jesus é 7 ou 6 antes da era cristã.

As primeiras comunidades cristãs não comemoravam o nascimento de Jesus. Somente a partir do ano 350 o Natal começou a ser comemorado no dia 25 de dezembro. Em torno da escolha desta data há uma longa história.

Os Celtas, por exemplo, tratavam o Solstício do Inverno, em 25 de dezembro, como um momento extremamente importante em suas vidas. O inverno ia chegar, longas noites de frio, por vezes com poucos gêneros alimentícios e rações para si e para os animais, e não sabiam se ficariam vivos até a próxima estação. Faziam, então, um grande banquete de despedida no dia 25 de dezembro. Seguiam-se 12 dias de festas, terminando no dia 6 de Janeiro.

Em Roma, o Solstício do Inverno também era celebrado muitos séculos antes do nascimento de Jesus.

Os Romanos o chamavam de Saturnálias (Férias de Inverno), em homenagem a Saturno, o Deus da Agricultura, que permitia o descanso da terra durante o inverno.

Em 274 o Imperador Aureliano proclamou o dia 25 de dezembro, como "Dies Natalis Invicti Solis" (O Dia do Nascimento do Sol Inconquistável). O Sol passou a ser venerado. Buscava-se o seu calor que ficava no espaço muito acima do frio do inverno na Terra. O início do inverno passou a ser festejado como o dia do Deus Sol.

A comemoração do Natal de Jesus surgiu de um decreto. O Papa Júlio I decretou em 350 que o nascimento de Cristo deveria ser comemorado no dia 25 de Dezembro, substituindo a veneração ao Deus Sol pela adoração ao Salvador Jesus Cristo. O nascimento de Cristo passou a ser comemorado no Solstício do Inverno em substituição às festividades do Dia do Nascimento do Sol Inconquistável.

Outras curiosidades estão relacionadas com este dia 25 de dezembro. O calendário que adotamos hoje é uma forma recente de contar o tempo. Foi o Papa Gregório XIII que decretou o seu uso através da Bula Papal "Inter Gravissimus" assinada em 24 de fevereiro de 1582. A proposta foi formulada por Aloysius Lilius, um físico napolitano, e aprovada no Concílio de Trento (1545/1563). Nesta ocasião foi corrigido um erro na contagem do tempo, desaparecendo 11 dias do calendário. A decisão fez com que ao dia 4 de outubro de 1582 sucedesse imediatamente o dia 15 de outubro do mesmo ano. Os últimos a adotarem este calendário que usamos foram os russos em 1918.

O fato interessante desta correção é que o Solstício do Inverno foi deslocado para outra data. Dependendo do ano o início do inverno se dá entre o dia 21 e o dia 23 de dezembro.

A razão fundamental para a comemoração do Nascimento de Jesus no dia 25 de Dezembro se perdeu com essa mudança no calendário. Mesmo assim a Natal continuou a ser comemorado no dia 25 de dezembro.

Para nós, habitantes do Hemisfério Sul, há menos razões ainda para se comemorar o Natal no dia 25 de dezembro. Nesta data vivemos os primeiros dias do verão e não do inverno. Porém, herdamos as tradições cristãs que vieram do Hemisfério Norte.

Mesmo assim vale celebrar este ato de amor maravilhoso de Deus: Deus veio ao mundo e inaugurou uma nova vida entre nós. Este é o motivo da nossa festa. Vamos juntos, povos do norte e do sul, celebrar e festejar o Natal de Cristo, a chegada do amor de Deus ao mundo.

Texto extraído do site Orkut / comunidade Missionário Edenio Pereira, publicado por Lidiomar

O ARREBATAMENTO - YOUTUBE (DUBLADO)

.
.
.

.
.
.

quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

MULHER FICA NUA EM FRENTE AO MURO DAS LAMENTAÇÕES

JERUSALÉM, 13 DEZ - Ontem, durante a celebração do Chanuca (a festa das luzes), uma jovem mulher causou choque e indignação ao entrar em um setor reservado para os homens, próximo ao Muro das Lamentações, tirar as roupas e depois se deitar no chão do local completamente nua.

"Foi um episódio perturbador, nos deixou aterrorizados. Foi uma profanação de um local sagrado, nossos sentimentos religiosos foram atingidos", comentou o rabino responsável pelo Muro das Lamentações, Shmuel Rabinovic.

Segundo algumas testemunhas, naquele momento os religiosos estavam, empenhados na leitura de uma pregação que é recitada em um estado de total imobilidade. Mesmo assim expressaram reprovação e desgosto com fortes gritos.Um colaborador do rabino Rabinovic cobriu a mulher com uma capa preta e escoltou-a para fora do local.

Ao conversar com a mulher, os responsáveis pelo Muro das Lamentações tiveram a sensação de estarem lidando com uma pessoa desequilibrada, visto que a mulher disse ter realizado tal episódio "por vontade divina".

O Muro das Lamentações é o local mais sagrado do judaísmo visto que fazia parte do perímetro do Templo de Jerusalém destruído pelas legiões romanas em 70 d.C..A identidade da mulher ainda não foi revelada. Uma das hipóteses é que ela tenha sido vítima da "Síndrome de Jerusalém", ou seja, de um distúrbio mental que atinge os turistas, os quais, encontrando-se em contato com locais santos, podem ter visões que os levam a comportamentos excêntricos.

Fonte: ANSA, em Notícias Cristãs - Marcio Melania

CASSIANE - CD FAÇA A DIFERENÇA É DISCO DE OURO EM APENAS UMA SEMANA APÓS LANÇAMENTO


O mais novo CD de Cassiane, intitulado Faça a Diferença, com apenas 15 dias lançado, já atingiu o número de 100 mil cópias vendidas e já pode ser considerado disco de ouro.

Cassiane, com sua família, faz parte do roll de membros da Igreja Assembléia de Deus de Nova Iguaçú , Rio Janeiro. Também faz parte dessa mesma congregação a cantora Shirley Carvalhaes.

Lá, durante uma semana inteira foi promovido o lançamento, havendo a presença do Pr Silas Malafaia, que disse: “Eles (o casal Jairinho e Cassiane) como membros estão aqui toda ceia e culto de doutrina e culto da bênção”. O culto da bênção é dirigido por Cassiane.

E.A.G.

FERNANDA MONTENEGRO - VELHICE LINDA!

.

Foto: Marco Antônio Rezende
.
.

Olá!

As únicas certezas ao nascer é envelhecer e morrer.

A mais óbvia e ululante das reflexões é que basta ser gerado no útero materno para se entrar no irreversível processo de envelhecimento que só termina com a morte.

Viva a vida! Tente ser feliz em meio ao processo irreversível.

Acho tolas essas vovós que preferem passar a imagem de eternas louras. Elas deveriam tentar ser iguais a atriz Fernanda Montenegro.

Nesta questão do envelhecimento a Fernanda é um exemplo dentro e fora do palco, sabe conviver muito bem com esse processo natural da vida: envelhecer.

Com todo respeito, sem deboche e nem ironia ou sendo pejorativo: a Fernanda Montenegro é uma velha linda.

Velhice não é doença!

É importante amar a si mesmo como criança, aceitar a si mesmo como adolescente, ser amigo de si mesmo como adulto e aceitar a si mesmo como velho.

São atitudes salutares!


E.A.G.

segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

Rainha Elizabete transmitirá mensagem pelo YouTube


A tradicional mensagem de Natal da rainha Elizabeth será trasmitida através do site Youtube em 2007. A gravação estará disponível a partir do dia 25 no canal criado especialmente para a ocasião.

Por enquanto, podemos assistir vídeos com cenas da família real e mensagens de Natal dos anos anteriores. O objetivo da realeza britânica é atingir um número maior de pessoas, incluindo o público estrangeiro, e se adaptar às formas de comunicação mais adequedas.

Veja a primeira mensagem: The Christmas Broadcast, 1957 .

quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

O PRECONCEITO DE HEBE CAMARGO : "FÉ EVANGÉLICA É LAVAGEM CEREBRAL!"

.

.

A apresentadora Hebe Camargo falou à revista Veja (edição 1.926), do dia 12 de outubro, sobre o motivo de não ter aceitado a proposta de trabalho da Rede Record de Televisão. Entre suas justificativas, Hebe acabou dando sua opinião a respeito do trabalho das igrejas evangélicas no Brasil.

Leia, abaixo, um fragmento da entrevista:

"Veja - A senhora chegou a flertar com a Rede Record. Por que a negociação não deu certo?

Hebe - Quando tive a proposta fiquei balançada, até falei com o Silvio (Santos). Mas a Record é da Igreja Universal. A minha Nossa Senhora de Fátima não poderia entrar lá, assim como a minha Nossa Senhora Aparecida. E eu sou muito amiga delas. Não poderia deixá-las na porta. Eu às vezes me pergunto como as igrejas evangélicas conseguem fazer lavagem cerebral em milhares de pessoas. Os fiéis ficam completamente obsecados e não percebem que estão deixando os pastores dada vez mais ricos à custa desse "mensalinho do demônio". Eu não acredito absolutamente naquilo. Fé, a gente tem sem explicar. O que eles fazem são promessas vazias, agem como os políticos".

E ainda tem cristão que acha isso uma "gracinha" e não perde um programa da apresentadora. Paciência!

Certamente, a igreja evangélica no Brasil tem suas imperfeições. Entretanto, a maioria tem trabalhado duro e de forma séria em favor do crescimento do reino de Deus. A Hebe, como profissional de comunicação, deveria entender que toda a generalização é injusta.

Precisamos, na verdade, interceder pela vida desta senhora, a fim de que ela conheça o amor de Cristo e possa discernir as coisas espirituais.

Fonte: Vem! Adoração e Missões

As 7 postagens mais acessadas na semana

As 7 postagens mais acessadas nos últimos 30 dias

As 7 postagens mais populares (geral - desde 12 de junho de 2007)

▲ Clique na imagem para retornar ao topo do blog.

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes

Bola colorida na areia da praia. By Eliseu Antonio Gomes
Cidade Ocean - Praia Grande - São Paulo/SP - Brasil.